Operações de deleção, cópia e renomeação de arquivos em interface gráfica e o seu equivalente

Publicado por Josephy Dias Santos em 23/09/2017

[ Hits: 2.872 ]

 


Operações de deleção, cópia e renomeação de arquivos em interface gráfica e o seu equivalente



Nesta dica, você verá como é feita a operação de deletar, copiar e renomear arquivos no Linux, via comando de texto e via interface gráfica, no Ubuntu.

Deleção

A remoção de um arquivo de um computador usando o sistema operacional GNU/Linux, pode ser feita de dois modos: por linha de comando ou interface gráfica.

Pela linha de comando, iremos utilizar o comando rm (remoção de arquivos), que pode apagar diretórios vazios ou não.

A sintaxe é da seguinte forma:

rm [opção] arquivo/diretório, onde [opção], pode carregar as seguintes descrições:
  • - f: remoção forçada, remove sem perguntar ao usuário a confirmação se é realmente este arquivo que será apago;
  • - i: pergunta ao usuário a confirmação de deleção;
  • -r: estão opção remove diretório e subdiretórios.

A deleção por linha de comando é uma deleção definitiva, sem modos de recuperar via recursos de sistema.

Para deletar via interface gráfica, basta abrir o gerenciador de arquivos do sistema, vá até o local onde se encontra o arquivo e pressione a tecla "Delete". Ao fazer isso o arquivo irá para a lixeira temporariamente, podendo ser restaurado.
Linux: Operações de deleção, cópia e renomeação de arquivos em interface gráfica e o seu equivalente

Copiar

A cópia de arquivo também pode ser feita por meio de linha de comando e através de interface gráfica.

Para copiar arquivos no modo linha de comando, utilizamos o comando cp, cuja função é copiar arquivos e diretórios.

A sintaxe do programa é da seguinte forma:

cp [opção] origem destino, onde [opção] pode assumir:
  • - b: cria o backup do arquivo, se o usuário quiser sobrescrever o arquivo no destino, será adicionado automaticamente o caractere ~ ao final do nome;
  • - i: se existir o arquivo a ser copiado no destino, será perguntado se deseja sobrescrever;
  • -f: realiza uma copia forçada;
  • -R: é usado como recursividades, é utilizado para copia de diretórios e subdiretórios;
  • -v: lista os arquivos enquanto estão sendo copiados;
  • -n: não sobrescrever um arquivo já existente;
  • -p: preserva as permissões originais do arquivo.

Já no modo de interface gráfica, muitos gerenciadores de arquivos/programas de navegação, utilizam o menu "Editar", ou ainda arrastando e soltando arquivos de uma pasta à outra.

Abra o gerenciador de arquivos e navegue até o arquivo que será copiado, clique no arquivo, clique em "Editar" e selecione "Copy" (Ctrl+c), abra a pasta em que será copiado o arquivo, clique no menu Editar selecione "Paste" (Ctrl+v), ou pode utilizar os atalhos mostrados anteriormente.
Linux: Operações de deleção, cópia e renomeação de arquivos em interface gráfica e o seu equivalente
Linux: Operações de deleção, cópia e renomeação de arquivos em interface gráfica e o seu equivalente

Renomear

Para renomear um arquivo, também podemos realizar através de linha de comando, ou no modo gráfico.

O comando que renomeia os arquivos é o mesmo comando que move ele de local para o outro. Tal comando é o mv. A sintaxe para renomear é:

mv nome_antigo nome_novo

Para utilizar a interface gráfica, como o Ubuntu, basta abrir o local onde o arquivo está armazenado, clicar sobre o arquivo, clicar na opção "Edit" e depois em "Rename", ou ainda, simplesmente clicando sobre o arquivo e apertando a tecla F2. Ou ainda, aperte o botão direito do mouse e depois selecione a opção "Rename".
Linux: Operações de deleção, cópia e renomeação de arquivos em interface gráfica e o seu equivalente

Fontes


Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

PostgreSQL com ZEROFILL e AUTO_INCREMENT

Backups no Zimbra

urpmi - Comandos básicos no Mageia Linux

Nokia N95 como modem no Linux em 9 passos

Instalando D-Link DWL-520+ no Debian 4 (Etch)

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts