AUDIT: Auditoria de arquivos no Linux para conhecer quem fez alterações em arquivos

Como fazer auditoria de eventos tais quais leitura/escrita etc? Como eu posso usar o audit para ver quem alterou um arquivo no Linux? Eis a solução.

[ Hits: 75.094 ]

Por: Eric Miranda em 09/01/2009 | Blog: http://slackade.blogspot.com/


Tarefa: instalar o pacote audit



O pacote audit contém os utilitários de espaço de usuário para armazenamento e pesquisa dos registros gerados pelo sistema audit do kernel 2.6. CentOS/Red Hat e Fedora core incluem o pacote rpm no audit em suas distribuições oficiais. Utilize o yum ou up2date para instalar o pacote.

# yum install audit
ou
# up2date install audit

Para configurar o serviço para iniciar durante a inicialização do sistema:

# ntsysv
ou
# chkconfig auditd on

Inicie então o serviço do audit:

# /etc/init.d/auditd start

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Tarefa: instalar o pacote audit
   3. Como configurar a monitoração de um arquivo para auditoria?
   4. Como eu descubro quem alterou ou acessou o arquivo /etc/passwd?
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Tomcat + SSL: HOW-TO

Configurando um servidor de logs simples

Proxy reverso com ModSecurity no Debian Etch

Impedindo o compartilhamento de conexão

Lynis: Sistema de auditoria e segurança para Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por evilrick em 09/01/2009 - 15:51h

Muito bom.
Esse é o tipo de serviço necessário para qualquer administrador de sistemas de qualquer tipo de organização.
O problema (se é que dá para chamar assim :P ) parece ser apenas o volume de informações gerado.

[2] Comentário enviado por ericitaquera em 10/01/2009 - 00:27h

Este é o primeiro artigo que eu publico nesse site. Pensei que daria para editar / acrescentar mais coisas.

A configuração padrão realmente gera muito dado. Mas é facilmente customizável.

Por exemplo, se vc quiser excluir os eventos gerados pelo cron.

# auditctl -a exit,never -x crond
# auditctl -a entry,never -x crond

flw!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts