Estado dos processos

Publicado por Sandro Roberto Ferrari em 24/08/2007

[ Hits: 13.411 ]

 


Estado dos processos



Quando um processo é criado, isso não significa que ele será imediatamente executado. Além disso, determinados processos podem ser temporariamente paralisados para que o processador possa executar um processo prioritário. Isso quer dizer que os processos, em certos momentos, podem estar em situações de execução diferentes. O Linux trabalha, essencialmente, com quatro tipos de situação, isto é, estados:
  • Executável: o processo pode ser executado imediatamente;
  • Dormente: o processo precisa aguardar alguma coisa para ser executado. Só depois dessa "coisa" acontecer é que ele passar para o estado executável;
  • Zumbi: o processo é considerado "morto", mas, por alguma razão, ainda existe;
  • Parado: o processo está "congelado", ou seja, não pode ser executado.

Outras dicas deste autor

Samba - Erro que pode ocorrer durante ao ingresso no domínio

Manipulação de grupos

Instalação do Interbase 6 no Redhat

VI - Como sobreviver

Alterar hora de uma forma rápida

Leitura recomendada

Como configurar o aDesklets 0.6.1 no Slackware 12

Erro no Grupo Sudoers [Resolvido] + Trocar senha de Root

Solução "definitiva" - Placas SIS Mirage 3 Graphics (771/671) e Wireless RTL8187B

MOD_EVASIVE - Block DDOS attacks

Utilizando MSMTP para enviar e-mail com subject pela linha de comando

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário