Fazendo o bash contar piadas

Olá, gostaria de compartilhar com vocês a aplicação que estou fazendo do script funcoeszz em conjunto com apertium, espeak e outros aplicativos para fazer o terminal bash contar piadas. Pretendo treinar a instalação de aplicativos e promover um momento lúdico com as diversas funcionalidades promovidas pelos aplicativos mencionados.

[ Hits: 15.965 ]

Por: Josberto Vieira em 05/02/2011


Instalando apertium



Para isso, inicialmente gostaria de sugerir a instalação do programa tradutor de texto apertium.

Inicialmente seria interessante seguir o tutorial que está em:
Ou seja:

1. Atualizar a sua distribuição com algumas ferramentas.

sudo apt-get install subversion build-essential g++ pkg-config libxml2 libxml2-dev libxml2-utils xsltproc flex automake autoconf libtool libpcre3-dev

2. Como root ir para a pasta /usr/local.

3. Usar a ferramenta de subversão para baixar uma cópia do Apertium.

svn co http://apertium.svn.sourceforge.net/svnroot/apertium/trunk apertium

4. Compilar e instalar a ferramenta lttoolbox com as seguintes instruções:

cd apertium
$ cd lttoolbox/
$ PKG_CONFIG_PATH=/usr/local/lib/pkgconfig ./autogen.sh
$ make
$ sudo make install
$ sudo ldconfig


5. Compilar e instalar o apertium com as seguintes instruções:

cd ..
$ cd apertium/
$ PKG_CONFIG_PATH=/usr/local/lib/pkgconfig ./autogen.sh
$ make
$ sudo make install
$ sudo ldconfig


6. Compilar todos os dados linguísticos.

Neste ponto seu Linux se tornará um verdadeiro poliglota! Tenha paciência com ele, pois para ele aprender todo o estado da arte desenvolvido nos últimos 15 anos com Apertium, você vai precisar de alguns minutinhos...

O autor original de Apertium recomenda:

"To compile all the pairs without typing each directory once you can use the following script. Run the script, and go and make a cup of coffee- this could take a while. Inside compile.txt you can see some of the results of the compilation. "


Ou seja, ele diz mais ou menos assim:

"Para compilar todos os pares linguísticos sem ter que digitar cada diretório separadamente você pode escrever o script abaixo, rodar tal script e ir tomar um café... Dentro do arquivo compile.txt está os resultados da compilação"

#!/bin/bash
list=`ls -d apertium-??-??`
# list of folders with a name like apertium-xx-xx
# lista todas as pastas cujo nome
# segue o padrão apertium-xx-xx
for folder in $list
do
cd $folder >> ../compile.txt
PKG_CONFIG_PATH=/usr/local/lib/pkgconfig ./autogen.sh >> ../compile.txt
make >> ../compile.txt
sudo make install >> ../compile.txt
cd ..
done

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando apertium
   2. Instalando funcoeszz, atualizando espeak e criando o contador_piadas.sh
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Minha caixa de ferramentas no GNU/Linux

BigBashView, interface gráfica para o seu shell script

XML de NF-e ou CT-e ou MDF-e - Como validar usando os pacotes de esquemas do Governo

KeepAlive para conexão discada (ou não)

Colocado o "Motion" na inicialização do Ubuntu 7.04

  
Comentários
[1] Comentário enviado por jeanlandim em 05/02/2011 - 10:42h

Bom, eu não cheguei a ler o seu artigo mais eu acho que já tem um programa que faz isso: fortune.

[2] Comentário enviado por rogeriojlle em 05/02/2011 - 13:15h

querem aumentar ainda mais o arsenal de inutilidades das funçõeszz

[3] Comentário enviado por xirux em 05/02/2011 - 19:13h

Bom, por isso o software é livre. "Talvez eu não queira testá-lo, mas defenderei até o fim seu direito de criá-lo!!"

[4] Comentário enviado por fabio em 06/02/2011 - 00:18h

O aplicativo é bem diferente do fortunes, ele narra a piada. Ficou muito bacana, demora um bocado para baixar o apertium via svn, mas vale cada minuto! :)

Parabéns pelo artigo.

Um abraço.

[5] Comentário enviado por ilkyest em 08/02/2011 - 23:44h

cara.... gostaria de saber duas coisas.

conforme o post acima, ele "narra" a piada? é isso?

e, a origem desses textos "vem de fora"? eu não posso gerar textos que me sejam gerados aleatóriamente?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts