Estado dos processos

Publicado por Sandro Roberto Ferrari em 24/08/2007

[ Hits: 15.212 ]

 


Estado dos processos



Quando um processo é criado, isso não significa que ele será imediatamente executado. Além disso, determinados processos podem ser temporariamente paralisados para que o processador possa executar um processo prioritário. Isso quer dizer que os processos, em certos momentos, podem estar em situações de execução diferentes. O Linux trabalha, essencialmente, com quatro tipos de situação, isto é, estados:
  • Executável: o processo pode ser executado imediatamente;
  • Dormente: o processo precisa aguardar alguma coisa para ser executado. Só depois dessa "coisa" acontecer é que ele passar para o estado executável;
  • Zumbi: o processo é considerado "morto", mas, por alguma razão, ainda existe;
  • Parado: o processo está "congelado", ou seja, não pode ser executado.

Outras dicas deste autor

Rápido sobre RPM

Sinais de processos

Analisado logs do Samba

Samba - Erros que podem ocorrer durante o logon do cliente

Samba - Erro que pode ocorrer durante ao ingresso no domínio

Leitura recomendada

Como documentar seu servidor GNU/Linux

Faça o upgrade da distribuição Kubuntu 5.10 para o Dapper Drake

Personalizando o Blackbox

Escutar e gravar rádios online

Cloud Computing - Querem transformar o computador em uma TV... e a cabo!

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts