Clonando partições/HDs com o dd

Publicado por Alexis Huf em 15/05/2007

[ Hits: 53.842 ]

 


Clonando partições/HDs com o dd



Para clonar partições no Linux é recomendável usar o dd, que faz uma cópia bit-a-bit das partições, ou outros programas para Linux feitos para isso. A vantagem do dd sobre outros programas para Linux é a sua simplicidade e o fato de que qualquer Linux tem ele.

Outra forma é usar os populares Ghost e DriveImage, mas eles foram feitos pra Windows e não é muito recomendável usá-los. Eu confesso que já fiz dessa e funcionou, mas segundo um dos meus professores, tive bastante sorte! ;)

Também pode não ser preciso lembrá-los, mas a partição de origem e de destino devem sempre ter o mesmo tamanho, ou uns megas a mais, que serão desperdiçados e fica feio.

# dd if=origem of=destino

Tanto a origem como o destino podem ser tanto dispositivos de bloco (partições, HDs, cdroms) quanto arquivos normais. Isso quer dizer que podemos fazer dev -> arq, arq -> dev, dev -> dev, e até arq -> arq (embora esse último não tenha muito sentido). Exemplos:

Cópia partição-partição:

# dd if=/dev/hdc6 of=/dev/hdd1

Cópia hd-hd:

# dd if=/dev/hda of=/dev/hdd

Cria imagem sem compactação:

# dd if=/dev/hdc6 of=/mnt/bck/hdc6.img

Restaura imagem sem compactação:

# dd if=/mnt/bck/i.img of=/dev/hdd3

Cria imagem com compactada pelo 7zip:

# dd if=/dev/fd0 | 7z a -si /mnt/bck/img.7z

Restaura imagem compactada pelo 7zip:

# 7z x /mnt/bck/img.7z -so | dd of=/dev/fd0

Cria imagem compactada pelo gzip:

# dd if=/dev/fd0 | gzip -9f > /mnt/bck/img.gz

Restaura imagem comprimida com o gzip:

# gzip --decompress --stdout img.gz | dd of=/dev/fd0

Para compactar você pode usar qualquer compactador, basta fazer ele receber dados do STDIN ao criar a imagem e enviar para o STDOUT ao restaurar. Na verdade você pode fazer qualquer coisa com as imagens usando o dd com pipes, basta usar a imaginação!

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

autofs - Utilização no Debian Squeeze

Link simbólico e hardlink

Desmontando partição em uso (is busy)

Apagar arquivos da lixeira no Gnome, na marra!

Recuperar Arch Linux quebrado

  

Comentários
[1] Comentário enviado por riick em 19/05/2007 - 23:24h

Bem util a dica, esse dd é bom demais.

[2] Comentário enviado por rogeriojlle em 24/07/2009 - 19:29h

Estou usando sua dica para clonar minhas instalações nos laboratórios de informática, mas tenho que antes redimensionar a partição pois ele copia inclusive o espaço vazio, que é mais da metade da partição, o que me dá uma etapa extra, que é a de corrigir o tamanho das partições e também a mbr.
partindo do princípio que está sendo utilizado apenas ext3, tem alguma ferramenta de clonagem que ignore o espaço vazio?

em tmpo:
cp -a /media/sda1 /mnt/algumacoisa (num livecd ubuntu desktop)
montei a partição como root e o comando "cp -a" não copia todos os arquivos

[3] Comentário enviado por alexishuf em 24/07/2009 - 20:06h

Pra clonar sem se importar com o tamanho, tem ferramentas como o ghost e alguns clones que funcionam bem, mas nunca testei em partições linux.

Já ouvi falar de ghosts feitos pra rodar em linux:
http://br-linux.org/linux/phanton_ghost_livre
http://br-linux.org/linux/phanton_ghost_livre

Mas denovo, talvez valha a pena ver oq acontece se você clonar uma particao linux com o ghost (se ele reconhecer).

Não entendi o que você tentou fazer com esses dois comandos, e como você tá em um livecd, mnt/algumacoisa pode estar na ram



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts