Usando dois ambientes gráficos no Ubuntu: Gnome e KDE

Publicado por Perfil removido em 09/01/2010

[ Hits: 25.995 ]

 


Usando dois ambientes gráficos no Ubuntu: Gnome e KDE



Aderir ao Linux pra mim foi um das escolhas mais inteligentes que eu já fiz nessa vida de computeiro. E o Ubuntu me conquistou de vez. Cada dia eu descubro algo interessante.

A última que me chamou a atenção foi poder ter vários ambientes gráficos instalados. Eu prefiro o Ubuntu padrão com Gnome, mas como gosto de explorar, instalei o KDE nele. O Ubuntu tem uma versão específica com o KDE como ambiente padrão, o Kubuntu, e mesmo que você não tenha o KDE pode instalar programas do KDE no Gnome pela Central de Programas do Ubuntu mesmo.

Meu exemplo principal é o Bilbo, programa para postagem em blog feito pra KDE, mas que eu uso no meu Ubuntu com GNOME. Mas o foco aqui é ter a base no Ubuntu com a possibilidade de poder usar algumas funcionalidades e se deliciar com o visual do KDE.

Vamos à instalação.

1) vá em "Sistema -> Administração -> Gerenciador de Pacotes Synaptic". Lá, faça uma pesquisa por "kubuntu" e marque "kubuntu-desktop" para instalação, e também confirme a instalação dos pacotes adicionais requeridos.

2) aplique as mudanças. Durante o processo de instalação vai aparecer um diálogo perguntando qual ambiente você quer usar por padrão. Marque "gdm" para GNOME ou "kdm" para KDE - eu escolhi "gdm".

3) siga o assistente e, após concluída a instalação, você já pode encerrar a sessão e na tela de login escolher na opção de sessão qual ambiente quer usar. Talvez ocorra com você o que ocorreu comigo, e na a tela de splash na inicialização e no encerramento apareça a logo azul do Kubuntu com a barra de progresso no lugar da logo padrão do Ubuntu - que na versão 9.10 é uma tela preta com o logo prata brilhante no centro. Isso pode ser resolvido facilmente com a instalação de um programinha. No Ubuntu, com ambiente GNOME, na Central de Programas pesquise por "StartUP-Manager" e o instale.

4) depois de instalado ele fica em "Sistema -> Administração". Na aba "Aparência", escolha o tema do splash "usplash-theme-ubuntu" para voltar ao tema original do Ubuntu, ou deixe "usplash-theme-kubuntu" se preferir o do Kubuntu - eu optei por voltar ao tema padrão do Ubuntu.

Junto com a instalação do KDE vêm vários aplicativos essenciais deste ambiente, alguns com a mesma função dos do GNOME, sendo que você pode usar os do GNOME no KDE e vice-versa. Os aplicativos de sistema, atualização, gerenciador de pacotes e etc continuam sendo os que vieram instalados com o Ubuntu com GNOME.

Pra mim tudo bem, mas muita gente reclama que os menus e programas do KDE ficam misturados lá no menu do GNOME, mas você pode mudar isso e marcar os itens que você quer para que apareçam só no KDE. Para isso, lá no KDE, no menu K, clique com o botão contrário e acesse o editor de menus, selecione o item e o marque pra ser exibido somente no KDE.

Original em: http://www.pedro-araujo.com/
Referência (em inglês): http://www.psychocats.net/ubuntu/kde

Outras dicas deste autor

Trabalhando com Firewalld no CentOS 7

Netbeans - Melhor IDE para se trabalhar com Java [vídeo]

Verificando o nível de tinta de sua impressora Epson no Ubuntu

Instalando aMSN 0.97b pelo YUM

Conheça o KInstaller

Leitura recomendada

Resolvendo problemas com a pasta "Área de Trabalho"

Como descompactar arquivos zip, rar, tar.gz, bz2, tar.bz2 pelo terminal

Skin do Brasil para aMSN (Copa do Mundo)

Atalho Alt+F2 ou Alt+Espaço parou de funcionar no KDE Plasma [Resolvido]

Navegando em sites favoritos com Speed Dial

  

Comentários
[1] Comentário enviado por rony_souza em 09/01/2010 - 14:36h

Ola qro instalar o kde mais dezem que é pesado

o que vc acha? consome muitos recursos?

posso escolher o ambiente na hora de logar o sistema?.

o Compiz Fusion, funciona em conjunto com o kde?

abs

[2] Comentário enviado por removido em 09/01/2010 - 16:08h

Então, Rony (chiaba), não vou negar que isso pode afetar um pouco a performance do sistema, mas não é algo que incomode - a menos que você tenha pouca memória RAM, tipo, menos que 1 Giga (no meu caso tenho 2,5 de RAM e nem senti diferença).

O KDE precisa de um pouco mais de recursos de hardware que o GNOME, mas não custa nada testar. Se você quer só o KDE indico instalar o Kubuntu (como disse na dica). Ter só o KDE ou só o GNOME instalado é melhor pro desempenho do que ter os dois - a minha dica acima vale se você já tem Ubuntu com GNOME e quer adicionar o KDE pra usar os dois ao mesmo tempo.

E sim, você pode escolher qual usar na hora do login: no Ubuntu 9.10 a lista de ambientes gráficos disponíveis fica no rodapé da tela de login, ao lado das opções de idioma e acessibilidade, numa combobox pra você escolher o tipo de sessão, ou seja, qual ambiente usar: GNOME, KDE ou xterm, por exemplo.

Quanto ao Compiz, eu só o usei uma vez no GNOME, não sei dizer com segurança em relação a ele com o KDE pois nunca testei, mas já li por cima algo relacionado nos blogs por aí, e creio que deve ter uma forma sim, só não testei.

[3] Comentário enviado por alefesampaio em 10/01/2010 - 01:14h

Rapaz uma das grandes porcaria, que já inventaram para o Ubuntu foi deixa a opção de usar Kde, pois não tem estabilidade fica muito pesado sem contar os bugs..
Digo uma frase do Leôncio com pica pau “ Certa coisa não devem mudar “ Ubuntu nasceu para Gnome , Madruga para apanha da dona Florinda, e Pica pau para se dar bem contra o Leôncio e o Palmeiras para ganha todas as vezes dos Corinthians em time que ta ganhando não se devem mexer Kde no Ubuntu e Gabiara mal feita.


[4] Comentário enviado por juliaojunior em 10/01/2010 - 20:05h

Na verdade, alguns dizem que o Gnome pesa mais que o KDE. Nunca procurei conferir, mas eu até acredito.

Agora, para colocar os programas dos dois funcionando juntos já é outra coisa. Realmente fica mais pesado por um simples motivo: Usando no Gnome os programas KDE (ou vice-versa) você precisará ter as bibliotecas dos dois ambientes rodando ao mesmo tempo. Isso é certo, pois muitos programas do KDE são praticamente parte integrante do sistema.

Então que pesa mais realmente pesa. Mas com uma RAM de 56494654 gigas, não dá para sentir nem cosquinha. :)

[5] Comentário enviado por izaias em 08/03/2010 - 22:33h

Beleza Pedro! Mas como desinstala o KDE do Ubuntu, deixando o Gnome, claro.
Valeu!!!

[6] Comentário enviado por removido em 09/03/2010 - 08:23h

É só repetir o passo de número 1 da instalação, só que desta vez é claro o processo é desmarcar os pacotes na lista do Synaptic (na verdade é só selecionar o pacote 'kubuntu-desktop' e clicar no menu pop-up dele em 'Marcar para remoção completa' e confirmar a desintalação automática das dependências). Aí é só clicar em 'Aplicar' na barra de ferramentas, bem simples, o Synaptic faz todo o 'trabalho sujo' sozinho.

Eu particularmente tinha desinstalado o KDE, mas depois instalei denovo. O KDE e suas bibliotecas, na minha opinião, é mais completo na parte de multimídia (eu tinha uns DVDs+RW onde gravo a série LOST pra assistir no meu aparelho de DVD na televisão bem confortável no sofá da sala e o GNOME e suas ferramentas não conseguiam reconhecer o disco, eu tentei várias opções, até que fiz do jeito 'Seu Lunga': instalei o KDE só pra poder ler e gravar nesses DVDs, foi só inserir que ele reconheceu e gravei fácil-fácil pelo K3B.

Eu ainda prefiro o GNOME nas tarefas do dia-a-dia, mas tenho descoberto muitas coisas no KDE, se puder ter os dois juntos eu acho melhor, aliás, é por isso que eu digo: "VIVA O LINUX"!

[7] Comentário enviado por izaias em 12/03/2010 - 13:33h

Como vai, Pedro?!

E tem gente que não gosta ou nem quer saber de Linux.
Valeu cara !!!

[8] Comentário enviado por removido em 12/03/2010 - 14:12h

Ah, pra quem usa o Fedora, vale esta dica semelhante do Elder Marco aqui no VOL.

Vejam:

http://www.vivaolinux.com.br/dica/Mudando-do-GDM-para-o-KDM-no-Fedora-10-e-11/

[9] Comentário enviado por JuniorRbn em 11/10/2010 - 17:29h

4) depois de instalado ele fica em "Sistema -> Administração". Na aba "Aparência", escolha o tema do splash "usplash-theme-ubuntu" para voltar ao tema original do Ubuntu, ou deixe "usplash-theme-kubuntu" se preferir o do Kubuntu - eu optei por voltar ao tema padrão do Ubuntu.


Não tou conseguindo achar essa opção

Eu uso Ubuntu 10.10

Inclusive já até tentei intalar complementos para esse programa, o StartUp Manager, como o usplash, mas dá uma mensagem de erro

[10] Comentário enviado por removido em 11/10/2010 - 22:58h

Bem, o Ubuntu 10,10 é novo, saiu ontem, e eu também já estou usando ele.

Este artigo eu fiz pro 9.10, e percebi que a partir da 10.04 algumas funções do StartUp Manager também sumiram!

Vou ter que testar ainda, e depois informo!

[11] Comentário enviado por chaplinux em 25/01/2011 - 13:24h

Na pre-historia do Linux, o KDE e Gnome ja vinhao pre instalados nas distribuicoes do linux. O GDM ou KDM vc escolhia qual ambiente iria rodar... vc tendo instalado um ou outro no seu sistema num tem problema algum. pq ambos quando startados levantam suas bibliotecas.

O que "pesa"? é vc esta no Gnome e usar o K3B para gravar seu DVDS. o K3B pra quem não sabe é o Gravador de CD/DVD do KDE,
ai ele levanta todas a bibliotecas QT que precisar!

Mais com as maquina de hoje, isso é quase não sentido. entao pessoa aproveitem o que tem de melhor nos 2 ambientes. e vc pode ter o 3 ou 4 ambiente no mesmo sistema, como Xface e etc...

Boa Sorte! Seja Livre! Use Linux!

[12] Comentário enviado por Rafael H em 27/04/2011 - 04:17h

concordo com nosso amigo cahplinux , afinal estamos falando de linux!!!



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts