PulseAudio no Biglinux

Publicado por Bilufe em 10/01/2010

[ Hits: 7.824 ]

Blog: https://www.vivaolinux.com.br/~bilufe

 


PulseAudio no Biglinux



Olá a todos.

No Linux estamos vendo uma boa evolução no sistema de áudio. Antigamente utilizava-se o OSS, substituído pelo ALSA, e ainda continua sendo suportado nas distribuições do Linux (devido à vários aplicativos ainda fazerem uso do OSS).

Uma das limitações do OSS é a deficiência em controlar vários aplicativos usando a placa de som ao mesmo tempo. Já o PulseAudio é habilidoso nesta área.

Lembro-me que antes de experimentar o Linux fiz uso do BeOS 5 Personal Edition, última versão do sistema operacional da Be Corporation e que datava do ano 2000. Me surpreendi com o sistema de áudio deste sistema operacional: ele era capaz de controlar o som por aplicativo! Isto mesmo, este sistema operacional possuía um excelente sistema de áudio, não é a toa que o BeOS ficou famoso por ser um sistema operacional multimídia e por trazer vários avanços nesta área.

O Windows foi ganhar um sistema de som semelhante ao do BeOS em 2007 com o aparecimento do Windows Vista. Já o Linux ganhou algo semelhante com o surgimento do PulseAudio.

Nas versões mais recentes do Ubuntu e de várias distribuições do Linux vem sendo implementado um novo sistema de som que é denominado PulseAudio. Não conheço muito bem este sistema de som, não sei de suas qualidades e nem de suas deficiências.

Eu utilizo uma distribuição do Linux que é baseada no Ubuntu 8.04, o Biglinux 4.1. Por ser baseado numa versão antiga do Ubuntu, o Biglinux não tem os softwares mais atualizados do mundo Linux, porém não está tão defasado.

Foi uma surpresa para mim que ao instalar alguns aplicativos dos repositórios (VLC Media Player, GMplayer, Totem e outros) eles vinham configurados por padrão para usar o sistema de som PulseAudio. Isto impediu a reprodução do som destes programas, necessitando que entrasse nas preferências do programa e modificasse o sistema de som para ALSA.

Meu desejo de instalar o PulseAudio no Biglinux foi atiçado quando desejei escutar músicas e jogar Cadillac & Dinossaurs simultaneamente. Tentei nas opções do emulador algo que desativasse o som dentro dele e não encontrei. Lembrei-me do PulseAudio e pensei: "- Se este aplicativo pode fazer uso do PulseAudio eu poderei controlar o volume de som dele em particular sem afetar os demais aplicativos, e o meu problema será resolvido".

Fui então até o Gerenciador de Pacotes Synaptic e fiz uma busca por PulseAudio, o que resultou em vários pacotes, dos quais marquei para instalação os que dão compatibilidade a este sistema de som:
  • Asoundconf-gtk - interface que permite escolher o dispositivo de áudio
  • Audacious-plugins-extra - para quem usa o aplicativo Audacious, este pacotes instala vários plugins para o programa
  • Gstreamer0.10-pulseaudio - plugin para o Gstreamer
  • Libasound2-plugins - não sei bem o que é, mas tem referências ao PulseAudio.
  • Libflashsupport - compatibilidade com o Flash Player
  • Padevchooser - pequeno utilitário que permite controlar ferramentas do PulseAudio
  • Pulseaudio - pacote que instala o PulseAudio
  • Pulseaudio-esound-compat - módulo de compatibilidade com o Esound (antigo sistema de som do Gnome)
  • Pulseaudio-module-gconf - permite configurar algumas opções através do Gconf-editor
  • Pulseaudio-module-hal - detecção de novos dispositivos de som através do sistema HAL do Linux
  • Pulseaudio-module-lirc - controle infravermelho
  • Pulseaudio-module-X11 - permite ao sistema gráfico X11
  • Vlc-plugin-pulse - compatibilidade com o VLC Media Player

Instalei-os junto com suas dependências e iniciei o servidor do PulseAudio via terminal:

pulseaudio

Configurei os comandos pulseaudio (Big-Configurador > Outras Opções > Iniciar programas automaticamente...) e padevchooser (um applet para controlar o PulseAudio) para iniciarem no boot do computador.

Fui nas preferências dos meus aplicativos modificar o sistema de som padrão dos mesmos, mas lembro a vocês que nem todos os programas suportam o PulseAudio. Mesmo assim não verifiquei conflitos no uso do som.

O aplicativo totem reconheceu automaticamente o PulseAudio e passou a utilizá-lo, porém foi necessário configurar o Wine, VLC Media Player, Kaffeine, Amarok, Audacious e alguns outros.

Outras dicas deste autor

Calculadora financeira simples para Linux

AutoTrace - Rasterizar bitmap para vetor

Instalando os ícones mágicos do Kurumin no Biglinux

Jogo Free-Spades: Espadas para Linux

Writer's Cafe - Software para reunir suas idéias

Leitura recomendada

Instalação da plataforma ROOT no Debian 6

Como criar um instalador no InstallJammer

Resolvendo problema com VLC no Debian Lenny

Palestra gratuita: Gerência de riscos em projetos de software

Como instalar o Xampp no Linux [Vídeo]

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts