Montando um script para automatizar a configuração do cliente NIS

Publicado por Edersom em 28/11/2004

[ Hits: 9.187 ]

 


Montando um script para automatizar a configuração do cliente NIS



Bom, esta dica busca mostrar uma forma de montar um script que configure clientes NIS com facilidade. O script gerado com esta dica é um script básico que apenas faz uso do redirecionameto. Minha meta é mostrar uma das formas de se configurar um cliente NIS em distribuições baseadas no Red Hat (testado CL10).

Caso haja interesse, no futuro podemos fazer um para a configuração no Slackware, ou mesmo para configurar servidores (ao meu ver um pouco inútil fazer um script para configurar o servidor NIS, a menos que você o faça com freqüência) : )

Vamos lá... primeiramente, nós temos de saber se o ypbind (cliente NIS) está instalado. O comando para isso é:

# rpm -q ypbind

deve retornar algo como:

ypbind-mt-xxx

Caso não retorne nada, quer dizer que o programa não está instalado. Para instalá-lo o comando seria:

# rpm -ivh yp-tools-2.8-47618cl.i386.rpm --nodeps
# rpm -ivh ypbind-mt-1.17.2-62643cl.i386.rpm --nodeps


No meu caso coloquei a opção --nodeps por que aconteceu algo ilário, quando eu ia instalar o yp-tools, ele dizia que dependia do ypbind-mt e o ypbind-mt, dependia do tools :D

Bom, a configuração do cliente é rápida e fácil, bastando a edição de dois únicos arquivos o /etc/yp.conf e o /etc/sysconfig/network.

Como inserir uma linha no final dos arquivos: existem duas formas bem conhecidas, uma com o EOF e outra usando o operador de redirecionamento não destrutivo ">>".

Digamos que eu queira editar o arquivo /etc/sysconfig/network adicionando a linha NISDOMAIN=dominio_nis (sendo dominio_nis o seu domínio):

Usando EOF:

# cat >> /etc/sysconfig/network <<EOF
NISDOMAIN=dominio_nis
EOF


Usando operador de redirecionamento ">>":

# echo "NISDOMAIN=dominio_nis" >> /etc/sysconfig/network

Pronto, já temos o domínio configurado!

Agora é necessário apenas adicionar a linha "domain dominio_nis server ip_do_servidor" no arquivo de configuração do ypbind (/etc/yp.conf). O intrigante neste caso, é que seja lá o que você escreva neste arquivo, quando o sistema for reiniciado sua configuração será apagada e o sistema colocará as configurações padrões, o que não funcionou comigo.

Deve ter algum arquivo de configuração o qual deve ser mudado para que isso não aconteça, mas me deu preguiça de procurar :D, isso sem falar que eu não tinha tempo de fazer isso, então incluí as seguintes linhas no meu /etc/rc.local:

# esta linha configura o ypbind corretamente
echo "domain dominio_nis server ip_do_servidor" >/etc/yp.conf

service ypbind restart

OBS: o /etc/rc.local é um script que é executado durante o boot e por isso inseri essas linhas nele, assim a cada boot o sistema recoloca as minhas configurações novamente.

Bom, agora só falta configurar o /etc/fstab para montar o home do servidor, a linha que coloquei aqui no serviço foi:

192.168.200.250:/home /home nfs defaults 1 2

Sendo 192.168.200.250 o ip do meu servidor.

Basta redirecionar essa linha para o /etc/fstab que o home será montado durante o boot

Bom, espero que esta dica seja de muita utilidade para você.

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Instalar XFCE 4.2 no Fedora Core 5

O que fazer após instalar Linux Mint 20

Desativar em definitivo o beep no Debian

Volume 0% ao reiniciar Cinnamon no Arch Linux [Resolvido]

Interfaces de rede - Comandos para iniciantes e intermediários

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts