Comandos de manipulação de arquivos e diretórios

Publicado por Cesar Filie em 06/06/2013

[ Hits: 30.033 ]

 


Comandos de manipulação de arquivos e diretórios



touch

Atualiza a última data de acesso ao arquivo. Se o arquivo não existir, será criado vazio por padrão.

Sintaxe: touch [opções] arquivo

Opções:
  • -c :: não cria o arquivo, caso este não exista.
  • -m :: atualiza somente a hora da modificação.
  • -a :: atualiza somente a data de acesso.
Exemplos:

Atualiza a data de acesso do arquivo, caso não exista, é criado vazio:

touch spcbrasil.txt

Cria o arquivo em branco:

touch arquivo
$ touch arquivo2 arquivo3


rm

Remove arquivos.

Sintaxe: rm [opções] arquivos

Opções:
  • -f :: não exibe mensagens de confirmação para eliminar arquivos.
  • -i :: pede confirmação antes de eliminar.
  • -r :: apaga recursivamente o conteúdo de um diretório.
  • -v :: exibe o nome de cada arquivo antes de eliminá-lo.

Exemplos:

rm spcbrasil.doc
$ rm -r /diretório/conteúdo


mkdir

Cria diretórios.

Sintaxe: mkdir [opções] nome_diretório

Opções:
  • -p :: cria os diretórios-pai, se ainda não existirem.
  • -m perm :: cria um diretório com a permissão de acesso perm.
  • --verbose :: mostra o nome de cada diretório criado.

Exemplos:

Cria o diretório "protegido" com a permissão 600:

mkdir -m 600 protegido

Cria os diretórios "dir1", "dir2" e "dir3":

mkdir dir1 dir2 dir3

Cria o diretório "documentos" e o diretório-pai "temp2":

mkdir -p /operftp/temp1/temp2/documentos

rmdir

Remove diretórios vazios.

Sintaxe: rmdir [opções] diretorio

Opções:
  • -p :: remove os diretórios intermediários se estes estiverem vazios.
  • --verbose :: mostra o nome de cada diretório removido.

Exemplos:

rmdir dir1 dir2

Remove o diretório vazio "temp2":

rmdir /operftp/temp2

Remove os diretórios vazios "documentos", "temp2" e "temp1":

rmdir -p /operftp/temp1/temp2/documentos

Apaga todos os arquivos do diretório corrente:

rmdir -ri *

mv

Move ou renomeia arquivos e diretórios.

Sintaxe: mv [opções] fonte destino

Opções:
  • -b :: faz backup dos arquivos que estão sendo movidos ou renomeados.
  • -f :: remove arquivos existentes sem confirmação.
  • -i :: pede confirmação antes de mover um arquivo que irá sobrescrever outro.
  • -v :: exibe o nome do arquivo antes de movê-lo.

Exemplos:

Move o SPC.doc do diretório "/operftp/origem" para "/operftp/destino":

mv /operftp/origem/SPC.doc /operftp/destino

Muda o nome do arquivo "spc1.doc" para "spc2.doc":

mv spc1.doc spc2.doc

Muda o nome do arquivo "spc1.doc" para "spc2.doc" pedindo confirmação ao sobrescrever o "spc2.doc" e criando arquivo de backup:

mv -bi spc1.doc spc2.doc

cp

Copia um ou mais arquivos.

Sintaxe: cp [opções] /caminho/arquivos_fonte /caminho/arquivos_destino

Opções:
  • -a :: preserva todos os atributos de arquivo.
  • -b :: faz backup antes de copiar.
  • -p :: preserva propriedade, permissões e o timestamp do arquivo.
  • -r ou -R :: copia recursivamente.
  • -u :: copia somente os arquivos fonte mais novos que os arquivos destino.

Exemplos:

Copia o arquivo "spc1.doc" com o nome de "spc2.doc" pedindo confirmação ao sobrescrever o "spc2.doc":

cp -i spc1.doc spc2.doc

Copia o arquivo "spc1.doc" do diretório "/operftp/origem" para "/operftp/destino":

cp /operftp/origem/spc1.doc /operftp/destino

ln

Cria links para arquivos ou diretórios. Cria tanto links simbólicos (soft links), como diretos (hard links). O padrão é links diretos.

Sintaxe: ln [opções] caminho nome_link

Opções:
  • -s :: cria link simbólico.
  • -d :: cria link direto para diretório (só root)
  • -f :: força a criação do link.
  • -b :: faz backup de cada arquivo de destino existente.
  • -i :: pede confirmação antes de remover arquivo.

Exemplos:

Cria o link direto "link1.doc". Se você apagar o "spc1.doc", o arquivo "link1.doc" permanecerá e vice-versa. Se você fizer alterações no "spc1.doc", essas alterações também aparecerão no "link1.doc" e vice-versa. O arquivo só desaparecerá se você apagar "spc1.doc" e "link1.doc".

Obs.: lembre-se de que, em um link direto, associam-se dois ou mais nomes de arquivo a um mesmo inode.

ln /operftp/tmp/spc1.doc link1.doc

Cria o link simbólico "link1.doc". Se você apagar o "link1.doc", não perderá o arquivo original. Você só perderá o arquivo, se apagar o "spc1.doc":

ln -s /operftp/tmp/spc1.doc link1.doc

Outras dicas deste autor

Comandos de filtragem

O comando ping

O gerenciador de pacotes dpkg

O comando telnet

Comandos para localização de arquivos

Leitura recomendada

VI - Como sobreviver

Terminal Drop Down nativo Xfce

Uma maneira fácil de fazer a cópia diretórios

Obtendo informações de hardware no Linux

As melhores coisas a fazer depois de instalar o Ubuntu 14

  

Comentários
[1] Comentário enviado por elvisdsb em 03/06/2014 - 18:48h

O que significa a palavra "recursivamente" no mundo Linux? Significa selecionar mais de um arquivo ou diretório para executar algum comando? Agradeço muito por uma resposta.



Contribuir com comentário