Editor Vim - Introdução e trabalhando com Vim

Publicado por Perfil removido em 11/04/2011

[ Hits: 108.313 ]

 


Editor Vim - Introdução e trabalhando com Vim



O Vi é o editor básico do GNU/Linux, está disponível em grande parte das distribuições do GNU/Linux, mesmo naquelas que vêm em apenas um disquete.

Hoje em dia as distribuições usam uma versão mais completa e com mais recursos do que o Vi, que é o Vim (VI iMproved).

Ao invocar o Vi, este entra direto para o modo "visualização" onde visualizaremos o arquivo. Para modificar o arquivo, usam-se os modos texto para a inserção de dados e modo comando para a localização, movimentação, alteração e para salvar e sair do texto.

Para voltar ao modo de visualização, sempre se usa a tecla ESC.

Após digitar "vim" no terminal será aberto um arquivo em branco para você criar seu arquivo e futuramente editá-lo com o próprio vim, se preferir é claro.

vim

Dentro do arquivo iremos trabalhar com modos e seus comandos, que serão abordados a seguir.

Irei abordar cada destes comandos:
  1. Modo texto - comandos de inserção;
  2. Modo comando - comandos de localização, movimentação, alteração e para salvar e sair do texto.

Modo texto - comandos de inserção

Comando de inserção de texto:
  • i - insere texto antes da posição atual do cursor;
  • a - insere o texto depois da posição atual do cursor;
  • r - Substitui o texto na posição atual de onde se encontra o cursor;
  • A - insere o texto no final da linha onde se encontra o cursor
  • o - Adiciona uma linha abaixo da linha onde se encontra o cursor;
  • O - Adiciona uma linha acima da linha onde se encontra o cursor;
  • ESC muda para o modo de visualização.

Modo comando - comandos de localização, movimentação, alteração e para salvar e sair do texto

Comandos para localização de texto:
  • /palavra - Busca pela palavra ou caractere em todo o texto;
  • ?palavra - Move o cursor para a ocorrência anterior da palavra;
  • n- Repete o último comando / ou ?;
  • N - Repete o último comando / ou ?, na direção reversa;
  • Ctrl+g - Mostra o nome do arquivo, o número da linha atual e o total de linhas.

Comandos para a movimentação pelo texto:
  • Ctrl+f - Move o cursor para a próxima tela;
  • Ctrl+b - Move o cursor para a tela anterior;
  • H - Move o cursor para a primeira linha da tela;
  • M - Move o cursor para o meio da tela;
  • L - Move o cursor para a última linha da tela;
  • h - Move o cursor um caractere à esquerda;
  • j - Move o cursor para a próxima linha;
  • k - Move o cursor para linha anterior;
  • l - Move o cursor um caractere à direita;
  • w - Move o cursor para o início da próxima palavra;
  • W - Move o cursor para o início da próxima palavra, separadas por espaço;
  • b - Move o cursor para o início da palavra anterior;
  • B - Move o cursor para o início da palavra anterior separadas por espaço;
  • 0(zero) - Move o cursor para o início da linha atual;
  • ^ - Move o cursor para o primeiro caractere não branco da linha atual;
  • $ - Move o cursor para o final da linha atual;
  • nG - Move o cursor para a linha n;
  • :n - Move o cursor para a linha n;
  • gg - Move o cursor para a primeira linha do arquivo;
  • G - Move o cursor para a última linha do arquivo.

Comandos para alteração do texto:
  • x - Deleta o caractere que está sob o cursor;
  • dw - Deleta a palavra, da posição atual do cursor até o final;
  • dd - Deleta a linha atual, e copia o conteúdo para área de transferência;
  • D - Deleta a linha a partir da posição atual do cursor até o final;
  • :A,Bd - Deleta da linha A até a linha B, copia para área de transferência;
  • rx - Substitui o caractere sob o cursor pelo especificado em x;
  • u - Desfaz a última modificação;
  • U - Desfaz todas as modificações feitas na linha atual;
  • J - Une a linha corrente a próxima;
  • yy - ECopia 1 linha para a área de transferência;
  • yNy - Copia N linhas para a área de transferência;
  • p - Cola o conteúdo da área de transferência;
  • Np - Cola N vezes o conteúdo da área de transferência;
  • cc - Apaga o conteúdo da linha, e copia para área de transferência;
  • cNc - Apaga o conteúdo de N linhas, e copia para área de transferência (a partir da linha atual);
  • :%s/string1/string2/g - Substitui "string1" por "string2";
  • ndd - Deleta o conteúdo de n linhas a partir da linha atual;
  • nD - Deleta a linha a partir da posição atual do cursor até o fim de n linhas.

Comandos para salvar e sair:
  • :wq, ZZ ou :x - Salvam o arquivo e saem do editor;
  • :w nome_do_arquivo - Salva o arquivo corrente com o nome especificado;
  • :w! nome_do_arquivo - O mesmo que :w, mas forçando sobrescrita;
  • :q - Sai do editor;
  • :q! - Sai do editor sem salvar as alterações realizadas.

NOTA: Estes são comandos básicos mas muito essenciais na hora de trabalhar em modo texto com vim.

Bom pessoal, essa foi minha dica sobe o editor de textos vim, espero que tenha tirado proveito o máximo possível dele.

Obrigado pelo espaço VOL e até a próxima...

Outras dicas deste autor

Ajuda e como pedi-la

XAMPP para Ubuntu 10

Vídeo aula: trabalhando com o DeVeDe (ogg para avi)

Instalando o Firefox 3.0.6 com Flash Player 10 no KUbuntu 8.04

aMSN com cara de MSN Messenger Live

Leitura recomendada

Cedilha em teclado americano no Debian 7.0

Utilizando as chamadas de sistema dup() e dup2()

NFS fácil no Debian Etch

Como criar pendrive multiboot (várias ISOs)

Fazendo dieta no Ubuntu/Linux Mint

  

Comentários
[1] Comentário enviado por nekhrist em 11/04/2011 - 21:45h

Ótimo post, rapaz!
Informações bem diretas e resumidas.. gostei! :D

[2] Comentário enviado por FernandoBasso em 12/04/2011 - 08:40h

Legal o post! É sempre bom lembrar ao pessoal que o Vim existe,
assim como o excelente Emacs. Vale a pena conhecê-los.

Sou músico, professor de Inglês e programador aprendiz,
e o vim é o meu favorito. Excelente pra Sys Admins também.

[3] Comentário enviado por vcandido em 13/04/2011 - 07:14h

Realmente excelente as dicas, até pra quem usa diariamente o vi/vim como eu. Isto sem falar que compartilhar toda e qq forma de conhecimento é mais que valido!!! Parabens

[4] Comentário enviado por izaias em 23/06/2012 - 14:10h

Ótimo trabalho.

Estou estudando o Vim e pesquisando, caí de pára-quedas nesta sua dica.

[5] Comentário enviado por removido em 27/06/2012 - 12:21h

Obrigado pelos comentários pessoal.

[6] Comentário enviado por edulinuxx em 11/09/2015 - 13:56h


Esse vídeo é muito bom para iniciantes : https://www.youtube.com/watch?v=loM9SLUtCIs

[7] Comentário enviado por herculesnetwork em 15/03/2016 - 22:31h

Acer - E-572-6638 - core i5 4ª generation.(adoro - comprei usado pra quebra galho e me apaixonei)
GPU 4400 intel. Mostrinha surpreende, muitos games pesados no hight.
CPU quad-core Intel 4200U - 2 threads per physical core
4gb RAM ddr3 1600mhz (ainda em single channel : / )
hd 500gb. (4 particoes pra SOs e uma 5ª pra dados compartilhada, dá pra nada)
Saudade galera do VOL :)
Pessoal, como justificar um texto no vim? eu sei no nano, mas gosto de usaro o vim. no nano tem legenda simples :)

Meus cumprimentos :)

[8] Comentário enviado por phk em 09/11/2017 - 16:24h

Da para instalar perfeitamente no Windows. O problema é configurar e baixar os plugins.



Contribuir com comentário