Comunidade, Código e Colaboração - O Projeto OpenOffice.org

Neste artigo será descrito o histórico do Projeto OpenOffice.org, mostrando seu desenvolvimento até se tornar um dos projetos mais ativos dentro da comunidade de Software Livre. Também explico o que é Padrão Aberto, o por quê de sua importância e também o que é BROffice.org e a sua colaboração junto ao OpenOffice.org.

[ Hits: 21.731 ]

Por: Fabricio Paulo dos Santos em 19/12/2006


Preâmbulo



Comunidade, Código e Colaboração - O Projeto OpenOffice.org
Roberto F. Salomon1, Fabricio Paulo dos Santos2

1. Conselheiro da BrOffice.org - Projeto Brasil
co-lead l10n pt-BR OpenOffice.org

2. Membro Pesquisador do GDU - Famelix
Acadêmico do curso de administração com habilitação em Sistemas de Informação Gerencial
Faculdade Metropolitana de Guaramirim - FAMEG
bricio@fameg.edu.br

Abstract. In this paper, it will be described the OpenOffice.org's project history, showing its development until it became one of the most actives projects in the Free Software communities. It explains what a open standard is, why it is important and then what is BrOffice.org and its contribution for the OpenOffice.org project.

Resumo. Neste artigo, será descrito o histórico do Projeto OpenOffice.org, mostrando seu desenvolvimento até se tornar um dos projetos mais ativos dentro das comunidades de Software Livre. É explicado o que é Padrão aberto, o por quê de sua importância e também o que é BrOffice.org e sua colaboração junto ao OpenOffice.org

Introdução


O projeto OpenOffice.org, desde o seu início, se pautou em três grandes apoios: a comunidade, o código, e a adoção de padrões abertos. Ao adotar e publicar as especificações de documentos em formato XML, o projeto OpenOffice.org demonstrou ao mundo que era possível produzir uma suite de automação de escritórios em código aberto cujos documentos pudessem ser lidos por qualquer software, desde que este fosse capaz de utilizar o padrão. E isso sem custos de licenciamento.

Quando, em 1999, a Sun Microsystems anunciou a compra da StarDivision, o mercado viu apenas mais uma aquisição de uma empresa por outra que desejava aumentar o seu leque de produtos. A surpresa veio em julho de 2000 quando a Sun anunciou a abertura do código do StarOffice com a criação do projeto OpenOffice.org. Depois de quase dois anos de trabalho, em maio de 2002, foi lançada a versão 1.0 do OpenOffice.org, uma alternativa livre às suites de escritório então predominantes.

A primeira grande renovação veio em março de 2003 com o lançamento da série 1.1 do OpenOffice.org, responsável pelo início real da adoção do produto.

Com a chegada da versão 2.0 em julho de 2005, o projeto OpenOffice.org atingiu uma maturidade vista em poucos projetos de Software Livre, oferecendo uma suite completa para automação de escritórios.

Aqui no Brasil, tivemos problemas com a marca. Em 1998, uma empresa do Rio de Janeiro registrou a marca "Open Office" junto ao INPI que, com o sucesso do projeto OpenOffice.org, iniciou uma campanha de ameaças de processos por uso indevido da sua marca, levando a comunidade brasileira a adotar um novo nome para si e para o produto: BrOffice.org. Falarei mais sobre este novo nome ainda nesta apresentação.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Preâmbulo
   2. Números e organização
   3. BrOffice.org e padrões
   4. Extremos
   5. ODF/ISO26300
   6. Documentos públicos
Outros artigos deste autor

Análise de projetos de instituições públicas que adotaram o uso do Software Livre e suas vantagens

Leitura recomendada

Básico do OpenOffice.org Calc

Instalando o OpenOffice

Usando tabelas no editor de textos do OpenOffice

CoGrOO (Corretor Gramatical acoplável ao OpenOffice)

Configuração do OpenOffice para o português do Brasil (pt-BR) a partir de uma instalação do BrOffice

  
Comentários
[1] Comentário enviado por PCMasterPB em 19/12/2006 - 09:28h

Cara, parabéns. Você escreveu um excelente artigo. Nota 10 mesmo. Um texto coerente, resumido e sem demagogias ou embromações. Gostei. ;D

[2] Comentário enviado por F4xl em 19/12/2006 - 10:06h

Fabricio, tb adorei o artigo! Vc está de parabéns amigo!
Mas tem uma dúvida que ficou no ar, e gostaria que vc me esclarecesse:

Um documento públicado em um formato livre, como o ".odt", deve ser, obrigatóriamente, de domínio público?

[3] Comentário enviado por monsores em 19/12/2006 - 10:23h

Este é o tipo de artigo teórico/conceitual que vale a pena ler!
Bem estruturado, impessoal e lúcido.

Parabéns!

[4] Comentário enviado por sombriks em 23/12/2006 - 08:06h

excelente artigo! vai pra favoritos q a partir de agora é referência sobre ODF e Open Office, :D


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts