Criando um roteador com o Linux

Publicado por Willians de Souza em 30/08/2006

[ Hits: 25.573 ]

 


Criando um roteador com o Linux



Bom, vamos lá! A função do roteador é unificar duas redes diferentes. Por exemplo, o PC1 da rede administrativa que tem o IP 10.0.0.51 quer se comunicar com o PC9 da rede corporativa que tem o IP 192.168.0.12. Analisando a situação você vai perceber que o PC1 faz parte da rede 10.0.0.0 e p PC9 faz parte da rede 192.168.0.0.

A comunicação entre esses 2 PCs não é possível porque cada um trabalha em redes diferentes uma da outra, a não ser que você tenha um roteador para unificar essas duas redes, nesse caso o router tem que estar fisicamente ou virtualmente ligado nas 2 redes, ou seja, tem que ter pelo menos 2 placas de rede.

Vamos a configuração do router.

Primeiro defina os IPs das duas placas de rede, aqui no meu exemplo é eth0 com o IP 10.0.0.1 e a eth1 com o IP 192.168.0.1.

Vamos lá, acesse o arquivo /etc/sysctl.conf e altere a linha "net.ipv4.ip=forward=0" para:

net.ipv4.ip=forward=1

Dessa maneira você irá habilitar o roteamento entre as duas placas de rede. Agora vamos a configuração das estações de trabalho.

Vamos definir as rotas nas estações de trabalho. Para saber as rotas ativas você pode utilizar o comando "route -n". Para acrescentar uma nova rota, ou seja, aqui você vai indicar a cada PC como ele vai se comunicar com a outra rede, vamos lá.

Digite o seguinte comando:

# route add -net 10.0.0.0 netmask 255.255.255.0 gw 10.0.0.1

Ou seja:

route add -net REDE QUE VOCÊ DESEJA ALCANÇAR netmask MASCARA DA REDE gw IP DO ROUTER

Essas configurações seriam feitas nos PCs da rede 192.168.0.0 para que eles alcancem os PCs da rede 10.0.0.0.

Agora vamos a configuração do PCS da rede 10.0.0.0:

# route add -net 192.168.0.0 netmask 255.255.255.0 gw 192.168.0.1

Pronto!

Consulte as rotas com o comando "route -n".

Toda a vezes que você reiniciar as estações de trabalho elas vão perder as rotas, para isso você vai inserir essas rotas no arquivo /etc/sysconfig/static-routes de cada umas das estações e pronto!

Espero que tenha ajudado... abraços.

Outras dicas deste autor

Ajustando seu sources.list no Conectiva Linux 10

Log online do sistema

Gerenciando processos no Linux

Leitura recomendada

Busca em texto com o método de Boyer Moore

Tunning Squid - Para alto tráfego

Desabilitando IPV6 na placa de rede

Transformando Ubuntu em UbuntuStudio 7.04

Cuidado com nomes de arquivos no Linux

  

Comentários
[1] Comentário enviado por m4sk4r4 em 30/08/2006 - 15:56h

Bacana,

Muito Bancana, interessante e simples.

Parabéns.

[2] Comentário enviado por proberio em 02/09/2006 - 13:06h

Bom, muito boa essa sua dica!

[3] Comentário enviado por aazevedo1984 em 22/11/2006 - 07:13h

Aonde fica o aquivo sysctl.conf no slackware caso exista e se não existir tem algum similar?



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts