Criando túneis com o VTUN

itn

Nesse tutorial estarei abordando de forma prática a interligação de três redes distintas com utilizando o VTUN.

[ Hits: 25.477 ]

Por: Irineu Teza Nunes em 30/08/2011


Introdução, Explicando e Configuração da Matriz



Introdução

Nesse tutorial estarei abordando de forma prática a interligação de três redes distintas com utilizando o VTUN.

Cenário:

Redes separadas geograficamente:

192.168.1.0/24
192.168.2.0/24
192.168.4.0/24

Obs.: É necessário que as redes utilizem configurações de ips distintas, caso o contrário teremos posteriormente conflitos no roteamento e a comunicação não acontecerá.

Para esse tutorial:

Foram utilizados três servidores rodando uma versão do Ubuntu Server 11.04, com duas placas de redes uma para rede local e outra para a internet. No entanto esse tutorial pode ser adaptado para qualquer versão de Debian ou derivados.

Explicando

A topologia da VPN foi criada em estrela, dessa forma se qualquer um dos servidores ficarem fora do ar por algum motivo os outros continuarão comunicando-se entre si normalmente.

Redes a serem interligadas:

Rede Matriz -> 192.168.1.0/24
Rede Filial1 -> 192.168.4.0/24
Rede Filial2 -> 192.168.2.0/24

Túneis a serem criados:

Túnel 1 -> Liga a Matriz a Filial 1 (10.0.0.1 <> 10.0.0.3);
Túnel 2 -> Liga a Filial 1 a Filial 2 (10.0.0.4 <> 10.0.0.5);
Túnel 3 -> Liga a Filial 2 a Matriz (10.0.0.6 <> 10.0.0.2).

Configuração da Matriz

Para instalar o vtun:

# apt-get install vtun

Teremos três arquivos de configuração distintos. A Matriz apenas irá rodar o vtun em modo servidor, ou seja irá aceitar as conexões da Filial1 e Filial2.

Vejamos o arquivo de configuração da Matriz:

#Configuracao Matriz
#Configuracao Matriz (10.0.0.1 / 10.0.0.2)

default {
type tun;
proto tcp;
compress lzo:9;
keepalive yes;
encrypt yes;
}

#Tunel entre Filial1 e Matriz (10.0.0.3 <---> 10.0.0.1)
Filial1Matriz {
passwd tux;

up{
ifconfig "%% 10.0.0.1 pointopoint 10.0.0.3";
route "add -net 192.168.4.0/24 gw 10.0.0.3";
};
down{
ifconfig "%% down";
route "del -net 192.168.4.0/24 gw 10.0.0.3";
};

}

#Tunel entre Filial2 e Matriz (10.0.0.6 <---> 10.0.0.2)
Filial2Matriz {
passwd tux;

up{
ifconfig "%% 10.0.0.2 pointopoint 10.0.0.6";
route "add -net 192.168.2.0/24 gw 10.0.0.6";
};
down{
ifconfig "%% down";
route "del -net 192.168.2.0/24 gw 10.0.0.6";
};

}

Nesse arquivo você pode ver a configuração do servidor que irá esperar por duas conexões da Filial1 e da Filial2.

As linhas "passwd tux;" podem e devem ser alteradas utilizando-se senhas diferentes entre os túneis do servidor com a Filial1 e Filial2.

As linhas route "del -net 192.168.4.0/24 gw 10.0.0.3"; para a Filial1 e route "add -net 192.168.2.0/24 gw 10.0.0.6"; para a Filial2 devem ser alteradas de acordo com a configuração de ip da sua rede.

Com o arquivo pronto você irá precisar executar apenas mais dois passos, liberar a porta 5000 utilizada como padrão (essa porta pode ser alterada) pelo vtun no firewall e executar o servidor vtun propriamente dito.

Exemplo:

# iptables -I INPUT -p tcp --dport 5000 -j ACCEPT

Ou ainda:

# iptables -I INPUT -p tcp -s IPDAFILIAL1 --dport 5000 -j ACCEPT
# iptables -I INPUT -p tcp -s IPDAFILIAL2 --dport 5000 -j ACCEPT

Nesse caso apenas se o ips da internet da FILIAL1 e FILIAL2 forem fixos, isso trará mais segurança uma vez que você está liberando conexões na porta 5000 apenas para os ips da Filial1 e Filial2 impedindo tentativas de conexões oriundas de outros locais.

Para executar o servidor vtun:

# vtund -s
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução, Explicando e Configuração da Matriz
   2. Configuração da Filial1
   3. Configuração da Filial2
   4. Conclusão e Referências
Outros artigos deste autor

Reforçando a segurança das conexões HTTPS no Apache

Port Scan Attack Detector (PSAD) com iptables

Bloqueando o UltraSurf e o WebMessenger do Hotmail com Proxy Transparente

Leitura recomendada

Servidor de Banco de Dados + Servidor Web PHP

Slackware + Gentoo - Dual-boot sem live-CD/USB

Configurando o NSCA no Nagios

Instalando e configurando um servidor FTP

Otimizando o uso do seu disco rígido usando a mesma /home para várias distribuições

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 31/08/2011 - 09:27h

Legal. Não conhecia o VTUN, irei testar.

[2] Comentário enviado por ricardoolonca em 02/09/2011 - 08:17h

Simples e eficiente. Ideal para quem não precisa de muitos recursos.


Contribuir com comentário