Arch Linux - Instalação a partir de imagem híbrida

Neste artigo vou demonstrar como instalar o Arch Linux a partir de uma imagem híbrida.

[ Hits: 42.542 ]

Por: Perfil removido em 03/06/2010


Introdução

Não meus amigos, essa não saiu do seriado Fringe, a equipe do Arch Linux para não deixar a peteca cair e continuando sua saga de distro avançada, nos brinda agora com uma imagem híbrida de seu disco de instalação.

Alguns vão perguntar, mas o que vem a ser imagem híbrida, digo que é uma imagem que contém 2 arquiteturas diferentes (i686 e x86_64) e que podemos gravá-la tanto em CDs quanto em pendrives, percebem a beleza da coisa, não bastasse isso, está disponível para as versões dos disco NetInstall e CoreCD.

Para maiores detalhes visitem:
Para quem quiser seguir este tutorial, recomendo um lida nos artigos dos seguintes camaradas:
É parada obrigatória para quem fará sua primeira instalação do Arch.

Passado o susto inicial com as configurações, é uma distro relativamente tão simples como a filosofia que prega, a KISS (keep it simple stupid), todo o controle fica por conta do usuário é ele que determina como o sistema irá comportar-se, fora isso é extremamente rápida e provê as versões mais modernas de tudo quanto é aplicativo, o que não estiver contido no repositório oficial pode ser baixado facilmente através no site AUR ou ainda pelo excelente yaourt.

Voltando ao assunto híbrido, segundo a Wikipédia "Híbrido - qualidade de tudo o que resulta de elementos de natureza distinta".
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Download
   3. Instalação
   4. Configurando
   5. Diferentes sabores
   6. Screenshots e referências
Outros artigos deste autor

Instalando o Slackware sem sofrimento (parte 1)

Configurando o Vivozap HUAWEI EC325 no Linux

Burg - Gerenciador de Boot

Formatação de células na planilha do OpenOffice

Transparência de janelas no KDE

Leitura recomendada

Otimizando a bateria em sistemas Android 2.2/2.3

Configurando e instalando o Java com Tomcat no Linux

Eu cavo, tu cavas, ele cava... tutorial de DIG

OpenVZ: Virtualização para servidores Linux

Configuração do sistema, DHCP, compartilhamento e DNS no Debian Squeeze

Comentários
[1] Comentário enviado por corvolino em 03/06/2010 - 03:31h

Esse tutorial está completo,tem muita informação e não instala o arch agora quem não quer realmente.

Se me permite gostaria de dar uma dica.. na parte de DAEMONS você adiciona um monte de processo em ! e depois faz a instalação sem fazer referência alguma - ex: hal - isso ao meu ver fica estranho,porque o iniciante vai ficar digitando coisa sem saber e isso é perigoso.

Outra coisa, o yaourt ele baixa os programas do AUR. :)

parabéns e abraços.

[2] Comentário enviado por removido em 03/06/2010 - 13:26h

Corvolino, obrigado pelo comentário e pelas sugestões.

Na questão dos Daemons foi realmente um vacilo pois acrescentei-os antes mesmo de instalar os programas extras e no meu caso sequer faço uso do Networkmanager, wicd, etc.

Pro outro caso quis dizer que se o usuário desejar fazer tudo na unha ele vai no AUR e baixa o que deseja, depois compila e instala. Já usando o yaourt não, ele faz tudo de forma automática.

Outra coisa que preciso dizer é que o processo de instalação da mídia oficial segue o mesmo padrão anterior e é diferente do método aqui exposto.

Para quem quiser seguir o método com a mídia oficial as etapas são como as descritas em: http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Instalando-o-maravilhoso-Arch-Linux/

[3] Comentário enviado por andrezc em 03/06/2010 - 15:57h

Gostei do artigo, ficou bem completo, e as ilustrações dão aquele toque especial.

Nota 10 :-)

[4] Comentário enviado por corvolino em 03/06/2010 - 17:06h

Calma rapaz, o seu artigo está ótimo :)

Eu me refiro ao usuário que nunca teve contato com o archlinux,ele pode estranhar um pouco sabe :P

O usuário que ler este tutorial e não pesquisar aqui ou no projeto br,gringo certamente ainda está um pouco verde para usar o archlinux,o que você fez é de extrema ajuda para muitos,agora uma pessoa querer algo totalmente mastigado é um pouco complicado.

Para MIM da para instalar tranquilamente o archlinux seguindo seu tutorial e espero que muitos percam o medo e façam isso - mesmo que seja no virtualbox ;p

abraços e parabéns novamente.

[5] Comentário enviado por corvolino em 03/06/2010 - 17:12h

Coloquei o seu tutorial em meu blog,espero que não tenha problema.

[6] Comentário enviado por removido em 03/06/2010 - 17:34h

Corvolino, só estava justificando o que ficou confuso e que realmente estava, valeu!

Quanto a publicação em seu blog, só me resta agradecê-lo, seu blog por sinal é um dos que tenho assinado no RSS do Opera.

t+

[7] Comentário enviado por BrunoBacelar em 04/06/2010 - 14:12h

Muito bom o artigo, faz uns 6~7 meses que estou usando o Arch e amei a distro, muito simples de se manter e não me deu muitas complicações. Ainda estou iniciando no mundo GNU/Linux, e até instalei o Mint para o meus pais hahahah.
Para quem quiser, também há o packer para fazer a comunicação com o AUR. Passei a usá-lo quando o yaourt não era mais recomendado devido a mudanças feitas na descrição dos pacotes (não sei como tá agora)... Acho ele muito rápido e prático.


[9] Comentário enviado por removido em 09/06/2010 - 12:04h

Muito bom Artigo!!!
Parabéns.
Quando eu instalei o arch pela primeira vez, não tinha essa mamata toda não :)



ÉÉÉÉ ARCH!!!
HAHAHA





[10] Comentário enviado por removido em 09/06/2010 - 17:48h

Valeu rdfreitas!

Realmente o Arch é impressionante, mas se eu não estivesse de férias e se não tivesse dado uma boa lida nos artigos do Hugo Dória, do xerxeslins, do eu!noel e de outros, certamente desistiria, afinal a configuração e arredondamento do Arch leva tempo.

[11] Comentário enviado por landex em 10/06/2010 - 12:50h

CAra bem legal, vou testar novamente a instalação do Arch denovo, tomara que eu consiga. Alguém ai que acompanha sabe me dizer um modo ´de configurar a SIS no Arch para poder subir o X, pois foi aonde eu parei da ultima vez tentado subir interface grafica.
Valeu!!!

[12] Comentário enviado por RickMura em 01/09/2010 - 11:30h

Realmente, ficou muito bom esse artigo.
Parabéns ao edps e obrigado ao corvolino, achei o link no blog dele.

[13] Comentário enviado por izaias em 19/02/2011 - 10:13h

Como sempre, superando o insuperável!

Mais nada a declarar.

[14] Comentário enviado por removido em 19/02/2011 - 10:47h

Valeu Izaias!,


aos colegas que desejarem usar uma imagem híbrida mais atual baixe-a desse endereço:

http://archlinux.c3sl.ufpr.br/iso/archboot/latest/">http://archlinux.c3sl.ufpr.br/iso/archboot/latest/

* hoje, 19 Fev 2011 a versão disponível é a: archlinux-2011.02-1-archboot.iso


para aqueles que quiserem usar uma imagem que tenha sido mais testada acesse a página abaixo e leia os changelogs:

http://archlinux.c3sl.ufpr.br/iso/archboot/


na dúvida da escolha das imagens tradicionais ou híbrida, visite o endereço abaixo e escolha uma delas:

http://archlinux.c3sl.ufpr.br/iso/2010.05/

essa é no momento a imagem padrão para a instalação do Arch Linux, as isos 'archboot' são imagens bem rolling-release, tanto é que pouca coisa será atualizada após sua instalação, o contrário da imagem 2010.05 que já é bem 'old'.


Contribuir com comentário