Squid - Liberando apenas o Outlook

Publicado por EMMERS em 16/05/2012

[ Hits: 5.434 ]

 


Squid - Liberando apenas o Outlook



Esta pequena explicação, é para quem deseja liberar apenas o Outlook no Ubuntu usando Squid.

Desenrolando o problema. . .

Olá galera, depois de muito tentar e pesquisar, encontrei a melhor solução para o meu problema: liberar apenas o Outlook no Ubuntu usando o Squid.

No meu caso, usei o Squid, Outlook+Outlook conector (sincronizando diretamente com o domínio: hotmail.com) e só.

Era necessário, por ordens superiores, que algumas máquinas da empresa que trabalho, usassem apenas os serviços de e- mail e nada mais.

Tentei diversas situações, e uma delas foi apenas liberar portas para os serviços de e-mail (25,110 e 53) e bloquear todo o tráfego da Internet para alguns PCs, via Squid (criando ACL para bloquear via endereço MAC, e dando um 'deny' nessa ACL).

Só que para o Outlook conector trabalhar, é necessário que haja o tráfego via HTTP/HTTPS (tráfego: Outlook <--> hotmail.com) e no caso acima nunca funcionaria, pois esse tráfego nunca existiria e o Outlook sempre apresentaria problemas.

Agora, vamos à prática:
acl apenas_outlook arp "/etc/squid3/bloqueio/apenas_outlook"
acl navegadores browser Firefox|Chrome|MSIE.*[)]$|Safari|Opera

http_access deny navegadores apenas_outlook

Ou seja, 'apenas_outlook' contêm as pessoas(endereço MAC) que terão acesso apenas ao Outlook.
Na 'ACL navegadores' contém a lista de navegadores que usamos logo acima e que estão sendo bloqueados.

Para testar, basta abrir um navegador e logo aparecerá uma mensagem de erro do Squid. Essa mensagem indica que o nosso problema foi resolvido.

Espero que isso tenha ajudado.

Boa sorte a todos e até mais.

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Instalando Jboss no Debian Lenny

Automatizando monitor dual-head no Linux

Transmission - Gerenciar torrent via web em servidor

Beryl no Debian Etch sem mistérios

Como criar pendrive multiboot (várias ISOs)

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário