O guia do preguiçoso - gamin

Publicado por Talvanes Ferreira de Sousa em 24/08/2011

[ Hits: 5.820 ]

 


O guia do preguiçoso - gamin



Dando continuidade à nossa série tão mística, falaremos de um fato muito curioso: muitos tutoriais no site, ao menos em distros mais manuais (Debian, Slackware, Arch Linux e Gentoo), abordam mais o uso do FAM (File Alteration Monitor) como sistema de monitoramento de mudanças em arquivos e diretórios para o ambiente gráfico, mas o que muitos de nós podemos ainda não saber é que existe um substituto à altura que, na prática, provê as bibliotecas daquele último, o que quer dizer que se trata de um produto mais completo e eficiente, o >Gamin.

Desenvolvido pelo projeto Gnome, o Gamin (http://www.gnome.org/~veillard/gamin) é um monitorador de alterações desenvolvido para executar continuamente no espaço de usuário, sem intervenção de qualquer espécie, ou seja, uma vez instalado, não precisa de mais nada, pois é tão discreto que você sequer irá percebê-lo, mas ele está atuando firme e forte.

Já o FAM necessita ser executado como um serviço de sistema (daemon), senão ele acaba não "percebendo" (monitorando) nada, o que implica editar arquivos de configuração, o que dá um pouco mais de trabalho. Assim, na minha opinião, ele se torna a alternativa mais adequada ao usuário iniciante no Linux, devido aos mesmos motivos expostos acima.

Além disso, o FAM está sendo gradativamente substituído pelo Gamin.

Para instalar este pequeno notável, siga algum dos passos:

Em Debian e derivados:

# apt-get install gamin

Em distros baseadas em RPM:

Fedora e OpenSuse: # yum install gamin

Mandriva: # urpmi gamin

No Slackware:

# slackpkg install gamin

Em Arch Linux:

# pacman -S gamin

No Gentoo:

# emerge gamin

Ou então, compilando o fonte (requer glib v.2):

wget -c ftp://ftp.linux.ee/pub/gentoo/distfiles/distfiles/gamin-0.1.9.tar.gz
./configure --prefix=/usr --libexecdir=/usr/sbin
make
su - (digite a senha do administrador)
# make install

E é isso aí. Muito obrigado!

Referências:

Outras dicas deste autor

O guia do preguiçoso - comando eject

Uma introdução aos sistemas de inicialização: BSD x System V

Leitura recomendada

Ouvindo múltiplos sons no Linux

Agreagador de notícias do GoblinX Linux

screenFetch - The Bash Screenshot Information Tool

Puppy OS - Um mascote em seu bolso

Como atualizar do Debian Etch (servidor ou desktop) para o Debian Lenny (tradução)

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 24/08/2011 - 18:50h

isso é uma coisa que eu já tinha percebido, no Arch Linux o LXDE funciona bem melhor com o 'gamin' que com o 'fam'.

No Debian acho que tenho o libfam0 instalado, no Arch e no Gentoo é o gamin.

dica favoritada!

[2] Comentário enviado por talbas em 24/08/2011 - 18:53h

Falou e disse edps. Muito obrigado!

[3] Comentário enviado por hagahood em 27/08/2011 - 14:07h

desculpe minha ignorancia, mas pra que serve isso?

[4] Comentário enviado por talbas em 27/08/2011 - 16:20h

A função do gamin nada mais é do que monitorar mudanças em arquivos, ou seja, é ele quem registra quais os arquivos e pastas que foram criados, apagados ou renomeados, bem como os conteúdos que lhes foram modificados, como e quando isso ocorreu. Para isso, ele atua em conjunto com seu sistema de arquivos e executa os pedidos à medida que os programas (ou processos) requisitam modificações nesses arquivos e pastas, e isso se reflete no gerenciador de arquivos, bem como no console, ou linha de comandos. Espero que isso esclareça quaisquer dúvidas sobre o assunto.



Contribuir com comentário