Linux slogan
Visite também: BR-Linux.org · Dicas-L · SoftwareLivre.org · UnderLinux



» Screenshot


Artigo

23 distribuições Linux brasileiras
Linux user
robertlucas
25/02/2008
Aqui no Brasil pouquíssimas tiveram seu reconhecimento, onde podemos citar 2 que realmente ficarão e estão na memória de quem acompanha o crescimento do Linux, que foram a Conectiva (hoje Mandriva) e o Kurumin. Neste artigo introduzo outras que valem a pena citação.
Por: Robert Lucas | Blog: http://informando.wordpress.com
[ Hits: 437742 ]
Conceito: 9.8   15 voto(s)15 voto(s)15 voto(s)15 voto(s)15 voto(s) + quero dar nota ao artigo

Distribuições de ' L ' à ' Z '

Libertas

O Libertas é um projeto mantido atualmente pela Prodabel, empresa de processamento de dados do município de Belo Horizonte. Inicialmente desenvolvido como uma distribuição, a proposta evoluiu para algo mais amplo e, ao mesmo tempo, mais simples de se manter.

Hoje a proposta do Projeto Libertas é utilizar a distribuição Debian GNU/Linux, com a manutenção de um repositório próprio e restrito e a criação de meta-pacotes para auxiliar em sua instalação. Dessa forma, mantém-se uma distribuição compatível com os padrões da comunidade, ao mesmo tempo que se tem um controle sobre o que está instalado nas máquinas.

Site: http://libertas.pbh.gov.br/

Librix



Librix é a distribuição Linux nacional desenvolvida pela Itautec com os diferenciais fundamentais para a implementação segura do software em sua empresa. É o único sistema que oferece o conjunto de hardware e software e atende a todas as exigências de qualidade, manutenção, melhorias contínuas e suporte técnico. São os melhores e mais estáveis pacotes do mercado, selecionados, testados e homologados pela Itautec que disponibiliza um instalador com interface simples e um ambiente de configuração amigável. Com o sistema Librix, seu negócio terá a liberdade, confiabilidade e dinamismo do software livre com a qualidade, segurança e serviço de uma empresa com excelência em tecnologia.

Site: http://www.itautec.com.br/

Litrix



Litrix Linux é um distribuição Linux em formato live CD que pode ser instalada também como sistema operacional Desktop em computadores x86. Com o Litrix é possível ter o melhor desempenho para seu desktop e a facilidade que você deseja. Baseado no sistema Gentoo você pode instalar uma grande base de aplicativos via internet, manter seu sistema atualizado.

O Litrix pode ser levado para qualquer lugar e usado sem necessitar de instalação no disco rígido, os aplicativos que acompanham a distribuição permitem você executar as mais diversas tarefas como navegar na web com segurança e ler seus e-mail.

Site: http://www.litrixlinux.org/

Mandriva



A Mandriva Conectiva é a operação brasileira da Mandriva, desenvolvedora e distribuidora do sistema operacional Mandriva Linux, resultado da fusão ocorrida em fevereiro de 2005 entre a Mandrakesoft, uma das principais distribuições Linux da Europa, com atuação mundial em mais de 120 países, e a Conectiva, pioneira na distribuição Linux e código aberto em português, espanhol e inglês para toda a América Latina.

A Mandriva possui escritórios nos Estados Unidos, França e Brasil, tem mais de 8 milhões de usuários e uma carteira de 170 grandes clientes corporativos, além de contar com 130 funcionários.

Site: http://www.conectiva.com.br/

Mothux



O Mothux é uma distribuição Linux baseada no Kurumin Linux, e tem foco na facilidade de uso, e pode ser baixada gratuitamente.

Site: http://www.mothux.xmb.com.br/

Muriqui



Iniciado com um propósito interno, o projeto Muriqui Linux tinha como principal objetivo atender às necessidades dos laboratórios de ensino dos campi Doctum, por isso seu principal foco é o ambiente educacional e a inclusão digital, áreas onde se concentram a grande parte dos projetos desenvolvidos pela DoctumTec.

A nova versão do sistema operacional Muriqui Linux, a 1.4, teve seu completo desenvolvimento respaldado pela tarefa de suprir as expectativas de seus usuários e dar continuidade ao papel importante de agregar mais valor ao crescimento da tecnologia livre brasileira.

Muriqui Linux 1.4 se destaca por ser ainda mais completo, seguro, funcional, além de integrar novidades e mais modernidade, oferecendo ao público um sistema que atenda aos seus anseios e expectativas, propiciando facilidades e tranqüilidade ao usuário. São mais de 70 aplicativos, reconhecimento automático de mídia removível. (disquetes, CDs, USB); supermount, o que facilita consideravelmente na montagem de dispositivos; sistema de ajuda completo e em português, através da Central de Ajuda Muriqui Linux; Aulas multimídia para lhe auxiliar no conhecimento da plataforma Linux e conteúdo didático específico para se aprofundar na usabilidade de aplicativos importantes e os mais usados no dia a dia, dentre tantas outras vantagens.

Ao longo destes dois anos, o projeto Muriqui tem se consolidado em todo o País. A preocupação peculiar em atender satisfatoriamente ao usuário final rendeu elogios, comentários positivos e parcerias engrandecedoras para o projeto do Software Livre.

Site: http://www.muriquilinux.com.br

Poseidon



Poseidon Linux é uma distribuição Linux brasileira, desenvolvida para uso científico. Trata-se de uma distribuição Linux totalmente composta por Software Livre (SL), baseada no Kurumin Linux, e influenciada pelo Quantian Linux. O Poseidon é e sempre será livre e gratuito.

Outro detalhe importante é que todos os programas podem funcionar a partir do CD ("bootável"), já que o Poseidon possui tecnologias que permitem isso, sendo possível utilizar todos os programas sem instalar absolutamente nada. Existe também a opção (recomendável) de instalar no computador se o usuário assim desejar. Na instalação, podem ser criadas várias partições no disco rígido do computador e instalar o Poseidon Linux em uma delas, separado do(s) outro(s) sistema(s) operacional/ais que o usuário tenha ou queira ter no seu computador. Um administrador de arrancada (boot manager) permitirá escolher em qual sistema o usuário deseja trabalhar em cada seção.

Site: http://poseidon.furg.br/

ProLinux

Versátil, completo, moderno e fácil, este é o seu sistema operacional ProLinux, desenvolvido pela equipe especializada da Flux Softwares. São mais de 100 aplicativos, milhares de ferramentas e funcionalidades que tornam a distribuição uma das mais completas da plataforma Linux.

Dentre seus inúmeros diferenciais, destaque para a estabilidade do sistema baseado no Debian Etch 4.0; aplicativos selecionados e devidamente testados e traduzidos; suporte ao usuário garantido, através da Central de Suporte Flux Softwares, seu contato direto com os desenvolvedores da distribuição; conjunto completo de aulas multimídia, o seu curso de usabilidade ProLinux de forma interativa e prazerosa.

O sistema ProLinux foi desenvolvido tendo como objetivo atender as necessidades do usuário final, tanto doméstico quanto corporativo. Experimente você também todos os benefícios do ProLinux!

Site: http://www.fluxsoftwares.com/2007/index2.php?op=produtos

Resulinux



O Resulinux tem o maior desempenho do mundo em ambiente KDE, ele foi projetado com o exclusivo balanceador de prioridades Texas Flood.

O Texas Flood é capaz de aproveitar de forma mais eficiente seus componentes de hardware, priorizando as tarefas da interface em relação as demais.

O Texas Flood permite que o KDE tenha alto-desempenho, sem abrir mão de nenhum recurso. Pronto para os iniciantes, poderoso para os avançados:

O Resulinux inclui ferramentas fáceis de usar, projetadas especialmente para os iniciantes, como clientes de msn, navegadores web, ferramentas de escritório e suporte a MP3, MPEG, DIVX e DVDS.

Ele também foi preparado para os usuários avançados, que com um simples toque na tecla F12, podem ter acesso a um terminal poderoso e prático que permite administrar todos os recursos do sistema.

Site: http://linuxhard.org/?page_id=3

Satux



Satux Linux é uma distribuição 100% brasileira baseada no sistema operacional Linux. Foi e é desenvolvido primariamente pelo Instituto de Tecnologia JRSC (iTJRSC), instituição de pesquisa e desenvolvimento com sedes em Manaus e São Paulo.

O Satux Linux tem como filosofia a praticidade no uso, intensificando a experiência do usuário em interface e usabilidade, aproximando-se (ou até mesmo superando) da simplicidade de uso dos sistemas operacionais Microsoft Windows.

O Satux Linux pode ser baixado pela Internet, através do site http://www.satux.org.br/, e, ainda, pode ser adquirido na compra de computadores CCE Info, Bluesky, Nextera e Acteon Digital.

Site: http://www.satux.org.br/

Tupiserver



Desenvolvido por André P. Ribas, o TupiServer é uma distribuição Linux voltada para servidores, preparado apenas com programas e manuais necessários em um servidor, além das facilidades de instalação e configurações dos principais serviços necessários para sua rede. Baseada nos pacotes Debian/Sarge e scripts do Knoppix e Debian, ele mantém o mesmo sistema de detecção de hardware e atualização de pacotes (Apt-get).

Site: http://www.tupiserver.com.br/

Tutoo

O Tutoo-Linux é uma distribuição brasileira do Linux baseada no Gentoo e em desenvolvimento pelo Laboratório de Administração de Sistemas e Segurança do Instituto de Computação (LAS-IC) da Unicamp. O projeto do Tutoo se dá através de uma parceria entre o LAS-IC e a Itautec, fabricante brasileira de hardware, que patrocina o projeto e distribui o sistema com o nome de Librix, na maior parte das vezes pré-instalado em seus modelos "low-end", destinados a usuários que não necessitam de máquinas muito potentes e modelos incluídos no programa do governo federal, Computador para Todos. O Librix recebe apenas mudanças de ícones e papéis de parede personalizados da Itautec.

Apesar disso a intenção da equipe de desenvolvedores é a de facilitar usuários menos experientes a realizar uma instalação segura e funcional e, ao mesmo tempo, ser flexível o suficiente para que usuários mais experientes não se sintam limitados.

Site: http://www.tutoo.org.br/

<< Página anterior    




Páginas do artigo
   1. Distribuições de ' A ' à ' K '
   2. Distribuições de ' L ' à ' Z '

Outros artigos deste autor

Leitura recomendada

Comentários
[1] Comentário enviado por juliaojunior em 25/02/2008 - 16:32h:

Gostei. Simples, mas gostei.


[2] Comentário enviado por kalib em 25/02/2008 - 16:39h:

Show de bola cara...
O Brasil realmente tem bom conteúdo neste sentido...o Brasil por sinal está muito bem no quesito usuários de Software Livre se comparado a outros países...
O que apenas acho triste é que existam tantos esforços dispersos..o que resulta em termos hoje centenas de distribuições...algumas muito parecidas mudando apenas um menu ou uma funcionalidade..
Claro..é sempre bom termos opções com sistemas diferentes como debian, fedora, slack, ubuntu... Mas...ter centenas..já é muito exagerado...e acho que isso infelizmente as vezes dificulta para o usuário iniciante...

Parabéns pelo artigo cara...show de bola e apresenta as opções brazucas ;]


[3] Comentário enviado por mateusbarsotti em 25/02/2008 - 16:39h:

E o Insigne? Além de minha máquina com placa de tv funcionar o controle remoto e minha Cannon IP1300 funcionar perfeitamente, os usuários ainda ganham um curso grátis para utilização do sistema.
Isso que é inclusão digital.

http://www.linuxnewmedia.com.br/lm/noticia/insigne_oferece_inclusao_digital/

Valeu

Mateus


[4] Comentário enviado por Grobsch em 25/02/2008 - 16:51h:

Interessante, algumas poderiam ter uma citação maior. Algumas nunca ouvi falar e discordo da Mandriva que considero ser francesa, afinal a Conectiva foi vendida.
O GoblinX utiliza o sistema modular do Linuxlive.


[5] Comentário enviado por vick em 25/02/2008 - 17:22h:

Pow..gostei..
maneiro mesmo...


[6] Comentário enviado por izavos em 25/02/2008 - 17:33h:

Bom trabalho !
Sem aquela historia desta ou outra ser melhor.
O melhor e aquilo que voce gosta de usar.
Essa e o gande feito do Soft. Livre "conhecimento para todos e tudo se adpta a todos".
At +


[7] Comentário enviado por versurix em 25/02/2008 - 17:53h:

Adicione o Epidemic Linux na lista, um SO super estável e com design primordial.
www.epidemiclinux.org

Abraços
Versuri


[8] Comentário enviado por cruzeirense em 25/02/2008 - 19:09h:

Parabens! Ótimo artigo. Melhor forma de divulgar linux sem ficar atacando outros sistemas...


[9] Comentário enviado por removido em 25/02/2008 - 20:01h:

não sou muito fã das distros nacionais,
mais gostei do seu artigo........


[10] Comentário enviado por lino_35 em 25/02/2008 - 20:16h:

Amigo, muito bom! Esse é o caminho dividir a informação.

Parabéns e sucesso.


[11] Comentário enviado por kaizers2li em 25/02/2008 - 20:26h:

è mesmo.. o insigne demais criticado foi pra mais elogiado, a "revolução" do 4.0 pro 5.0 foi animal.... Bom artigo! Muita distro eu nem conhecia, rsss


[12] Comentário enviado por f_Candido em 25/02/2008 - 21:11h:

Caramba, nunca imaginei tanto Linux Tupiniquim.

Parabéns,

Abraços


[13] Comentário enviado por removido em 25/02/2008 - 21:36h:

Obrigado Robert, simplesmente nota 10!!!


[14] Comentário enviado por fulllinux em 25/02/2008 - 21:44h:

Broder ótimo artigo!

Gostei muito mesmo...isso mostra a força que o Brasil dispõem quando o assunto é software livre...também mostra que nenhum esforço é em vão quanto a arte de desenvolvimento livre, o tal do "Open Source"...pois se tem tantos OS livres assim é porque tem quem os use...

Agora uma resalva, porque não juntar essa força para um embasar um só "OS" logicamente que todos poderiam continuar com seus projetos paralelos, mas isso com certeza iria alavancar muito mais o nosso GNU/Linux, se juntasemos essa força!

Kara, gostei mesmo de seu artigo, quero dizer, de mais um artigo seu, como o Soyuz citou 10.

Parabens.


[15] Comentário enviado por removido em 25/02/2008 - 21:46h:

Só mais uma coisa ( uma pequena observação ): você se esqueçeu do Debian BR-CDD:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Debian-BR-CDD

http://cdd.debian-br.org/

Mas é uma pena o site estar em manutenção, mas é isso aí, talvez eles venham com uma distribuição arrebentando por aí...


[16] Comentário enviado por robertlucas em 25/02/2008 - 22:38h:

Fala Galera!!!

Muito obrigado pelas opiniões de todos vocês... Pra mim conta muito... ;]

Bem, no Brasil temos ainda algumas mais distribuições que não citei neste artigo por estarem com seus websites oficiais fora do ar...

Mas podemos citar aqui...

Insigne
Debian-BR-CDD
Epidemic
Definity
TechLinux
Metasys

e tem algumas outras mais...
Devemos ter ai algo em torno de 40 distribuições Tupiniquins...

É muuuuuuita coisa pra um individuo só... hehehe
Mas vamos citando aqui que uma hora conseguimos catalogar todas...

Abraços galera!!!!


[17] Comentário enviado por rgmmelo em 25/02/2008 - 22:49h:

cara, legal o seu artigo. A quase 3 anos eu comecei no mundo linux e comecei com o Fenix. muito legal essa distro, ainda tem uma mania de grandeza igual a nós, pernambucanos, mas é muito boa! Está de parabéns.....


[18] Comentário enviado por isaque_alves em 26/02/2008 - 00:06h:

Tem uma outra, destinada a uso em telecentros...
Sacix := http://www.sacix.org.br/


[19] Comentário enviado por albertguedes em 26/02/2008 - 00:54h:

Rapaiz, que garimpada ! PArabéns pelo artigo.
Eu sabia que existiam mais distros nacionais, mas uma tabela assim é a primeira vez que vejo.
Gostei muito.


[20] Comentário enviado por nando_1413 em 26/02/2008 - 08:13h:

Legal este artigo, mas faltou uma distro que também é muito completa, o Insigne, que embarca computadores do Projeto Computador para todos, ele também faz toda a detecção de hardware, periféricos, placa de tv, tudo automaticamente, além de uma gama de aplicativos muito bons, e os caras ainda dão suporte para os usuários..

ABraços a todos

Nando_1413


[21] Comentário enviado por eduardo em 26/02/2008 - 08:22h:

Nota 20 pra você, muito bom o artigo. Simples, prático e eficiente.

abrçs


[22] Comentário enviado por robertlucas em 26/02/2008 - 08:27h:

Isaque (Aluno)

Cara, essa SACIX eu ainda não conhecia, mas obrigado pela dica. Vou dar uma garimpada nela depois...

Valeu...

Obrigados a todos pelos comentários... ;]


[23] Comentário enviado por ro.cardoso em 26/02/2008 - 09:35h:

?comentario=usuária Insigne

Tenho em meu pc o sistema Insigne Momentum 5.0, que no começo tive um pouco de dificuldade (por ser leiga), mas as dificuldades foram todas sanadas com o suporte técnico, que aliás são pessoas muito atenciosas e super qualificadas, hoje tudo é tranquilo, os periféricos foram instalados automaticamente - sem ajuda. Muito prático.
Você bem que poderia colocá-lo na sua lista.


[24] Comentário enviado por josef em 26/02/2008 - 10:48h:

Robertlucas, belo trabalho, muito bem explicado e de forma rápida...este seu trabalho vou utilizar para mostrar aos amigos as distros, o que muitas vezes acontece é que um novo usuário não consegue entender o que significa as distros e o proque de tantas...

Legal mesmo...hoje utilizo o Kurumin 7...e o BIGLINUX 4 beta que por sinal tá matando a paul...nota 1000


Valeu


[25] Comentário enviado por O Kara em 26/02/2008 - 11:07h:

Valeu Robert

Realmente, eu ñ fazia a menor ideia q tinha tantas distros nossas.... isso mostra q o brasileiro é inteligente, criativo e trabalhador.... é isso ahí, gostei

Muito bom


[26] Comentário enviado por Teixeira em 26/02/2008 - 12:02h:

Muito bom o seu trabalho.

É claro que alguma coisa teria que ficar de fora do artigo, porque tem muita gente com uns "linuxes" com tempero extremamente caseiro...

Quanto ao Mandriva, consta como sendo uma distribuição fancesa - Mandrake - que "fez um gesto hipnótico" (no bom sentido) e conseguiu prevalecer sobre o excelente projeto brasileiro da Conectiva.

Também concordo com o Kalib no sentido em que a coisa anda muito dispersa.
Veja-se por exemplo o monte de projetos derivados - nem digo do Debian - mas do Kurumin! Não poderiam estar esses projetos anexados ao próprio Kurumin? Esses projetos assim de forma fragmentada são difíceis de manter. Sendo um projeto só, teoricamente, haveria mais gente disponível para atacar os problemas comuns.

É claro que em casa vamos colocar o NOSSO tempero, vamos mudar uma coisinha aqui, outra ali.

Parabéns!


[27] Comentário enviado por rikatz em 26/02/2008 - 21:57h:

Deixar o meu pitaco entao ;P

Vi muitas (se não todas) as distros voltadas exclusivamente para Desktop. No entanto, a distro mais importante que eu considero hoje em dia, é o BrazilFw (www.brazilfw.com.br).

Derivado do antigo Coyote Linux, a sua principal intenção é transformar máquinas antigas (486 em diante), em roteadores e Firewalls (com interface de controle WEB), apenas com o uso de um disquete, e caso queira instalar módulos adicionais, um HD (nada muito grande, no máximo 1Gb, caso queira rodar Cache também).

Vale dar uma conferida, projeto muito bem desenvolvido ;P



[28] Comentário enviado por aline.abreu em 26/02/2008 - 22:21h:

Bom, o pessoal já comentou, mas vou falar também, acho que faltou o Insigne...
Você comentou que o site deles está fora do ar, mas eu consegui acessar normalmente.
O site é esse: http://www.insignesoftware.com/default.php
Nesse link tem algumas screen legais da versão 5.0 que está show de bola!
http://www.insignesoftware.com/recursos/screen.php

Aline


[29] Comentário enviado por fedorafloripa em 26/02/2008 - 22:34h:

É meu amigo este sistema cresce cada dia mais. A única coisa que acho sem graça nisso tudo é o fato de algumas distribuições ficarem com visual semelhante aos sistemas microsoft. Acho que não precisamos disso. Somos únicos.


Abraço a todos


[30] Comentário enviado por robertlucas em 26/02/2008 - 22:35h:

rikatz

Cara, lógico, como pude não lembrar do Coyote, ou melhor BrazilFW... Eu usava o Coyote em casa, tinha um firewall de testes aqui com ele, era um Packard Bell, Pentium 133, 40mb de ram, HD de 2 gb... Era legal o bichinho... Eu acho que conheci ele foi depois de ler algo aqui no VOL, a alguns anos atrás...

Mais 2 a serem lembradas aqui então...

Coyote Linux
BrazilFW

E tem maisssss... Vamos descobrir quais são... =]


[31] Comentário enviado por robertlucas em 26/02/2008 - 22:47h:

aline.abreu

Sim, desculpas por não ter colocado o Insigne na lista...
Foi um quase esquecimento...
Eu cheguei a entrar no site deles (não estava fora do ar), só não lembro o porque diabos eu não peguei informações dele... =/
Eu já testei o Insigne em alguns computadores que passaram por minha mão e realmente é um sistema bem legal... Principalmente para quem esta iniciando, bem fácil de lidar e com muitas facilidades de configurações, lembro até mesmo de ter contatado o Suporte dele e fui bem atendido, não tinha dúvidas não, era só pra saber se eles saberiam resolver um probleminha (que 2 suportes de distribuições não me deram respostas e olha que estou esperando a mais de 4 meses... e não, eu não fico fazendo hora com o Suporte, só fico curioso em saber se eles estão ou não capacitados a sanarem as dúvidas que seus clientes tem, afinal, pagam por aquilo). Mais um ponto positivo pro Insigne, o seu suporte...
Otimo trabalho vem fazendo o Insigne...

É isso né...
Acho que deu pra me redimir da falha... =]

Abraços a todos... ;]


[32] Comentário enviado por igorcemim em 26/02/2008 - 23:06h:

Não sei vcs mas a distribuição que eu acho mais maneira é o Gobolinux, até
ja assisti uma palestra sobre ele (porem na é poca eu era MUITO leigo e não entendi quase nada :p).

Abraços


[33] Comentário enviado por PCMasterPB em 27/02/2008 - 08:47h:

Massa o artigo, reuniu várias distros, algumas nem tinha ouvido falar, vai ser bom para quem quer conhecer novas distros. ;D


[34] Comentário enviado por maran em 01/03/2008 - 22:46h:

Cara muito show o artigo.
Mas eu concordo com Kalib, se todos esses brasucas se unissem para fazr apenas uma ou duas distros, ia se muito mais massa...

Mais é isso aee...

Muito bom o artigo...


[35] Comentário enviado por douglascrp em 02/03/2008 - 14:57h:

Muito legal o artigo.
Coloquei uma referência dele no meu blog.

http://douglascrp.blogspot.com

falou


[36] Comentário enviado por cassimirinho em 06/03/2008 - 16:44h:

Parabéns.


[37] Comentário enviado por cvv em 29/05/2008 - 16:03h:

E o pQui???

http://site.pquilinux.org/

--

Excelente artigo, parabéns!


[38] Comentário enviado por albfneto em 05/06/2008 - 12:33h:

legal, ótima revisão de distros brasileiras, testei várias delas tb! parabéns!
Cito Epidemic Linux, o Resulinux, O Poseidon, O Muriqui, O Satux, O Librix (ITAUTEC), o Litrix e o Tutoo (UNICAMP). Esssa três últimas dão Gentoos!
Insigne (financiamnto CNPq), tb testei, distro bonita e rápida, porém seu instalador e perigoso. Aparentemente todas as opções são formatadoras, qualquer descuido, e lá vão embora suas partições!


[39] Comentário enviado por albfneto em 09/06/2008 - 11:19h:

A partir do Tutoo Linux, a Unicamp desenvolveu o Litrix.
O Tutoo é um bom Linux. rápido, leve, customizável e poderoso, em suas ultimas versões,
que são posteriores ao litrix, é diferente deste
è fácil de trabalhar,mais que o Sabayon, mas é mais poderosa e profissional do que o Litrix.
Recomendo aos, que como eu, gostam de Gentoos.
Também estou re-testando a versão nova do GoboLinux.
Quanto ao Mandriva, é uma distro Francesa realmente, não é brasileira. ele compraram a Conectiva. O Mandriva é o sucessor do Mandrake, mas tem muito mais do Mandrake do que do Conectiva.
Mandrake, se me lembro, é baseado no Red Hat. O Conectiva, não me lembro, não cheguei a usar.
Linuxes muito antigos, usei um pouco o Debian antigo, mas a uns dez anos, os Linux eram outra coisa, muito menos aperfeiçoados!
Alguém citou o Coyote.
O Coyote é norte-americano, não brasileiro, e é voltado mais pra servidores do que para micros pessoais.
A idéia do Libertas é interessante, pq. metapacotes completos facilitam muito, e os do Libertas, rodam em outras distros Debian, como o Ubuntu.


[40] Comentário enviado por removido em 22/10/2008 - 15:34h:

Legal, mas prefiro o meu fiel FEDORA!

Otimo artigo parabens!

flw


[41] Comentário enviado por M4conheiRoX em 28/10/2008 - 12:09h:

muito bom mesmo
=D
ftz


[42] Comentário enviado por Scoober em 11/11/2008 - 09:18h:

Apenas para atualizar... o Coyote era norte-americano, mas o projeto foi abandonado pelo seu criador e adotado por brasileiros, e hoje se chama BrazilFirewall. Como servidor de internet é simples e fácil de configurar, não exigindo um grande poder de processamento, além de ser extremamente estável (utilizo ele em 2 máquinas aqui na empresa - uma na matriz e uma na filial).

A partir da versão 2.31.10 não aceitará mais rodar a partir de disquete, sendo necessária a instalação em hd.

[]s


[43] Comentário enviado por willcarlosnx em 12/01/2009 - 18:00h:

qual destas distribuições é menos leve pra rodar nu servidor de telecentro?
quem me ajuda meu email willcarlosnx@gmail.com ou msn willcarlos_nx@hotmail.com
e urgente


[44] Comentário enviado por wesfonseca em 26/02/2009 - 00:06h:

cara,muito bom não sabia q haviam tantas distros brasileiras,show de bola e viva o linux!


[45] Comentário enviado por fernandgoncalves em 13/03/2009 - 23:55h:

Paz e Bem, Comunidade.

Acessa Livre é uma solução da Companhia de Desenvolvimento do Estado de São Paulo que roda nos infocentros do Programa Acessa SP de inclusão digital.

http://www.prodesp.sp.gov.br/acessa.htm

A PRODESP jura de pé junto que é Software Livre. Entanto, os Usuários dos infocentros não tem acesso ao Sistema Operacional Acessa Livre.

Pergunto: Se o Acessa Livre é Software Livre qual a avaliação daComunidade Viva O Linux sobre aquela distribuição GNU/Linux que não aconteceu?!!!!

Fernando,
organizador do InfoCentro São Vicente, Amigos e Usuários Associados (entidade em formação) para cobrar responsabilidades
dos gestores do Programa Acessa SP.




[46] Comentário enviado por magnolinux em 23/09/2009 - 09:59h:

bacana o tutorial..



[47] Comentário enviado por genoverley em 02/10/2009 - 23:46h:

Do Famelix existe o BRLix que está na sua versão 1.1.


[48] Comentário enviado por doradu em 28/01/2010 - 13:50h:

não li todos os comentários mas faltou a SucciLinux (baseada no Puppy)


[49] Comentário enviado por landex em 10/06/2010 - 08:52h:

Nossa legal, tem umas que eu nuca tinha ouvido falar...


[50] Comentário enviado por GersonSena em 06/01/2011 - 18:02h:

Tchê, te esquecestes do Pandorga e do Linux Educacional (que já deve estar saindo na versão 4.0). São versões brasileiras educacionais


[51] Comentário enviado por dantonrenato em 04/02/2012 - 20:00h:

Tem mais uma distribuição linux brasileira voltada para multimídia, áudio, vídeo e artes gráficas. É o Junta Dados.

O JuntaDados é baseado no gnome e já está em português.
O DVD é LIVE. Você só precisa baixar a imagem ISO, gravar num DVD, colocar no seu computador e reiniciar. Pronto! O computador vai reiniciar direto do JuntaDados e você poderá testa-lo à vontade - sem mudar nada do seu computador.
Se você resolver instalar o JuntaDados lembre-se que ele é linux, livre e grátis.

O JuntaDados foi desenvolvido pelo pessoal do Pontão de Cultura Digital da Bahia, sediado na Universidade do Estado da Bahia (UNEB), conveniado pelo Ministério da Cultura atráves do Programa Cultura Viva.
É um projeto sério que vale a pena conhecer e testar!

Para conhecer melhor o projeto entre em:
https://juntadados.org/

O JuntaDados tem apenas 1,7 gigas. Para baixa-lo entre em:
http://www.juntadados.org/sites/default/files/juntadados/3.04r1/juntaDados-3.04r1-i386.iso

Não se assuste se o seu navegador disser que há riscos no site. Esse aviso apareceu aqui pra mim no Firefox e deu tudo certo. Não sei porque sempre aparece esse aviso quando o site é https.


[52] Comentário enviado por matheusunitt em 11/04/2012 - 15:59h:

Viish, é por isso que o Brasil não cresce tanto em distros linux, simplesmente são muito semelhantes em design com o Windows!



Contribuir com comentário


  
Para executar esta ação você precisa estar logado no site, caso contrário, tudo o que for digitado será perdido.
Responsável pelo site: Fábio Berbert de Paula - Conteúdo distribuído sob licença GNU FDL
Site hospedado por:

Viva o Linux

A maior comunidade Linux da América Latina! Artigos, dicas, tutoriais, fórum, scripts e muito mais. Ideal para quem busca auto-ajuda em Linux.