Uso do Barnyard2 para identificação de intrusões e tratamento.

1. Uso do Barnyard2 para identificação de intrusões e tratamento.

Vinícius Röpke
Shandow

(usa FreeBSD)

Enviado em 27/12/2019 - 22:33h

Olá, gostaria da ajuda de vocês para explicar a uma maneira de tratamento de dados do barnyard2, pois já vinculei ele com o banco de dados e o com o Snort para a gravação de Logs e alertas no banco. Até ai tudo certo, o meu problema se encontra onde preciso fazer o tratamento destes dados armazenados pelo barnyard2. É possível trabalhar com esses dados? Vi que possuem tabelas de TCP, UDP, ICMP, IP entre outras. A porta do log gerado é mostrada, mas na tabela IPHDR o IP de origem e destinos não ficam visíveis, como o número da porta, ficam por exemplo um número: 3232235633. Alguém poderia me explicar o por quê?