Executando comandos DML em base de dados MySQL através do Eclipse PHP (Bônus: Temas e Fontes no Eclipse)

Como manipular bases de dados MySQL diretamente pelo Eclipse PHP?
Este artigo trata da facilidade na instalação do plugin SQL Explorer para manipulação de bases de dados diretamente do Eclipse.

[ Hits: 16.556 ]

Por: Junior Rocha em 05/12/2011


Criando uma conexão e executando comandos



Criando uma conexão MySQL

Para que o JDBC MySQL funcione corretamente, devemos baixar o MySQL Connector do site oficial, disponível em:
Escolha a versão 'tar.gz' e extraia na pasta "plugins" onde está instalado o Eclipse PHP.

Após a extração na pasta designada, vá até o Eclipse. No menu superior "Window" e depois em "Preferences". Na tela que abrir, expanda o item "SQL Explorer" e depois clique em "JDBC Drivers". Você verá uma lista de drivers pré-disponíveis, conforme abaixo:
Linux: Executando comandos DML em base de dados MySQL através do Eclipse PHP (Bônus: Temas e Fontes no Eclipse)
Figura 3 - Lista de Drivers JDBC

Sigas os passos de maneira correta:
  1. Marque o driver MySQL como padrão. Clique no botão "Edit";
  2. Na tela que abrir, clique na aba "Extra Class Path";
  3. Clique no botão "Add JARs" e selecione o 'mysql-conector' que você baixou e extraiu na pasta "plugins";
  4. Após a adição, clique no botão "List Drivers" onde no item abaixo (Driver Class Name) deverá aparecer "com.mysql.connector.jdbc.driver";
  5. Clique em "OK" e depois em "OK" novamente.

Pronto! O SQL-Explorer já está corretamente configurado e o JDBC do MySQL também.

Agora é só criar uma conexão.

Na tela que aparece na "Figura 2", clique com o botão direito dentro da área de cor bege e depois clique em "New Connection Profile". A seguinte tela se abrirá:
Linux: Executando comandos DML em base de dados MySQL através do Eclipse PHP (Bônus: Temas e Fontes no Eclipse)
Figura 4 - Adicionando uma nova conexão MySQL

Observe o item "URL". Deixe exatamente como seu servidor está configurado. Se a base MySQL está em outro servidor, substitua o "localhost" pelo IP desejado e verifique as permissões de conexões externas à base.

Marque a opção "Auto Login" para que não seja solicitado usuário e senha a cada vez que você conectar. Se necessário, marque a opção "AutoCommit" para que cada transação seja validada e efetivada na base de dados.

Assim que as configurações tiverem sido feitas, clique em "OK" e na tela principal você verá a conexão criada:
Linux: Executando comandos DML em base de dados MySQL através do Eclipse PHP (Bônus: Temas e Fontes no Eclipse)
Figura 5 - Conexão MySQL criada

Clique com o botão direito em "root" e depois em "Connect".

Observe que no lado direito, na sessão "Database Structure", será possível visualizar as bases de dados existentes.

Executando Comandos DML

Considerando que você seja "expert" em comandos DML e manipulação de bases de dados, você poderá brincar com a sua base através dos comandos SQL já conhecidos e utilizados em uma base MySQL.

Clique duas vezes sobre o item "root" na sessão "Connections" e automaticamente um SQL Editor se abrirá. É aí que você executará os select's, update's e afins.
Linux: Executando comandos DML em base de dados MySQL através do Eclipse PHP (Bônus: Temas e Fontes no Eclipse)
Figura 6 - Executando os comandos

Observe que é muito simples executar os comandos. O SQL Explorer mantém um certo padrão de outras ferramentas, como por exemplo, a utilização de 'Ctrl + enter' para execução da linha selecionada.

Além disso, o SQL Explorer permite importar um arquivo ".sql" para dentro da base. Onde isso seria utilizado? Digamos que você gerou um backup de toda a sua base através do 'mysqldump' e quer importar de um outro banco, ao invés de utilizar o comando:

# mysql -u root -p BASE < arquivo.sql

Você utiliza o "import" do SQL Explorer.

Não abordarei comandos SQL, pois este não é o foco do artigo.

Mas caso queira estudar mais sobre o assunto, visite:
Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução e Instalação
   2. Criando uma conexão e executando comandos
   3. Bônus - Melhorando a "aparência" do Eclipse
Outros artigos deste autor

Administrando usuários do Squid via web como o Admuser

Autenticando usuários do Squid em um banco de dados MySQL

Leitura recomendada

Servidor Web com Fedora Core 7

PHP com suporte ao MS SQL Server 7

PHP com PostgreSQL - Estruturando a conexão

Sistema PDV com PHP-GTK2 e ACBrMonitor (parte 1)

Gallery - Álbum de fotos no seu site

  
Comentários
[1] Comentário enviado por rai3mb em 05/12/2011 - 10:34h

Parabéns pelo artigo, eu não conhecia esse plugins, já estou usando só que no Aptana que tem a mesma estrutura do Eclipse ;-)

[2] Comentário enviado por junior em 05/12/2011 - 10:45h

@rai3mb: Obrigado amigo! Um abraço.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts