Instalar, configurar e navegar com softmodem no Slackware

Quando comecei a usar o Linux como desktop tive problemas com minha conexão discada, pois utilizo um softmodem - também chamado de winmodem - o qual quase não tem suporte no Linux. Googlei e rodei muito por aí, quase desisti, pois na maioria das vezes achava artigos incompletos, e os conselhos eram do tipo "compre um hard modem!".

[ Hits: 13.462 ]

Por: Luiz Fernando Postingel Quirino em 10/10/2007 | Blog: http://luizfpq.blogspot.com


Instalando dispositivo



Bom, depois de tanto buscar fui colecionando informações e a partir dessas buscas cheguei ao passo a passo aqui descrito.

Caso você não use sua eth0, mesmo tendo-a instalada, durante a instalação após configurar o mouse você escolherá sua rota padrão como loopback, senão terá que criar um script para alterá-la posteriormente (exemplificado ao longo das configurações). Ou então reconfigurar sua Default route no comando "netconfig".

Comece baixando o driver de seu modem, neste caso usei o Conexant Hsf 56:
Eu o instalei no Slackware 10.2. O driver para esse Softmodem tem uma particularidade, a limitação para atuar a 14.4Kbs, caso você queira usá-lo com 56Kbs deverá comprar uma chave. No entanto, com o lynx é possível navegar nessa velocidade sem problemas, só pra termos certeza de que está tudo funcionando.

Agora descompacte o arquivo baixado com o seguinte comando:

# tar -vzxf hsfmodem-7.60.00.09full.tar.gz

(altere o nome do arquivo conforme a versão baixada)

Agora entre na pasta criada:

# cd hsfmodem-7.60.00.09full

Depois dê o comando:

# make install

Pronto, já está instalado. Agora devemos configurar o nosso modem:

# hsfconfig

Você verá então os parâmetros de configuração do modem:

Trying to automatically build the driver modules...
(this requires a C compiler and proper kernel sources to be installed)

Where is the linux source build directory that matches your running kernel?
[/lib/modules/kernel 2.43.1/build] (Quando parar aqui apenas tecle enter)

Please enter region name for modem unit 0 [BRAZIL]: BRAZIL (QUANDO PARAR AQUI DIGITE BRAZIL EM MAIÚSCULA E COM Z)

Please enter your email address [unknown]: voce@dominio.com.br (QUANDO PARAR AQUI DIGITE SEU EMAIL OU ENTÃO O QUE VOCÊ OBTEVE NO PROCESSO DE COMPRA DE LICENÇA)

The registration ID for modem unit 0 is: 4649-36EB-A785

Please enter license key [FREE]: FREE (QUANDO PARAR AQUI DIGITE FREE EM MAIÚSCULA OU ENTÃO A LICENÇA QUE VOCÊ PODE TER COMPRADO)

Normalmente estes serão os parâmetros retornados:
Current parameters: ("hsfconfig --info")

Config for modem unit 0: /dev/ttySHSF0 (AQUI ESTÁ O LOCAL DE SEU MODEM)
        Device instance: 0-PCI-127a:2014-122d:4055
        HW revision    : Basic2 2.15 Standard DAA
        HW profile name: hsfpcibasic2
        Registration ID: 4649-36EB-A785
        License owner  : voce@dominio.com.br
        License key    : FREE
        License status : FREE (max 14.4kbps data only)
        Current region : BRAZIL (T.35 code: 0016)

The /dev/modem alias (symlink) points to ttySHSF0

To enable full 56K modem and FAX functionality, enter your license information
with "hsfconfig --license".

License owner and key data must EXACTLY match the information respectively
provided to and by Linuxant. Otherwise, license status will remain "FREE"!

O modem Hsf geralmente será instalado como /dev/ttySHSF0 

Agora vamos à conexão...

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando dispositivo
   2. Configurando Kppp
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Transações Financeiras (Warsaw vs User Agent Overrider) - Itaú Bankline 30 horas

Anon-Proxy no Debian Lenny

Agora existem espelhos brasileiros do Sabayon Linux, use-os!

Servidor de Internet, Firewall, Logs - Ubuntu 10.04.3 LTS Lucid Lynx

DNS com BIND

  
Comentários
[1] Comentário enviado por mrazec em 10/10/2007 - 11:19h

Hi Brother, What's up?
Um bom artigo usei durante muito tempo discada e sei bem o que é isso, sofrer para configurar MODEM.
Principalmente da Conexant, os smartlink blzinha.
Eu passei por alguns problemas com o da Conexant por causa da versão do Kernel..

Otimo artigo não podemos esquecer que no BRASIL ainda usamos muito discada principalmente no interior.

[]'s
Razec

[2] Comentário enviado por juliofn em 10/10/2007 - 19:25h

Para quem conhece e já acha o Slackware familiar, essas configurações são bem validas, mais para que esta começando igual a vc a um tempo atrás, vai ter certas dificuldades!!

[3] Comentário enviado por marcrock em 11/10/2007 - 17:05h

Ótimo artigo!

Eu tambem uso discada ilimitada aqui com o driver da Smartlink(que aliás funciona muito bem).
Uma dica pra quem quiser se conectar pelo terminal é o Wvdial , um ótimo programa para modo texto!!!

Falow
Até +!!!!

[4] Comentário enviado por GilsonDeElt em 16/10/2007 - 10:33h

vlw, Luiz
artigo muito bom!

seria bom se ele existisse há um tempo atrás, em Dezembro, qdo instalei o Slack 11 ^^

uso modem Conexant tbm
meu PC veio com Conectiva 10, e tem o driver do modem
só que o driver é versão OEM, e não traz nem gera os módulos do kernel

aí pra ficar com net a 56 kbps baixei um driver da Conexant e usei um "gerador de chave" chamado hsfpatch
(não quero incentivar coisas ilegais, mas fiz isso por ter um driver com licença que funcionava a 56 kbps no Conectiva 10 e que não instala em nenhum outro, mas se quiser o hsfpatch e não achar na net me avisa que eu envio)



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts