Configurando repositórios no Debian Squeeze

Publicado por Kleber de Paiva Siqueira Costa em 06/02/2013

[ Hits: 96.151 ]

Blog: http://kleberpaivasiqueiracosta.wordpress.com/

 


Configurando repositórios no Debian Squeeze



Olá pessoal! Tudo bem?

Abordarei aqui a configuração do arquivo sources.list, bem como uma breve descrição das propriedades contidas nos parâmetros das linhas referentes aos repositórios contidos no arquivo, que serve para acesso a repositórios no Debian Squeeze.

Apesar de ser um assunto muito simples para veteranos, é causa de alguns transtornos para recém chegados ao mundo GNU/Linux.

Configurando o arquivo sources.list

Vamos começar, logado como root, faça:

# vim /etc/apt/sources.list

Após o abrir o arquivo sources.list, situado dentro do subdiretório /etc/apt/, digite as seguintes linhas em seu arquivo:

### Repositórios oficiais Brasil ###
deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free

### Repositórios oficiais US ###
deb http://ftp.us.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free
deb-src http://ftp.us.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free

deb http://ftp.us.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free
deb-src http://ftp.us.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free

### Repositórios de Multimídia ###
deb http://www.deb-multimedia.org squeeze main non-free
deb-src http://www.deb-multimedia.org squeeze main non-free

### Repositórios de segurança ###
deb http://security.debian.org/ stable/updates main
deb-src http://security.debian.org/ stable/updates main

### Backports ###
deb http://backports.debian.org/debian-backports/ squeeze-backports main
deb-src http://backports.debian.org/debian-backports/ squeeze-backports main

Salve o arquivo e saia. Agora rode o comando para atualização de sua lista base de pacotes:

# aptitude update

É possível que tenha algum problema com as chaves no repositório de multimídia, neste caso rode:

# aptitude install deb-multimedia-keyring
# aptitude update


Utilizei o aptitude update, mas poderíamos ter utilizado o apt-get update, o aptitude é na verdade um front-end do apt-get. Entraremos nestes detalhes em um futuro post, agora vamos falar a respeito dos repositórios adicionados em sua sources.list.

Entendendo os parâmetros das linhas de configuração

Como podemos entender a sintaxe de cada linha referente a um repositório?

Bem pessoal, cada palavra conta, e conta muito nessa hora, vamos fazer a dissertação de alguns dos termos utilizados. Vamos utilizar como exemplo, nossa primeira linha de configuração:

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free

Onde:
  • deb ou deb-src :: Significa o tipo de repositório, "deb-src" busca por fontes de pacotes, enquanto "deb" busca por pacotes prontos para instalação e uso;
  • http://ftp.br.debian.org/debian/ :: Significa o endereço do repositório a ser buscado;
  • squeeze :: É a referência a versão da distribuição relacionada ao tipo de pacote ou pacotes que buscamos;
  • main :: Área que guarda os principais arquivos da distribuição Debian;
  • Contrib :: Pacotes nessa área são livremente licenciados pelo detentor do Copyright, mas dependem de outros pacotes que não são livres;
  • non-free :: Pacotes nessa área têm algumas condições na licença que restringem o uso ou redistribuição do software.

Repositórios Backports

Se você tem dúvidas sobre este repositório, fique calmo. O Backports é um repositório paralelo ao projeto, e é mantido em conjunto pelos desenvolvedores e pela equipe de segurança do Debian. Esse repositório reúne novos programas e novas versões de programas compilados sobre a versão stable.

O que significa a saída Ign no "aptitude update" ou "apt-get update"?

É normal ver, repetidamente, o termo Ign enquanto o update da base de pacotes está rodando, fique tranquilo, isso é normal. Significa apenas que a ação de update tentou baixar um arquivo, que é opcional, mas ele não existe no repositório.

Essa saída normalmente ocorre para arquivos "Translation-pt_*", que são traduções das descrições dos pacotes para português, e DiffIndex, que são índices de diffs incrementais que permitem que o APT faça download apenas das mudanças recentes ocorridas na lista de pacotes.

O que significa apenas que teremos de ler as descrições dos pacotes em inglês e que o APT vai ter que baixar todo o arquivo Packages toda vez que acontecer alguma alteração naquele repositório, e não que você não vai receber as atualizações.

Conclusão

É só isso pessoal, espero ter ajudado com essa pequena contribuição.

Caso tenham alguma dúvida, elogio ou crítica construtiva, estarei à disposição, afinal de contas, estamos todos em processo de aprendizado, sempre...

Referências:
Grande abraço a todos!
Kleber de Paiva Siqueira Costa.

Outras dicas deste autor

Debian acadêmico - Instalando GeoGebra, Portugol IDE/G-Portugol e Java 7

Leitura recomendada

Instalando o Slax - Configurando wireless

Instalando o Linux no Windows

The Code Linux

VirtualBox 4.3 no Debian 8 (Jessie) 64bits

Instalando e configurando facilmente o Firebird 2 no Debian Lenny 5.0

  

Comentários
[1] Comentário enviado por satrianni em 08/02/2013 - 22:16h

Parabens pela dica!!!!

[2] Comentário enviado por kleberdepaivasc em 09/02/2013 - 00:07h


[1] Comentário enviado por satrianni em 08/02/2013 - 22:16h:

Parabens pela dica!!!!


Obrigado meu amigo!

[3] Comentário enviado por clodoaldops em 06/03/2013 - 17:36h

Penso em adotar o Debian com distro principal no meu netbook (atom-1.6ghz + 2gb + 160gb)
Very Good!

[4] Comentário enviado por kleberdepaivasc em 06/03/2013 - 19:18h

Será uma ótima escolha amigo Clodoaldo :)

Vai rodar redondo em sua máquina se portar o Gnome 2 ou o XFCE, se precisar de alguma juda, a comunidade é grande, pode contar comigo!
Grande Abraço.

[5] Comentário enviado por kleberdepaivasc em 06/03/2013 - 19:19h


[3] Comentário enviado por clodoaldops em 06/03/2013 - 17:36h:

Penso em adotar o Debian com distro principal no meu netbook (atom-1.6ghz + 2gb + 160gb)
Very Good!


Será uma ótima escolha amigo Clodoaldo :)

Vai rodar redondo em sua máquina se portar o Gnome 2 ou o XFCE, se precisar de alguma juda, a comunidade é grande, pode contar comigo!
Grande Abraço.

[6] Comentário enviado por NewScript em 04/01/2014 - 12:19h

Obrigado pelo artigo. Muito bom mesmo...

Como encontro uma lista sempre atualizada de repositórios Debian, do Kde e do Gnome?

Obs. Instalei só o básico do debian em meu notebook. Nem kde e Gnome estão presentes...

[7] Comentário enviado por ronaldogdk em 10/01/2014 - 17:39h

Parabéns muito bom o post.

[8] Comentário enviado por micheloliveira96 em 02/03/2015 - 00:58h

Muito obrigado, me ajudou muito !

[9] Comentário enviado por lapidus em 27/04/2015 - 02:52h

Eu fiz a minha source.list conforme a indicação da sua, somente trocando o "squeeza" por "stable".

Tudo funcionou normal. Mas me surigu uma dúvida. O "repositório oficial do Brasil" contém os mesmo programas que o "reposótio US"? A única diferença é a localização dos servidores ou realmente há pacotes diferentes em um e outro?


[10] Comentário enviado por larissa12 em 05/05/2016 - 20:48h

olá!! bom noite, sou nova no mundo GNU/linux uso o Debian, na sources.list coloquei as seguintes linhas
deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free

Quando dou o comando apt-gt update aparece:
Ign cdrom://[Debian GNU/linux 6.0.10 _squeeze - Official amd64 NETINST Binary 20140719-18:59] squeeze Release.gpg

se repete por uma 4 linhas e no final aparece:

lendo listas de pacote....pronto

Porém quando quando dou o comando apt-get install vim diz que o pacote 'vim' não esta candidato para instalação

e quando dou o mesmo comando para o cmatrix aprece que é impossível encontrar o pacote.

Obrigada!!!


[11] Comentário enviado por tcanuto em 23/06/2016 - 01:55h

Olá.

Sou um novato Debian. Obrigado pela ajuda.

Entrei como root através do Terminal, digitei # vim /etc/apt/sources.list , mas não abriu automaticamente o arquivo sources.list. Tive que abrir manualmente dentro da pasta apt.
Copiei e colei, depois que tento salvar, me aparece a mensagem: Não foi possível abrir o arquivo para escrita.

[12] Comentário enviado por Frederico_Favaro em 20/08/2016 - 18:02h


[10] Comentário enviado por larissa12 em 05/05/2016 - 20:48h

olá!! bom noite, sou nova no mundo GNU/linux uso o Debian, na sources.list coloquei as seguintes linhas
deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze-updates main contrib non-free

Quando dou o comando apt-gt update aparece:
Ign cdrom://[Debian GNU/linux 6.0.10 _squeeze - Official amd64 NETINST Binary 20140719-18:59] squeeze Release.gpg

se repete por uma 4 linhas e no final aparece:



Boa tarde @larissa12! Primeiramente, bem vinda ao mundo linux :)
Bem vamos lá! Para resolver seu problema é muito simples!
Por padrão o debian considera como fonte de repositórios o próprio cd/driver do debian, e é isso que é representado nas duas primeiras linhas do seu sources.list

#deb cdrom:[Debian GNU/Linux 8.5.0 _Jessie_ - Official amd64 CD Binary-1 20160$
deb cdrom:[Debian GNU/Linux 8.5.0 _Jessie_ - Official amd64 CD Binary-1 20160$

Na primeira linha vc tem um comentário dizendo de onde vem a fonte e na segunda a fonte em si, basta colocar um # no inicio da segunda linha (de forma a ficar igual a primeira) ou simplesmente apagar essas linhas, não vai lhe fazer falta! Feito isso pode dar seu sudo apt-get update que irá rodar lindo!

Quando vc abre a sua sources.list note as duas

[13] Comentário enviado por Frederico_Favaro em 20/08/2016 - 18:14h


[11] Comentário enviado por tcanuto em 23/06/2016 - 01:55h

Olá.

Sou um novato Debian. Obrigado pela ajuda.

Entrei como root através do Terminal, digitei # vim /etc/apt/sources.list , mas não abriu automaticamente o arquivo sources.list. Tive que abrir manualmente dentro da pasta apt.
Copiei e colei, depois que tento salvar, me aparece a mensagem: Não foi possível abrir o arquivo para escrita.



Blz tcanuto?
Bem vindo ao Debian! :)
Precisaria de mais detalhes para saber exatamente o que ocorreu, mas posso tentar dar algumas soluções possíveis.
1- O software vim não é instalado por padrão em algumas distribuições, logo se o erro ocorrido foi: "vim: comando não encontrado" é pq ele não esta instalado! Mas não tem problema, vc pode usar o "nano" no lugar basta digitar nano /etc/apt/sources.list que ele vai entrar.
2- Ao que parece vc digitou # (jogo da velha), se sim, não é para digita-lo, ele é um indicador de que vc esta logado como usuário root! Para editar o sources.list tanto pelo vim como por qq outro software, vc precisa logar como root! Para isso, no terminal digite: su ele vai pedir sua senha root (vc escolhe ela na instalação do sistema) digite ela e tecle enter se aparecer um texto como esse no terminal: root@nomemaquina:/home/usuario# significa que vc agora esta como usuario root, ai basta usar os comandos anteriores para abrir a sources.list
Outra opção para o root é instalar o sudo, se quiser da uma procurada do forum que tem ensinando como instalar!

qualquer coisa estamos ai! :)



Contribuir com comentário