Vacuum - otimizando sua base de dados PostgreSQL

Vacuum libera espaço em disco utilizado pelos registros deletados de uma base de dados do PostgreSQL, que teoricamente não são mais necessários. Nesse artigo veremos em detalhes como utilizar essa excelente ferramenta.

[ Hits: 96.071 ]

Por: Vagner Rodrigues Fernandes em 06/01/2005 | Blog: https://takedownsec.com.br/


Vacuum no shell



Agora iremos utilizar vacuum no shell, é muito simples o comando, só muda um pouquinho no shell do Linux, onde o vacuum se chama vacuumdb:

Parâmetros do vacuumdb no shell:
  • -a : passa em todos bancos de dados;
  • -d base : para escolher o banco de dados;
  • -f : vacuum full;
  • -z - vacuum analyze;
  • -v : verbose;
  • -h : servidor remoto postgres;
  • -U : login do usuário do banco.

Exemplo:

# su - postgres
# vacuumdb -d banco -z -v


Irá executar vacuum na base "banco" com parâmetro analyze e com verbose.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Vacuum no shell
   3. Gerando logs do vacuum
   4. Observações
Outros artigos deste autor

Burlando "MSN Sniffers" com TOR e Gaim

DropBear: um serviço de SSH alternativo

tMSNc - MSN modo texto

CruxPorts4Slack - O ports para Slackware

LFTP - Sophisticated File Transfer Program

Leitura recomendada

Criando um banco de dados espacial com PostgreSQL + PostGIS

Diagrama Entidade-Relacionamento com Dia e tedia2sql para o PostgreSQL

Checklist de performance do PostgreSQL 8.0

Replicando banco de dados PostgreSQL

PostgreSQL básico - Testado e pronto para ser usado

  
Comentários
[1] Comentário enviado por paulopewera em 15/10/2012 - 11:01h

Estou tentando criar um script de Backup mas quando eu executo ele me pede a senha para o banco, como posso resolver?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts