Um primeiro documento usando Beamer

Publicado por Zaraki Kenpachi em 20/05/2015

[ Hits: 2.737 ]

 


Um primeiro documento usando Beamer



O que é o Beamer

O Beamer foi pensado, em sua criação, como um conjunto de macros para facilitar o uso da classe "seminar". O então estudante de doutorado, Till Tantau [1], escreveu os macros que foram usados na sua apresentação de tese em Fevereiro de 2003. Um mês depois, o pacote foi enviado ao CTAN [2].

Desde então, o pacote tem passado por vários aperfeiçoamentos. Tendo ficado fora de manutenção entre os anos de 2007 e 2010, o pacote é atualmente mantido por Vedran Miletic e Joseph Wright.

O Beamer nos fornece uma classe de documento que facilita a criação de apresentações (algo semelhante, mas não com o mesmo objetivo, ao PowerPoint). Assim como outras classes de documentos do LaTeX, o Beamer tem como objetivo a elaboração de apresentações, valendo-se do princípio de manter o foco ao que estamos a digitar e não a formatação do texto (como nos softwares que seguem o "WYSIWYG", como os do pacote BrOffice e similares).

Buscai em primeiro lugar...

A documentação e todo resto, vos será revelado. Está é uma verdade sobre muitos pacotes, não apenas no caso do LaTeX, mas em muitas outras linguagens de programação.

Se os novos usuários, como eu, de determinados "packages" procurassem realizar uma breve leitura, mesmo que superficial, dos docs, muitas dúvidas seriam antecipadamente respondidas.

Por acreditar nisto, indico de maneira indispensável a documentação da classe Beamer [3]. Além do mais, seguiremos neste tutorial as linhas do user guide.

Socorro!

Uma última dica e assim como as anteriores, de muita importância, é saber onde procurar por ajuda quando ocorrerem problemas, que talvez ainda não sejam cobertos pela documentação e nesse breve texto.

Neste sentido, uma das principais alternativas e postar suas dúvidas na página TeX.stackexchange.com [4].

Já no caso de acreditar ter encontrado um bug, o mesmo deverá ser reportado em [5]:

O tradicional Hello World!

Feito o "blá blá blá" acima, passamos a seguir a praxe e apresentaremos um primeiro modelo de apresentação constituída usando a classe Beamer.

Assim como em todos as classes de documentos, o primeiro comando em nosso arquivo deve ser o "documentclass":

\documentclass{beamer}

Este é o comando onde declaramos a classe que usaremos em nosso documento. Em seguida, abrimos o ambiente para elaboração do documento:

\begin{document}

\end{document}

Isto é o suficiente para iniciarmos a digitação de nossa apresentação.

Um primeiro teste é compilar o código:

\documentclass{beamer}

\begin{document}
Hello World!
\end{document}

Se tudo estiver correto, incluindo sua instalação, deverá obter algo semelhante a imagem abaixo:
Linux: Um primeiro documento usando Beamer
Agora já estamos habilitados a criarmos quantas frames (slides) quisermos. Adicionando as seguintes linhas:

\documentclass{beamer}

\begin{document}

Hello World!

\begin{frame}
Here is another frame!
\end{frame}

\end{document}

Incluímos um novo frame à nossa apresentação. Cada ambiente frame possui algumas opções. Podemos, por exemplo, adicionar um título ao frame:

\documentclass{beamer}

\begin{document}
Hello World!

\begin{frame}
\frametitle{This is a Frame Title}
Here is another frame!
\end{frame}

\end{document}
Linux: Um primeiro documento usando Beamer
Observe que, por enquanto as apresentações não estão "bonitas". Mas apresentaremos, numa próxima dica, alterações em termo de temas e esquemas de cores para a classe Beamer.

Por hora, se contentem com a seguinte imagem:
Linux: Um primeiro documento usando Beamer
Uma última observação importante antes de encerrarmos esta seção, é a que a última figura apresenta um slide no formato "widescreen" e que, portanto, não apresenta aqueles espaços em preto como nas figuras anteriores.

Uma versão em PDF desta dica está disponível aqui.

Referências


Outras dicas deste autor

Um LibreOffice mais bonito

4 dicas essenciais para LaTeX

Leitura recomendada

Latinoware 2006

Site com screencasts (pequenos vídeos) de várias distribuições

ConvertIT - Excelente conversor de vídeo para Ubuntu Linux

Acelerando o YUM

MS Office 2010 no Linux Mint - Instalação via PlayOnLinux/Wine

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts