Otimizando o squid: Abortando solicitações interrompidas

Publicado por Fabio Soares Schmidt em 30/06/2011

[ Hits: 8.623 ]

 


Otimizando o squid: Abortando solicitações interrompidas



Quando um cliente faz alguma requisição e essa é abortada antes de sua conclusão, o Squid tenta completar essa tarefa e obter o conteúdo. Isso pode levar a banda disponível e outros recursos, como memória, processamento e disco rígido a serem desperdiçados. Para tratar esse problema, temos as seguintes diretivas:

quick_abort_min
(valor default: 16KB)

Se o conteúdo for igual ou menor do que o valor acima, o Squid continuará a baixá-lo.

quick_abort_max
(valor default: 16KB)

Se o conteúdo for igual ou maior do que o valor acima, o Squid irá interromper a requisição imediatamente.

quick_abort_pct.
(valor default: 95%)
Se o percentual do conteúdo for igual ou maior do o valor acima, o Squid continuará a baixá-lo. Se quisermos abortar todas as requisição incompletas, devemos setar o valor das duas primeiras diretivas para 0, se quisermos definir um valor ilimitado, devemos setar o valor para -1.

Os dois primeiros valores são setados em Kilobytes (KB) e o último em percentual. Se reduzirmos esses valores, iremos economizar banda e os outros recursos do equipamento, porém, se aumentarmos consequentemente podemos aumentar também nosso HIT ratio. Felizmente, podemos aplicar diferentes valores para vários conteúdos. No exemplo abaixo, vamos aumentar os valores para a acl windowsupdate :

acl windowsupdate dstdomain "/etc/squid3/sites/windowsupdate.txt"
quick_abort_min -1 windowsupdate
quick_abort_max -1 windowsupdate


Outras dicas deste autor

Postfix - Bloqueando spam com o próprio domínio

suspicious cache-id, must contain _cv_ to be cached ao compilar o rdesktop

Postfix - Criando regras condicionais

Utilizando o AMaViS para inserir Disclaimer

Thunderbird: Distribuindo o aplicativo com certificados próprios

Leitura recomendada

aMSN snapshot - para quem gosta de fortes emoções diariamente

Documentário sobre Software Livre

Turbine sua conexão com o ISP

Internet discada com Discador Orolix

Montar uma partição NTFS no /etc/fstab do Linux

  

Comentários
[1] Comentário enviado por linuxmrc em 30/06/2011 - 15:52h

o squid é bom mas esta me deixando malucoo...ja procurei sobre o assunto ja olhei varios tutoriais e mesmo assim não foi...o que eu quero é fazer cache do windows update..ele não fica em cache...ja configurei o squid com autenticação, os update ficam muiito lento...agora em modo transparente ele não fica lento mas não fica no cache...

essa dica sua ajudaria nesse aspecto....valeu

[2] Comentário enviado por rogeriojlle em 30/06/2011 - 20:02h

@linuxmrc
essa solução funcionou pra mim:
http://www.lucianopinheiro.net/portal/?q=node/139
não esqueça de olhar os comentários, possui informações relevantes....

[3] Comentário enviado por fs.schmidt em 30/06/2011 - 22:49h

Olá, as diretivas quick_abort ajudam sim a forçar o cache do windows update, mas deve ser combinado com outras diretivas, tem uma dica minha aqui no vivaolinux ok?

Parametros que utilizo:

#politicas de reposicao
memory_replacement_policy heap GDSF
cache_replacement_policy heap LFUDA

#Tamanho maximo do objeto para ser armazenado em cache
maximum_object_size 300 MB

range_offset_limit -1 windowsupdate
quick_abort_min -1 windowsupdate

Se utilizar a policita padrão de reposição do squid (LRU), não irá funcionar, se parametrizar o range_offset e quick_abort sem especificar acl irá fazer isso para todos os acessos, matando sua banda. No acima, apenas tenho uma acl dstdomain com os dominios do microsoft.com e windowsupdate.com.

Obs.: Eu combino isso com delaypool, sem o wsus as maquinas atualizam em qualquer horário, por isso precisei controlar a banda.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts