Será que os desenvolvedores deixaram de enxugar seus softwares porque "memória tá barata"?

1. Será que os desenvolvedores deixaram de enxugar seus softwares porque "memória tá barata"?

Bilufe
bilufe

(usa XUbuntu)

Enviado em 01/07/2020 - 08:39h

Quando os softwares simples passaram a consumir um absurdo de RAM?

Às vezes o software é pequeno, mas consome até 10 vezes mais RAM que o seu tamanho.
Tenho acompanhado a evolução do Ubuntu ao longo do tempo... mas não só dele... estive com o OpenSuse a pouco tempo e vi que as mesmas questões também se aplicam a ele.

Pra ter uma loja de aplicativos que mostre tanto os pacotes dos repositórios (DEB/RPM) quanto pacotes Flatpak e Snap, o Plasma-discover e o Gnome-software consomem entre 200 mb a 400 mb! Sim, só pra ter essa funcionalidade básica! Algumas distribuições não tem um atualizador independente, nesse caso o Plasma-discover ou o Gnome-software fazem o serviço, mas há distros que ainda disponibilizam um atualizador que roda no background consumindo seus 50 mb.

No Xfce, um simples applet de menu (whisker-menu) consome quase 60 mb de RAM. E outros applets como o xfce4-indicator-plugin consomem mais ou menos a mesma coisa, além de rodar muita coisa em Python em background.

E os navegadores consumindo um absurdo de RAM? I

Tudo me leva a crer que os desenvolvedores não enxugam mais seus softwares, pois até quando alguém reclama do alto consumo sempre tem a resposta: "Compra mais memória".
Ocorre que nem todos os dispositivos podem receber mais memória RAM, como as placas Orange Pi e Raspberry Pi.

Eu tenho usado o terminal para atualizar e instalar programas, e sempre desativo funcionalidades que não uso: gerenciador de cores, tecnologias assistivas, bluetooth. Mas ainda acho que os desenvolvedores esqueceram que os usuários podem não ter 8 gb de RAM só pra rodar o aplicativo dele.


  






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts