Facilitando o acesso a disquetes e memory keys (PenDrives) no Kurumin

Ao contrário do Mandrake com o fantástico supermount, o acesso a disquetes e Memory Keys não é tão rápido e intuitivo no Kurumin o quanto este pretende ser para os usuários em geral. Este artigo pretende orientar os usuários do Kurumin a configurar o KDE para que este acesso se torne quase instantâneo e sem muito "trabalho braçal".

[ Hits: 27.749 ]

Por: andre uebe em 19/03/2005 | Blog: http://resa.net.br


Solução proposta para memory keys (pen drives)



Memory Keys (ou PenDrives) são cartões flash que servem para o armazenamento de dados. Estão bastante difundidos hoje. Até uma máquina fotográfica com cartão flash pode servir de Memory key em uma emergência (a minha já "quebrou um galhão" diversas vezes).

Ao contrário do Red Hat/Mandrake, que reconhecem automaticamente um Memory key plugado na USB, no Kurumin isto tem que ser feito manualmente. Para minimizar o trabalho braçal, vamos a alguns procedimentos:

Primeiro vamos fazer o Kurumin reconhecer o memory key no boot. Para isso:

a) Vá para o terminal (linha de comando);

b) Acesse como usuário root digitando:

$ su root

e informe a senha.

c) Como root digite:

# mkdir /mnt/MK
# mcedit /etc/fstab


Com isso você criará um diretório (que pode ser outro a sua escolha) para receber o conteúdo do Memory Key.

d) Após a última linha, digite:

/dev/sda1    /mnt/MK    vfat    defaults,users,auto,showexec   0  0

Onde:
  • /dev/sda1 - Dispositivo de memory key;
  • /mnt/MK - Ponto de montagem onde o conteúdo do Memory Key poderá ser achado dentro do HD;
  • vfat - Tipo de partição (em geral os Memory Keys usam vfat).

Um detalhe: este passo (d) é essencial para que o Kurumin reconheça o dispositivo no boot. Caso contrário, você teria que fazer isto manualmente a cada boot.

e) Tecle F10 e escolha SIM para salvar o arquivo.

f) Reinicialize o Linux.

A partir de agora é só configuração no KDE (como no caso do disquete):

g) Clique com o botão direito do mouse (se estiver invertido é o esquerdo), sobre a barra de tarefas (a que geralmente fica na borda inferior do KDE), em um local vazio da mesma.

h) Clique em: Adicionar -> Botão de Aplicativo -> Sistemas --> Disco Livre.

Pronto! Vai ser criado um ícone de umas engrenagens coloridas.

Quando quiser acessar um Memory Key, insira-o na USB, clique sobre o ícone das engrenagens, localize o dispositivo "/dev/sda1" na tela que vai aparecer. Clique com o botão direito do mouse sobre ele e selecione "montar dispositivo" e, depois "abrir no gerenciador de arquivo".

Um detalhe: para evitar perda de dados, antes de retirar o Memory Key da USB, é IMPRESCINDÍVEL que você clique sobre o ícone das engrenagens, localize o dispositivo "/dev/sda1" na tela que vai aparecer. Clique com o botão direito do mouse sobre ele e selecione "desmontar dispositivo".

Espero ter colaborado com esta dica e também que o Morimoto implemente o supermount no Kurumin 4.x ;-)

Um abração à todos.

Espero ter ajudado.

Andre Uébe

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Problemática
   2. Solução proposta para disquete
   3. Solução proposta para memory keys (pen drives)
Outros artigos deste autor

Um breve histórico do EaD e o uso de AVAs baseados em SL

Capturando vídeo através do mencoder

Kindle com agregador RSS através do Calibre

Substituindo a partição Recovery do Android via ADB

Como instalar driver da placa wireless no notebook Asus Eeepc com Ubuntu / KUbuntu

Leitura recomendada

Apache básico

Apache 2.4 - Módulos de Multiprocessamento - MPM

Restrição de acesso a diretórios pelo Apache

Instalação do Funtoo a partir do Debian já instalado

Montando um servidor WAP

  
Comentários
[1] Comentário enviado por streetlinux em 20/03/2005 - 00:51h

Muito interessante o artigo. É uma boa para quem tá começando no mundo Linux. Mas eu prefiro executar tudo no braço mesmo.

Abraços!

[2] Comentário enviado por dreamkatana em 20/03/2005 - 07:25h

Muito bom o artigo.

Só achei um erro, o caminho para o fstab é : "/etc/fstab".


Falow.

[3] Comentário enviado por andreuebe em 20/03/2005 - 11:58h

obrigado pelos comentarios :))

dreamkatana: Em qual dos topicos voce localizou o erro ?

Nao sei se posso conserta-lo diretamente no artigo postado ou tenho que mandar para os moderadores.

De qualquer jeito, agradeço a observaçao. É só me passar a localizaçao,

Grande abraço

Andre Uebe

[4] Comentário enviado por Mr.Hyde em 20/03/2005 - 17:29h

Você fez esse macete no meu kurumin quando isntalou. Funciona que é uma beleza...

Abraço.

[5] Comentário enviado por drigaojp em 20/03/2005 - 17:54h

No caso dos pendrive, tem aquele script "usb-mount", ainda não testei ele no kurumin, mas funcionou bem em outras distribuições...

[6] Comentário enviado por ogrimaldi em 21/03/2005 - 13:06h

muito bom esse tutorial..parabéns

[7] Comentário enviado por dln_jr em 21/03/2005 - 14:42h

E pra kem kiser montar manualmente, sem dar o boot no micro.....

mount -t vfat /dev/sda1 /mnt/pendrive

[8] Comentário enviado por nadoreis em 21/03/2005 - 17:12h

Eu acho fundamental nas distribuições linux o mount automático essa coisa de fazer no braço é para programadores e usuarios avançados, ou pessoas que realmente queiram usufruir mais do sistema. mas
para quem quer falicitar o acesso para pessoas comuns, leigas o sistema pode ser simples fácil uso, justamente para ganhar mas membros para socialização do Linux...Eu trabalho com informática, suporte técnico e o linux está sendo implantado nas escolas de todo Brasil, então vamos facilitar ,abusar mesmo das facilidades para um melhor entedimento..claro que estou falando de uma distribuião para desktop simples, mas boa... e claro que o terminal e todos comandos estão ali na mão para quem quer apreender mais...

[9] Comentário enviado por roos em 07/11/2005 - 16:56h

Muito boa dica! Eu uso Slackware 10.1 e acessei minha camera Mitsuca DS3088BR da seguinte forma:
Como Hotplug funcionando, conectei a camera na porta USB dei o comando "dmesg" para verificar onde está o dispositivo, no meu caso está em sda1 e então montei o mesmo. Criei um diretório "camera" em mnt e com o comando
mount /dev/sda1 /mnt/camera pude acessar minhas fotos e arquivos da câmera. Esta solução também vale para montar pen drives.

[10] Comentário enviado por andreuebe em 27/05/2006 - 13:51h

Novidade!


O Kurumin 6 já está montando o pendrive automaticamente!

Ficou realmente muito bom!

Andre

[11] Comentário enviado por arthurcdb em 14/09/2006 - 10:08h

Excelente artigo, estava procurando uma solução assim para o kurumin. Acho que o pessoal do linux ainda não caiu na real, o usuário final nao quer saber de comando , de montar nada. Com relação a isso no telecentro que trabalho tenho 9 maquinas com windows xp e apenas uma com Kurumin. Isso por motivo de pedidos dos usuários, que estão acostumados com ambientes fáceis e ageis do windows. Será que o linux vai continuar so em empresas grandes e universidades para doutores ficarem dando seus comandinhos a toa???? creio q nao. Muita coisa mudou nesses anos que conheço o linux e acho q ainda vai mudar para melhor mais e mais.

[12] Comentário enviado por andreuebe em 15/06/2007 - 17:40h

Outro Detalhe:

O kurumin já está reconhecendo disquete como o supermout.

Ao acessar /mnt/floppy com o disquete na baia, ele monta automaticamente o mesmo.

Viva a evolução! :)

Abs

[13] Comentário enviado por oiciruam em 08/01/2008 - 17:37h

Caras to com um problema com o disquete, criei o icone na area de trabalho ja tentei montar via comando e sempre me retorna a mensagem de erro: mount: /dev/fd0: can't read superblock. o q pode ser, alguem pode me ajudar. Uso o kurumin 7 e ja o instalei em outras maquinas e funcionou beleza.

grato

[14] Comentário enviado por nicollasneves em 31/01/2008 - 13:08h

Alguem sabe como posso acessar o pendrive com o sudo desativado no kurumin 7.

E tambem sem a senha de root.

Toda vez que eu conecto o pendrive, aparece o icone de montagem no desktop e tal, mas quando eu clico pede pra digitar senha do root.

Varias pessoas usam o mesmo Pc, e nao da pra distribuir a senha do root ne.

desde ja agradeco!

abcs.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts