Gerar par de chaves com o GnuPG em 11 passos

Esse artigo foi desenvolvido com o intuito de ajudar algumas pessoas que ainda não possuem seu par de chaves pública/privada e também para aqueles que pretendem colaborar com as traduções do Ubuntu Linux, https://launchpad.net/, utilizando o Rosetta, e futuramente fazer parte do Ubuntu Portuguese Brazilian Translator Team, onde é necessário assinar o código de conduta utilizando as chaves GPG.

[ Hits: 54.505 ]

Por: Emerson Soares em 03/04/2006


Assinando arquivos e extraindo sua chave pública do chaveiro



8. Assinando arquivos

Assinar um arquivo é garantir que você é a pessoa que realmente enviou aquele arquivo. Use a opção -s para assinar arquivos usando sua chave privada:

$ gpg -s arquivo.txt

A "Frase Senha" será pedida para assinar os dados usando sua chave privada. Será gerado um arquivo arquivo.txt.gpg (assinado e compactado). Adicionalmente a opção --clearsign poderá ser usada para fazer uma assinatura em um texto plano, este é um recurso muito usado por programas de e-mails com suporte ao gpg:

$ gpg -s --clearsign arquivo.txt

Será criado um arquivo chamado arquivo.txt.asc contendo o arquivo assinado e sem compactação.

9. Extraindo sua chave pública do chaveiro

Sua chave pública deve ser distribuída a outros usuários para que possam enviar dados criptografados ou checar a autenticidade de seus arquivos. Para exportar sua chave pública em um arquivo que será distribuído a outras pessoas ou servidores de chaves na Internet, use a opção --export:

$ gpg --export -a usuário >chave-pub.txt

Ao invés do nome do usuário, poderá ser usado seu e-mail, ID da chave, etc. A opção -a permite que os dados sejam gerados usando bits ASCII 7.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Antes de começar, vamos preparar um disquete para guardar suas chaves.
   2. Instalando o gnuPG e gerando seu par de chaves
   3. Vamos então ver como isso funciona na prática
   4. Enviando sua chave para um keyserver e fazendo alterações
   5. Assinando arquivos e extraindo sua chave pública do chaveiro
   6. Mudando sua "Frase Senha" e escolhendo seu keyserver.
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Monitorando redes utilizando Ntop

Malware, Vírus e Hacking. Estamos seguros usando Linux?

Rootkit: Uma nova ameaça?

Computação de alto desempenho

Exploração de Falhas em Servidores FTP

  
Comentários
[1] Comentário enviado por mbmaciel em 04/04/2006 - 23:35h

Olá cyb3rm4n,

Já faz um tempo estou querendo entrar para o time de tradutores.

Dá uma força lá! ;)
Abraços

link: https://launchpad.net/people/mbmaciel

[2] Comentário enviado por removido em 07/04/2006 - 12:43h

Grande Emerson,

Muito bom o artigo.

Abraço!!!

[3] Comentário enviado por fernandofat em 12/04/2006 - 15:31h

cyb3rm4n, esta chave serve para assinar sites que utilizam conexão segura (SSL)?

[]'s

Fernando

[4] Comentário enviado por rogeriojlle em 23/01/2007 - 11:44h

gerei as minhas chaves usando o seahorse no ubuntu edgy, agora eu consigo criptografar com o menu de contexto do gnome, gerando um arquivo .pgp que pelo meu entendimento é o arquivo criptografado

qual é o procedimento se por acaso eu receber um arquivo .pgp de alguém? o gnome não asociou nenhum programa a esse tipo de extensão e não como "descriptografar"

[5] Comentário enviado por andregondim em 06/07/2007 - 22:17h

Muito bom o artigo, mas tem como modificar o comentário da chave? Achei como editar a senha, mas não o comentário. =/

Abraços,
André Gondim
http://andregondim.eti.br/

[6] Comentário enviado por celsopimentel em 11/12/2008 - 19:37h

E ai [cyb3rm4n] como vai tchê, eu pesquisando na net informação sobre GnuPGP e quem eu acho, artigo do grande Emerson Soares. Parabéns ótimo artigo.

[7] Comentário enviado por ldsjj em 14/01/2016 - 17:18h

Quase dez anos depois e o artigo ainda continua ajudando...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts