Otimize seu Sabayon Linux

Publicado por Lucas da Silva Mariano Meneses em 28/01/2013

[ Hits: 11.473 ]

 


Otimize seu Sabayon Linux



Este tutorial tem por objetivo apresentar algumas dicas de otimização para Sabayon, uma distribuição baseada na meta-distribuição Gentoo.

Antes de começar, gostaria de dizer que as dicas que aqui vou apresentar podem não ter um efeito muito visível, principalmente para quem tem computadores mais potentes. Mas os linuxers que não têm computadores muito potentes, acredito que verão alguma diferença de performance.

Algumas dicas terão que ser adaptadas ao usuário, por isso é bom prestar bastante atenção antes executar comandos ou editar arquivos de configuração.

Vamos ao início, o boot do sistema.

Serviços

A chave para ter um boot mais rápido está nos serviços que iniciam junto com o sistema. Nesse ponto, eu não posso indicar exatamente quais serviços desativar, pois cada um tem necessidades diferentes, alguns precisam que um determinado serviço inicie junto com o sistema, outros não. Então, vou apenas mostrar o caminho para ativar e desativar os serviços do Sabayon.

A saída do comando rc-update show mostrará todos os serviços que são iniciados com o sistema:

# rc-update show
       NetworkManager | default
 NetworkManager-setup | default
            alsasound | default
         avahi-daemon | default
             bootmisc | boot
          consolefont | boot
           consolekit | boot
         cpufrequtils | default
                cupsd | default
                 dbus | boot
                devfs | sysinit
        device-mapper | boot
              dmcrypt | boot
                dmesg | sysinit
           fbcondecor | boot
                 fsck | boot
             hostname | boot
              hotplug | boot
              hwclock | boot
              keymaps | boot
            killprocs | shutdown
                local | default nonetwork
           localmount | boot
                  lvm | boot
              modules | boot
             mount-ro | shutdown
                 mtab | boot
               net.lo | boot
             nfsmount | default
              preload | default
               procfs | boot
                 root | boot
            savecache | shutdown
                 swap | boot default
            swapfiles | boot
               sysctl | boot
            syslog-ng | default
         termencoding | boot
                 udev | sysinit
                  ufw | default
              urandom | boot default
           vixie-cron | default
              x-setup | boot
                  xdm | boot
                  zfs | boot

Depois de visualizar os serviços, basta retirar o serviço desejado da inicialização do sistema com o comando:

# rc-update del <nome do serviço> default

Se quiser ativar um serviço, basta usar o comando:

# rc-update add <nome do serviço> default

* Apenas tome o devido cuidado para não retirar nenhum serviço essencial do sistema.

Serviços em paralelo

Esta mudança irá melhorar o desempenho inicial de arranque antes do seu gerenciador de login. Edite o seu rc.conf usando seu editor de texto preferido, eu costumo usar o Nano.

O rc.conf está em /etc/rc.conf. Então basta executar:

# nano /etc/rc.conf

E mudar a linha: rc_parallel="NO"

Para:

rc_parallel="YES"

Obs.: Se ela estiver comentada, descomente. E se por acaso ela não existir no seu rc.conf, acrescente-a no final.

Outra linha que se deve alterar: rc_logger="YES"

Mudando-a para:

rc_logger="NO"

Após isso, salve e feche o documento.

Melhorando abertura de programas mais utilizados

O Preload é uma aplicação que é executada como um Daemon (ou serviço), ou seja, é executada em segundo plano, tendo como objetivo principal monitorar os programas que você usa com frequência, para que em um momento posterior, os mesmos sejam carregados mais rapidamente.

Para instalá-lo, execute o comando abaixo:

# equo install preload

Mas ainda é preciso colocá-lo para iniciar junto com o sistema, para isso basta:

# rc-update add preload default

Com isso o Preload estará instalado e passará a funcionar a partir da próxima inicialização.

Minha última dica é para quem usa Sabayon com KDE. Desabilitar o servidor Nepomuk deixará o processamento mais leve, se você não precisa dele, recomendo desabilitá-lo.

Para isso, basta ir nas configurações do sistema em pesquisa no desktop:
E depois desmarcar as caixas de diálogo que aparecerem em configurações básicas:
Se quiserem mais dicas de otimização para o Sabayon, recomendo a leitura desta página da wiki do Sabayon:
Bem, é isso. Espero ter ajudado de alguma forma.

Tentei ser o mais claro possível, detalhando bastante as dicas pensando nos iniciantes.

Se errei em alguma coisa, peço desculpas.

Outras dicas deste autor

Melhorar miniaturas do Speed Dial do Opera

Sabayon - Novos comandos Entropy

Leitura recomendada

Instalando e Configurando o No-ip no Debian Etch 4.0

Fedora 4 + Vmware Server

Recuperando o GRUB

Compactar e descompactar

Trabalhando com Firewalld no CentOS 7

  

Comentários
[1] Comentário enviado por albfneto em 29/01/2013 - 09:14h

é boa Dica, Lucas.
ainda, com adaptações, lembro que tanto os serviços, como o preload, vc pode usar em outras distros também.
ou seja, mexendo nos serviços, pode acelerar qualquer linux.

[2] Comentário enviado por removido em 29/01/2013 - 09:40h


[1] Comentário enviado por albfneto em 29/01/2013 - 09:14h:

é boa Dica, Lucas.


Valeu, Alberto. Agora vou focar mais no Sabayon.

[3] Comentário enviado por LVKILL em 26/12/2013 - 16:39h

Fui tentar no meu recem instalado Sabayon 13 com Mate. e ai olha só

[email protected] ~ $ rc-update show
bash: rc-update: comando não encontrado

Lembrei do sudo...e :

[email protected] ~ $ sudo rc-update show
NetworkManager | default
NetworkManager-setup | default
alsasound | default
avahi-daemon | default
bootmisc | boot
consolefont | boot
cpufrequtils | default
cups-browsed | default
cupsd | default
dbus | boot
devfs | sysinit
device-mapper | boot
dmcrypt | boot
dmesg | sysinit
fsck | boot
hostname | boot
hwclock | boot
keymaps | boot
killprocs | shutdown
local | default nonetwork
localmount | boot
logind | boot
loopback | boot
lvm | boot
mdadm | default
modules | boot
mount-ro | shutdown
mtab | boot
net.lo | boot
netmount | default
nfsmount | default
procfs | boot
root | boot
savecache | shutdown
swap | boot default
swapfiles | boot
sysctl | boot
sysfs | sysinit
syslog-ng | default
termencoding | boot
tmpfiles.dev | sysinit
tmpfiles.setup | boot
udev | sysinit
ufw | default
urandom | boot default
vixie-cron | default
x-setup | boot
xdm | default


Qual deles da pra desabilitar e pro que?
Abraços

[4] Comentário enviado por visterine em 25/02/2016 - 23:49h

Boa noite,
como instalo o comando rc-update?
Será que foi substituído por outro?

Descobri como instalar:
#equo i openrc



Contribuir com comentário