Instalação e configuração do Bind9 no CentOS 5.5 64 bits

Publicado por Lucas Possamai em 02/12/2010

[ Hits: 18.024 ]

 


Instalação e configuração do Bind9 no CentOS 5.5 64 bits



Nesta dica abordarei a instalação e configuração do BIND9 no CentOS 5.5 64 bits.

Vamos instalar os pacotes necessários:

# yum install bind bind-chroot joe -y

Vá em:

# cd /var/named/chroot/etc

E edite o named.conf:

# joe named.conf

No named, inclua:

allow-query {
   192.168.1.0/24;   #INTRANET
   187.5.251.96/29;   #REDEMONTE
   localhost; };

allow-recursion {
   192.168.1.0/24;   #INTRANET
   187.5.251.96/29;   #REDEMONTE
   localhost; };

zone "exemplo.com.br" {
   type master;
   file "exemplo.com.br.zone";
   allow-query { any; };
   };

zone "1-254.187.187.187.in-addr.arpa" IN {
   type master;
   file "1-254.rev";
   allow-query { any; };
   };

Note que allow-query e allow-recursion devem ser incluídos na tag:

options
{

Explicação:
  • allow-query: Permite que os IPs setados façam consultas ao seu DNS.
  • allow-recursion Permite que os IPs setados façam consultas recursivas.

O resto, deixe como está.

Vamos criar a zona.

Vá em:

# cd /var/named/chroot/var/named

Crie a zona exemplo.com.br.zone:

# joe exemplo.com.br.zone

Nela, inclua:

$TTL 86400
@ IN SOA localhost.exemplo.com.br. root.dns1.exemplo.com.br..br. (
                2010102024  ; Serial: yyyy/mm/dd/nn [00..99]
                3H  ; Refresh every 3 hours: 3h*60m*60s
                1H  ; Retry every 15 minutes: 15m*60s
                1W  ; Expire after a week: 7d*24h*60m*60s
                1H )  ; Minimum ttl of 1 hour: 1h*60m*60s
    IN    NS      dns1
    IN    NS      dns2
   IN    MX    0   mail
  
localhost   IN   A   127.0.0.1
dns1      IN   A   187.187.187.5
dns2      IN   A   187.187.187.6
mail      IN   A   187.187.187.7
webmail   IN   A   187.187.187.7
www      IN   A   187.187.187.8

  • Altere os IPs para os seus.
  • Lembre sempre de alterar o SERIAL.

Vamos agora criar a zona reversa:

# joe 1-254.rev

No arquivo, bote:

$TTL    1H
@       IN      SOA     dns1.exemplo.com.br. root.dns1.exemplo.com.br..br. (
                  2010102019 ; Serial
                  3H     ; Refresh
                  1H      ; Retry
                  1W    ; Expire
                  1H )    ; Minimum
   IN   NS      dns1.exemplo.com.br.
   IN   NS      dns2.exemplo.com.br.
102   IN   PTR       mail.exemplo.com.br.

Pronto!

Inicie o named:

# /etc/init.d/named start

Se não ocorreu nenhum erro, o seu BIND está no ar!

Dicas:

Lembre sempre de alterar o campo SERIAL para a sua data correta a cada alteração no arquivo. Cuide muito dos arquivos de configuração para que não haja problemas. Cuide os "." no final e tudo mais.

Preste atenção na configuração que você não terá problemas.

;-)

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Controle de banda no Ubuntu Server 10.10 com Shaper (cbq)

USB Tether com Motorola Android

Apresentação do meu canal de vídeo-aulas no YouTube

Coaching Gratuito em Linux

Usando o cron como despertador

  

Comentários
[1] Comentário enviado por GuilhermeBR em 27/05/2012 - 16:23h

...



Contribuir com comentário