DSSI-VST: Como rodar instrumentos virtuais VST no Linux

Publicado por Henrique Gogó em 27/11/2008

[ Hits: 19.321 ]

Blog: http://henriquegogo.wordpress.com/

 


DSSI-VST: Como rodar instrumentos virtuais VST no Linux



Bem, escrevo este tutorial pois demorei um pouco a "descobrir" como realizar a compilação do DSSI-VST para Linux para rodar instrumentos virtuais VST via DSSI.

Há um tempo que migrei definitivamente do Windows para o Linux, mas sentia dificuldades para ter bons programas e instrumentos no meu novo sistema operacional. Resolvi isso com a descoberta do FluidSynth (que carrega SoundFonts) e o DSSI-VST (que carrega instrumentos VSTi). Ambos os instrumentos são carregados através do Rosegarden, que uso para seqüenciar.

O Linux SIM é um ótimo sistema para criações musicais. O Rosegarden, junto com o Ardour, forma uma dupla imbatível e com qualidade no mesmo nível de programas proprietários de edição de áudio. Falo porque já produzi CDs e trabalho com gravações. Falo porque entendo e porque utilizo o Linux para minhas gravações atuais sem medo.

Instalando pacotes

Vamos ao que interessa. No Ubuntu 8.04 instalei o DSSI-HOST-JACK, que tem a função de carregar os instrumentos DSSI.

# apt-get install dssi-host-jack

Em seguida, instalei o DSSI do FluidSynth para carregar os SoundFonts no Rosegarden:

# apt-get install fluidsynth-dssi

Agora veio a parte mais difícil: compilar o DSSI-VST (DSSI que com função de VST Host).

Para isso, instale antes o Wine e tenha certeza que ele está funcionando.

# apt-get install wine

Acesse o site dos desenvolvedores do DSSI-VST e clique em dssi-vst.

Faça o download da versão mais nova e descompacte.

VST SDK (Opcional)

Os dois parágrafos seguintes são dispensáveis, mas altamente recomendáveis.

Não precisa, mas se quiser, baixe o VST SDK Header (original da Steinberg). Crie uma subpasta "vstsdk2.4″ dentro da pasta onde foi descompactado o DSSI-VST e descompacte o VST SDK.

Se isso for feito, edite o arquivo "Makefile" da pasta do dssi-vst colocando um "#" no início da linha "CXXFLAGS = -Ivestige -Wall -fPIC" e retirando o "#" da linha "#CXXFLAGS = -I./vstsdk2.4/pluginterfaces/vst2.x -Wall -fPIC". Salve.

Resolvendo dependências e executando

Instale o header do dssi, do wine, do liblo e do ALSA:

# apt-get install dssi-dev wine-dev liblo0-dev libasound2-dev

Provavelmente você não tem o compilador gcc instalado, então instale:

# apt-get install gcc

Bem, depois de resolvidas todas as dependências, vamos compilar.

Através do terminal, acesse a pasta onde foi descompilado o DSSI-VST e digite "make". Esse processo irá compilar o programa. Se der tudo ok, digite "make install" e pronto, você terá o DSSI-VST instalado!

Para carregar algum VST você pode simplesmente digitar (no terminal):

vsthost nomedovst.dll

Para carregar através do Rosegarden, crie uma pasta chamada "vst" (tudo minúsculo) no seu diretório home/você (ex.: /home/você/vst) e salve seus VSTis lá.

Pronto! Espero ter contribuído.

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Instalação de arquivos .bin no Linux

Características gerais do Zenwalk

AssaultCube - FPS Multiplataforma para GNU/Linux

Sites para baixar libs e pacotes para sua distribuição

Transformando Ubuntu em UbuntuStudio 7.04

  

Comentários
[1] Comentário enviado por rafiwskis em 19/05/2009 - 19:19h

Lindo. Show. Maravilhoso. Agora dá pra rodar meus VSTś no Kubuntu. Não imaginei que fosse tão simples. Valeu a força, cara!!!!

[2] Comentário enviado por Mr. Jean... em 24/10/2009 - 01:41h

O meu diz: Impossível achar Pacote wine-dev,
aí eu apaguei o wine-dev e instalei o resto;

Daí eu tentei usar o comando make e deu "command not found!

Meu sistema é Debian Lenny

O que será que não deu certo???

P.S.: Acabei de descobrir, não tinha instalado o make!!! Agora dei o comando "make" e deu td certo!



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts