Instalando o Lusca Cache (Squid) + Thunder Cache 3

O objetivo deste post é ensinar/informar como instalar o Lusca Cache trabalhando em conjunto com o Thunder Cache.

[ Hits: 86.733 ]

Por: Rodrigo Ribeiro em 25/02/2010 | Blog: http://www.rodrigoribeiro.com.br


Informações



O objetivo deste post é ensinar/informar como instalar o Lusca Cache trabalhando em conjunto com o Thunder Cache.

O Lusca Cache é um fork do Squid (Squid totalmente reescrito, veja mais em http://www.lusca.org/), que tem como finalidade corrigir suas deficiências, visando ter maior estabilidade e funcionalidade que o projeto original.

Já o Thunder Cache é uma iniciativa do Luiz Biazus e do Rodrigo Manga (www.thundercache.org), que trabalha em conjunto ao Squid ou Lusca, reescrevendo URLs e armazenando os arquivos em disco e disponibilizando na próxima solicitação, não sendo necessário baixá-lo novamente da internet. A economia de link de internet pode chegar aos 40% em alguns casos. Em provedor com link saturado é uma mão na roda!

Ambiente de laboratório:
  • Distro: Slackware Linux 12.2, instalação full
  • Pacotes necessários: Lusca Cache, Thunder Cache 3

Download e descompactação dos pacotes

Download do Lusca:

# wget -c http://lusca-cache.googlecode.com/files/LUSCA_HEAD-r14371.tar.gz

Download do Thunder Cache 3:

# wget -c http://www.biazus.com/forum/download/file.php?id=179

Descompactando os pacotes baixados.

Lusca:

# tar -xzvf http://lusca-cache.googlecode.com/files/LUSCA_HEAD-r14371.tar.gz

Thunder 3:

# mkdir /root/thunder3
# tar xjvf thunder3-32bits.tar.bz2 -C /root/thunder3


Compilando o Lusca

Execute:

# ./configure --libexecdir=/usr/lib/squid --localstatedir=/var --prefix=/usr --sysconfdir=/etc/squid --enable-async-io --with-pthreads --enable-heap-replacement --enable-coss-aio-ops --enable-ssl --enable-htcp --enable-arp-acl --enable-removal-policies=lru,heap --disable-hostname-checks --enable-default-err-language=Portuguese --enable-err-languages=Portuguese --enable-linux-netfilter --enable-snmp --disable-ident-lookups --with-maxfd=65536 --enable-storeio=aufs,null,coss --enable-epoll

Após o configure:

# make && make install

Segue abaixo o squid.conf utilizado no laboratório:

http_port 3128 transparent
icp_port 0
cache_replacement_policy heap LFUDA
cache_dir aufs /cache/squid/01 20000 256 256

memory_replacement_policy heap GDSF
cache_mem 128 MB
maximum_object_size 256 MB
minimum_object_size 0 KB
maximum_object_size_in_memory 256 KB
cache_swap_low 90
cache_swap_high 95
ipcache_size 1024
fqdncache_size 1024

#
# Configuração proxy estática ------------------------------------------
#

ipcache_low 90
ipcache_high 95

#hierarchy_stoplist cgi-bin ?
acl QUERY urlpath_regex cgi-bin \?
no_cache deny QUERY

mime_table /etc/squid/mime.conf
pid_filename /var/run/proxy.pid
debug_options ALL,1
log_fqdn off

refresh_pattern ^ftp: 15 20% 2280
refresh_pattern ^gopher: 15 0% 2280
refresh_pattern . 15 20% 2280

acl all src 0.0.0.0/0
acl redeinterna src 172.16.0.0/12
acl manager proto cache_object
acl localhost src 127.0.0.1/255.255.255.255
acl to_localhost dst 127.0.0.0/8
acl SSL_ports port 443 563 82
acl Safe_ports port 80 # http
acl Safe_ports port 21 # ftp
acl Safe_ports port 443 563 # https, snews
acl Safe_ports port 70 # gopher
acl Safe_ports port 210 # wais
acl Safe_ports port 1025-65535 # unregistered ports
acl Safe_ports port 280 # http-mgmt
acl Safe_ports port 488 # gss-http
acl Safe_ports port 591 # filemaker
acl Safe_ports port 777 # multiling http
acl CONNECT method CONNECT

#=========================================================#
# Thunder 3
#=========================================================#
acl thunder_lst url_regex -i "/etc/thunder/thunder.lst"
cache deny thunder_lst
cache_peer 172.16.1.3 parent 8080 0 proxy-only no-digest
dead_peer_timeout 2 seconds
cache_peer_access 172.16.1.3 allow thunder_lst
cache_peer_access 172.16.1.3 deny all


http_access allow manager localhost
http_access allow redeinterna
http_access deny manager
http_access deny !Safe_ports
http_access deny CONNECT !SSL_ports


cache_mgr localhost
cache_effective_user squid
cache_effective_group squid
visible_hostname localhost

dns_testnames registro.br

#acl snmppublic snmp_community public
#snmp_access allow snmppublic localhost
#snmp_access deny all
#snmp_incoming_address 0.0.0.0
#snmp_outgoing_address 255.255.255.255


# Configuraçao de LOG
cache_log none
cache_store_log none
# Sem log de acesso
#cache_access_log /var/log/squid/access.log
cache_access_log none


# Setar TOS 8 em pacotes IP de arquivos em cache
zph_mode tos
zph_local 0x08
zph_parent 0
zph_option 136
visible_hostname localhost
cache_mgr localhost
mime_table /etc/squid/mime.conf
pid_filename /var/run/proxy.pid
cache_effective_user squid
cache_effective_group squid

Altere o IP 172.16.0.3 para o IP do seu servidor proxy cache.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Informações
   2. Instalando o Thunder / organizando o ambiente
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Gerando relatórios no Sarg com nome da máquina/usuário ao invés do IP

Proxy Squid com autenticação + Sarg + Webmin

Manual traduzido do Squid - Parte 2

Squid autenticando no Windows utilizando grupos do AD

Malware Patrol - Atualização automática do Squid

  
Comentários
[1] Comentário enviado por dtux em 25/02/2010 - 07:34h

Puxa parece ser loko esse Lusca Cache!!!

[2] Comentário enviado por rauhmaru em 25/02/2010 - 09:56h

Deu vontade de experimentar! Vou testar!

[3] Comentário enviado por juliolix em 25/02/2010 - 16:34h

Thunder Cache = PROPRIETARIO.
Ficar usando versões antigas e dizer que pelo menos esse e gratiz ta por fora!
To be Free..........

[4] Comentário enviado por osmano807 em 25/02/2010 - 19:03h

Não seja por isso, façam uma petição que libero o source do 3.0 uai...
Que briga... É grátis como um copo de cerveja :P

Lembrando que Thunder 2.x é GPL, E QUE MESMO ASSIM MILHARES DE PESSOAS COPIARAM, MODIFICARAM, E ESTÃO VENDENDO SEM DISTRIBUIR SUAS MELHORIAS PARA A COMUNIDADE!!

Entenderam porque não liberamos o source?

___________________

Não gosto de scripts, sorry. Preferia uma explicação mais detalhada pra que serve cada coisa, sei lá

"O Lusca Cache é um fork do Squid (Squid totalmente reescrito, veja mais em http://www.lusca.org/), que tem como finalidade corrigir suas deficiências, visando ter maior estabilidade e funcionalidade que o projeto original."

Não foi totalmente reescrito pelo que sei, só foram fazendo melhorias...

Att Joaquim Pedro, osmano807, doidão que ajudou a fazer o thunder 3/4 e vários plugins do 2.x

_______________

Melhor baixar o lusca head, essa versão se não me engano está velha demais...

_________________
Baixem, vai que o Luiz dá uma limpada no forum e deleta o thunder 3... O foco agora é o 4, pago, capitalismo Rlz! kkk

[5] Comentário enviado por wimigasltda em 26/02/2010 - 10:31h

Que isso gente não vamos desmerecer o trablaho do pessoal do thunder cache, ta certo viro capitalismo, mas o osmano tem razão em partes em dizer que copiaram o codigo do thunder 2.x e nao disponibilizaram as melhorias isso acho injusto. Sempre se pensa no bem das pessoas e no bem do colegas. Mas tambel tem que ser ganhar um didim, senão a coisa fica feia. Agora com link de 35 megas em meu servidor nem precisaria de usar cache. Poderia usar sem , mas mesmo assim estou usando e acho muito bacana deixar a rede bem ligth.

[6] Comentário enviado por mendesbsb em 26/02/2010 - 15:55h

Gostaria de saber é se alguém conseguiu colocar ou tem o conhecimento de algum howto do Squid sendo multiprocessado.
Dai eu quero ver :)
Abraços

[7] Comentário enviado por danielrsj em 28/02/2010 - 00:35h

utilizando o squid como proxy transparente eu não consigo redirecionar a porta 443 para o squid.
Por isso ou eu crio regras no iptables para bloquear o ultra surf, ou eu configuro o proxy manualmente no browser para poder filtrar a porta 443 e ftp pelo squid....


Pergunta:
Com o lusca eu consigo filtrar https e ftp utilizando o modo transparente?

[8] Comentário enviado por lrmurad em 01/06/2010 - 19:06h

no arquivo /etc/thunder/thunder.conf tem as seguintes linhas:
# Port thunder is listening on.
#
# Default:
PORT 8080

Não há necessidade de alterar para a porta usada pelo proxy no squid.conf?

[9] Comentário enviado por julpinheiro em 21/06/2010 - 08:56h

Muito boa a iniciativa parabens, vou testar para ver na integra os resultados, mas tenho duas duvidas:
- É possível redirecionar para o MK sendo utilizado como um cache paralelo dele (MK gerenciando a rede)?
- Qual seria a topologia da rede paralela, serie ou interligado a um servidor diretamente para receber e enviar os dados por meio de uma única placa de rede?

[10] Comentário enviado por jgama em 04/09/2010 - 21:59h

Pessoal porque está aparecendo este erro?

root@server-pdc:~# /etc/init.d/thunder start
Starting Thunder ...
/etc/init.d/thunder: 109: /usr/local/sbin/thunder: not found
root@server-pdc:~#

Verifiquei o script e esta correto é copiado o daemon thunder para para /usr/local/sbin/

A linha 109 é exatamemte a ultima linha do script em /etc/init.d/thunder.

esac --> linha 109.1

Estou usando Ubuntu-server 10.4 LTS.

Alguém sabe?

Abraço

[11] Comentário enviado por morfetico em 28/10/2010 - 09:55h

Maravilhoso este sitio
Fiquei meia hora escrevendo um comentario e o fato do capcha estar errado apagou tudo que escrevi

So vou tentar ajudar este amigo:
Starting Thunder ...
/etc/init.d/thunder: 109: /usr/local/sbin/thunder: not found

dê o comando which thunder

se existir faça um link simbólico
ln -s /resultado/do/comando /usr/local/sbin/

[12] Comentário enviado por jd_am em 30/10/2010 - 23:16h

ola a todos estou com um pequeno proble.

Esta a instalar o thunder mais depois de tudo pronto ele fica me reportando esse erro no iniciar.

stanting thunder

/usr/local/sbin/thunder

erro while loading shared libraries:libmysql client.so.15: cannot open shared object file: no such file or directory

Fico desde já grato com a ate~ção de todos.

Att: jdam.

[13] Comentário enviado por leonardo_linux em 28/02/2011 - 20:00h

Quantos Usuários ele suporta simultaneamente? fiz algumas pesquisas e com alguns contatos falaram que ele trava muito, gostaria de saber por alguem que usa de verdade....

[14] Comentário enviado por damilson em 18/11/2011 - 08:53h

uma maravilha este post deu certo como 2 e 2 são 4, so tem um problema o htb não deixa passar, como da pra resolver isso???

[15] Comentário enviado por conectnet em 22/12/2011 - 08:22h

esse cache e gratis nao pago por ele?

[16] Comentário enviado por M4R10 em 11/08/2012 - 00:26h

Amigo, no meu da esse erro " WARNING: Unrecognized options: --enable-coss-aio-ops, --disable-hostname-checks" será que dava pra me ajudar?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts