Ubuntu : Remédio saiu pior que doença

1. Ubuntu : Remédio saiu pior que doença

  


2. Re: Ubuntu : Remédio saiu pior que doença

Lucas de M. Corrêa
correalinux

(usa Outra)

Enviado em 13/01/2018 - 10:32h

JESUIS
Meus pedidos pra que a Canonical parasse de fazer merd@ não foram atendidos

LMC


3. Re: Ubuntu : Remédio saiu pior que doença

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/01/2018 - 10:46h

-aqui estou rodando kernel-4.13 no ubuntu-16.04-lts ainda vulnerável ao spectre porém protegido contra meltdown
https://i.imgur.com/IqEGSAB.png



4. Re: Ubuntu : Remédio saiu pior que doença

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/01/2018 - 11:32h

LinuxMint-18 com kernel 4.14 com mesmo resultado do Ubuntu mas logando normalmente
https://i.imgur.com/jbKB6Yj.png


5. Re: Ubuntu : Remédio saiu pior que doença

Walker Luiz de Freitas
WalkerPR

(usa Debian)

Enviado em 13/01/2018 - 20:42h

Há dois dias atrás quando o Xubuntu 16.04 LTS atualizou (desktop AMD na empresa), notei que a aplicação da VMWare dava erro na atualização. Não avançava por informar incompatibilidade em componentes de rede e video.

Tive que baixar a última versão do VMWare (v14) e esta pediu para habilitar na BIOS o "Secure Virtual Machine" que estava desabilitado. Feito isso, o VMWare funcionou normalmente. Demais aplicações também normais.

Em casa, no meu notebook, já me vacinei! Estou utilizando o Debian 9.3 KDE, e hoje posso dizer que minhas opções secundárias (já testadas e funcionais) são Fedora 27 e CentOS 7.
Estas para rodarem bem num Intel i7 Kaby Lake.


6. Re: Ubuntu : Remédio saiu pior que doença

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/01/2018 - 20:54h

-não estou com problemas p/ dar boot no ubuntu com kernel-13.9 e nem no linuxmint com kernel-14.4
-pelo menos até o momento
-mas por segurança manterei fedora-27-mate instalado na sda3




7. Re: Ubuntu : Remédio saiu pior que doença

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 16/01/2018 - 04:21h

Linux Mint 17.3 com kernel 4.4.0 (originalmente para Mint 18 e 18.1) rodando, até o momento, sem problema.
Mas a vulnerabilidade, segundo o script (spectre-meltdown-checker.sh), continua a mesma do kernel original "3.19.0-32", tudo como antes, na época de Abrantes.
https://i.imgur.com/a9PIb2D.png






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts