Instalando o software de visualização 2-D e 3-D VisIt no Ubuntu-8.04

Publicado por Antonio Luis Ribeiro em 29/05/2008

[ Hits: 5.975 ]

 


Instalando o software de visualização 2-D e 3-D VisIt no Ubuntu-8.04



VisIt é um programa de uso gratuito e de código aberto, distribuído como plataforma independente, com ferramentas que possibilitam trabalho com paralelismo entre computadores e visualização de de dados definidos em duas e três dimensões e malhas estruturadas e não-estruturadas.

A interface de usuário é distribuída para os sistemas operacionais Windows, Linux e MacOS X. A arquitetura do VisIt permite a visualização de simulações localmente em uma rede, eliminando a necessidade de mover os dados para um servidor de visualização. O VisIt pode ser controlado por uma Interface Gráfica, utilizando as linguagens Python e Java ou através de uma interface desenvolvida pelo próprio usuário.

Maiores informações sobre o VisIt podem ser encontradas em:
Onde é possível encontrar os manuais para um breve entendimento dessa poderosa ferramenta de visualização.

Como efetuar a compilação do Visit 1.8.1 sobre o Ubuntu 8.04 [hardy]:

1. Adequar o ambiente para compilação:

# apt-get install module-assistant
# m-a prepare
# apt-get install dialog
# apt-get install csh


2. Instalar as seguintes bibliotecas:

# apt-get install xlibs-static-dev
# apt-get install libgl1-mesa-dev
# apt-get install libglu1-mesa-dev
# apt-get install libxv-dev
# apt-get install libxmu-dev
# apt-get install libxmu-headers
# apt-get install libxi-dev


3. O diretório onde será feita a compilação deve ser criado:

# mkdir /usr/local/visit-install
# cd /usr/local/visit-install
# wget -no-check-certificate
https://wci.llnl.gov/codes/visit/1.8.1/build_visit
# chmod +x build_visit
# wget --no-check-certificate
https://wci.llnl.gov/codes/visit/1.8.1/visit1.8.1.tar.gz
# ./build_visit

4. Configurando o Visit:

Na tela a seleção é feita através da tecla "spacebar" e a tecla "Enter" acessa o próximo item do menu.

Na primeira tela desmarque Opcional selecione Python, Variables e More. Na próxima tela selecione Version. Responda Sim/Yes para essa tela.

Selecione Version e Tarball, devem corresponder a versão a ser instalada.

Nessa tela o campo Enter Version Value deve ser igual a 1.8.1, aceite. Idem ao acima só que o valor deve ser igual a visit1.8.1.tar.gz. Deixe como está.

Irá começar o download dos arquivos necessários, vá tomar uma café.

5. Instalando o Visit:

# cd visit1.8.1/src
# clearcase_bin/visit-bin-dist
# clearcase_bin/visit-install 1.8.1 <SYSTEM> <VISITDIR>


Os valores de SYSTEM podem ser (depende do seu processador):
  • linux
  • linux-ia64
  • linux-x86_64
  • darwin-i386

Exemplo:

# clearcase_bin/visit-install 1.8.1 linux-x86_64 /usr/local/visit

1.8.1 - versão do código fonte do Visit
linux-x86_64 - processador de 64 bits
/usr/local/visit - local da instalação do Visit

6. Depois de instalar devidamente os fontes que você precisa, tem que adicionar o diretório bin da sua instalação para o seu ambiente através da variável PATH. O diretório usado para <SYSTEM>, <VISITDIR> e os valores acima serão usados aqui também.

Para o bash, adicione as seguintes linhas em ~/.bashrc:

export visit_dir=<VISITDIR>
export LD_LIBRARY_PATH=$LD_LIBRARY_PATH:$visit_dir/1.8.1//lib
export VISITPLUGINDIR=$visit_dir/1.8.1//plugins
export PATH=$visit_dir/bin:$PATH

Para o tsch adicione as seguintes linha em ~/.tcshrc:

setenv visit_dir <VISITDIR>
setenv LD_LIBRARY_PATH $LD_LIBRARY_PATH:$visit_dir/1.8.1//lib
setenv VISITPLUGINDIR $visit_dir/1.8.1//plugins
setenv PATH $visit_dir/bin:$PATH

7. Referência:
8. Informações adicionais:

Quando resolvemos postar esse artigo aqui no Viva o Linux, a versão estável já era a 1.9.

9. Autores:

Antonio Luis Ribeiro - [email protected]
Francisco Augusto Aparecido Gomes - [email protected]

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Atualização do Arch Linux sem acesso à internet

Como trocar o gerenciador de janelas do KDE 4

Como baixar e instalar o Yakuake

Novo driver para placa wireless BCM4312

Instalação do PHP + MySQL + Apache + PHPMyAdmin e resolvendo problemas

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts