Executando Google Chrome como root no Backtrack 5

Publicado por Isaias Jose de Souza em 12/10/2011

[ Hits: 26.713 ]

 


Executando Google Chrome como root no Backtrack 5



Esta dica mostra como executar o Google Chrome logado com o usuário root. Baseado na distribuição Backtrack 5 R1

Esta dica parte do presuposto que você tenha instalado o Google Chrome no entanto, na hora de usá-lo ele pede para ser executado como usuário comum.

Navegando até o diretório onde está o arquivo a ser editado:

# cd /usr/bin/

Edite o arquivo com o editor de sua preferência (neste artigo usamos o vi):

# vi google-chrome

Ao abrir o arquivo localiza a seguinte linha:

exec -a "$0" "$HERE/chrome" "$@"

E acrescente ao final da linha o seguinte parametro:

--user-data-dir

Assegure-se de que a linha ficará da seguinte maneira:

exec -a "$0" "$HERE/chrome" "$@" --user-data-dir

Salve o arquivo.

Execute o Google Chrome e boa navegação.


Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Configução básica de uma rede local, roteando e habilitando o firewall

Alterando permissões em arquivos ou somente nos diretórios

Como remover ícones do painel superior no Gnome Clássico

Compiz, conhecendo a fundo (parte 1)

Instalando Atheros AR5007EG no (K)Ubuntu/Debian sem complicações

  

Comentários
[1] Comentário enviado por blankita em 15/10/2011 - 02:07h

Ola,sou novata,iniciante no linux,ubuntu,fedora,gnome e estou lendo tudo,mas to navegando na maionese,pois quando ganhei esse notebook da toshiba,ja veio com o fedora,gnome,esses aí e o google como navegador principal,derepente não sei o que aconteceu,o google desapareceu da area de trabalho,e não entra nem por um milhão,apesar de ler e as vezes entender um bocado de coisas,fico queimando minha massa cinzenta,eu não quis trocar o sitema pelo weindons,tava cansada de travamento,erros,virus,cansei disso,ah o torrent ta corrompido o que ja veio nele,como faço para desinstalar e por outro,outra coisa toda vez que tento baixar algo,aparece a seguinte frase,desculpe ocorreu um erro no carregador de pacotes,uma coisa dessas,gostaria de aprender mais sobre as extensões,tudo que for possivel,pois entro na net com a maior facilidade,não tem virus,é leve,essas coisas,obrigado

[2] Comentário enviado por ij.souza1988 em 15/10/2011 - 16:38h

Olá blankita, a instalação/desinstalaçao de um pacote no fedora pode ser feita com o comando yum;
Removendo:
yum remove nomedopacote
Instalando:
yum install nomedopacote
Você pode verificar mais opções do yum em http://fedoraproject.org/wiki/Yum

Quanto as extensões sempre ao baixar um pacote você precisa saber a arquitetura da sua distribuição,
no seu caso a arquitetura é rpm (Fedora, Red Hat, CentOS...);
Outra arquitetura muito comum é a deb (Ubuntu, Debian...).
Se vc baixar uma extensão .bundle a instalação é feita com o comando ./nomedoarquivo.bundle
Outro método de instalação é baixar o pacote completo do aplicativo e instalar conforme as orientações que vem no produto.

[3] Comentário enviado por lelop11 em 24/04/2012 - 10:07h

muito util por sinal este tutorial
quem tem problemas com o VI, utilize o GEDIT
# gedit google-chrome

ficou assim o meu código http://i40.tinypic.com/14jvip5.jpg

[4] Comentário enviado por lucieliton em 07/05/2012 - 13:55h

Só complementando, uma outra maneira de fazer a mesma coisa.

1. #cd /usr/lib/chromium-browser
2. #hexedit chromium-browser
3. Pressione <TAB> para mudar para o modo texto. Pressione ctrl+s para localizar e digite geteuid. Mude o texto geteuid para getppid.
4. ctrl+x para sair
5. Aproveite seu google chrome!!!

[5] Comentário enviado por systemjs em 11/05/2012 - 14:06h

como eu salvo ?

[6] Comentário enviado por ij.souza1988 em 11/05/2012 - 15:52h

Depende do editor que você está usando.
Se for o vi --> esc :wq

[7] Comentário enviado por xiloba em 29/11/2012 - 22:56h

O editor mais fácil, para mim, é o nano. Digite: nano nome_do_arquivo (enter) depois de editar o que quiser, tecle ctrl+x. Será perguntado se quer salvar as modificações. Digite S, para sim e pronto!
Acho que não há uma distribuição Linux que não venha com o nano.

[8] Comentário enviado por lelenux em 15/02/2013 - 21:02h

Ótemo Post... Valeu mesmo!

[9] Comentário enviado por joaofs18 em 21/04/2013 - 23:43h

Muito bom!! :)

[10] Comentário enviado por hermanleao em 04/07/2013 - 08:20h

Muito obrigado pela dica super propícia ao meu cenário. Um forte abraço, tenha um excelente dia e que Deus continue abençoando você e os seus. Amém.

[11] Comentário enviado por removido em 20/02/2014 - 16:23h

Muito Bom!

[12] Comentário enviado por gregoriohd em 05/03/2014 - 23:21h

Muito bom. Testei no Slackware 14 x64 e funcionou como manda o roteiro.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts