Colocado o "Motion" na inicialização do Ubuntu 7.04

Olá pessoal, como primeira contribuição neste site maravilhoso resolvi escrever um artigo simples e de forma bem simples também. Depois de várias horas de pesquisa na Web reuni algumas informações que me ajudaram a colocar o aplicativo "Motion" (monitoramento e captura de vídeo/detecção de movimentos) devidamente configurado na carga do sistema Ubuntu 7.04.

[ Hits: 9.979 ]

Por: Luis em 11/09/2007 | Blog: http://www.vivaolinux.com.br


Introdução



Entendo a inicialização / runlevel:

Para começarmos, quero abordar de forma rápida o sistema de inicialização que o Ubuntu 7.04, assim como outras distribuições Linux usam.

Existe um "esquema" de diretórios pelo qual as aplicações iniciam. Esses diretórios são descritos abaixo e em referência a eles existe um material farto na Internet.
  • /etc/init.d --> - - Diretório de carga de scripts;
  • /etc/rc0.d --> 0 - Executa scripts no "Halt" do sistema;
  • /etc/rc1.d --> 1 - Executa scripts no modo "Single User";
  • /etc/rc2.d --> 2 - Executa scripts em modo "Multiusuário";
  • /etc/rc3.d --> 3 - Executa scripts em modo "Multiusuário Completo";
  • /etc/rc4.d --> 4 - Não é usado;
  • /etc/rc5.d --> 5 - Executa scripts na carga da Interface Gráfica;
  • /etc/rc6.d --> 6 - Executa scripts no reinício do sistema: "Reboot".

O diretório "/etc/init.d" é o responsável por conter os scripts propriamente ditos, e os diretórios subsequentes são links simbólicos para os scripts reais, e determinam qual tipo de inicialização (runlevel) e a sequência de carga dos mesmos.

O que realmente nos interessa aqui é colocarmos o Motion para carregar com "runlevel 3", ou seja, com direitos de "Super Usuário", para que o dispositivo de vídeo possa ser devidamente acessado e os arquivos gravados (no meu caso), em uma pasta devidamente segura onde somente o root tem acesso total, restringindo assim o acesso aos demais usuários.

Colocando o Motion na carga do sistema

Agora vamos ao que realmente interessa, colocar o Motion para carregar com o sistema.

Usei o seguinte script (com algumas alterações) que encontrei na própria internet, o qual vocês devem copiar e colar em um editor de texto, como por exemplo o kedit.

Copie e cole o seguinte script:

#!/bin/bash
#
# chkconfig: 235 65 40
# description: Esse script é apenas um exemplo de scripts SYSV
#


case "$1" in
       start)
             printf "Starting %s services: " "meuscript"
             motion &
             echo
       ;;
       stop)
             printf "Stoping %s services: " "meuscript"
             printf "Parando o Motion..."
             echo
         ;;
       restart) #<--opcional
             $0 stop
             $0 start
         ;;
       *)
       printf "Modo de usar: %s {start|stop|restart}
" "meuscript"
       exit 1
esacz
exit 0

Como root, salve este script como "scriptmotiom" em /etc/init.d.

Na mesma pasta dê permissão de execução ao script com o comando:

# chmod 755 scriptmotion

Atualize o diretório de inicialização, indicando para que o "scriptmotion" inicie em runlevel 3 com o seguinte comando:

# update-rc.d scriptmotion defaults 03

Repare que na linha do script onde carrego o motion inseri o caractere "&" para que o mesmo seja carregado e fique em segundo plano, sem o qual seu sistema ficaria "travado" na inicialização do sistema, rodando somente o motion... aconteceu comigo! Tive que iniciar em "modo de segurança" e remover a indicação de inicialização do script.

Caso isso aconteça com você, use o comando:

# update-rc.d -f scriptmotion remove

O comando acima desfaz as alterações no sistema de inicialização referentes ao nosso script, em quaisquer circunstâncias.

Se tudo correu bem, reinicie o micro e veja os resultados: O Motion executando em segundo plano e gravando os dados de saída normalmente (detecção de movimentos/snapshots).

Ele pode ser restartado/parado/executado com a sintaxe:

/etc/init.d/scriptmotion restart/stop/start

Bem, acho que é isso aí! Qualquer dúvida entrem em contato.

Até a próxima pessoal!

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Minha caixa de ferramentas no GNU/Linux

Multi-head usando udev e Xnest

NetProfiler - Um solução para quem passeia por várias redes

Formatando o bash com cores e efeitos

Terminal Didático - Shell Script via WEB (PHP + Bootstrap)

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário