Samba - modo simples

Publicado por igor em 23/05/2008

[ Hits: 8.992 ]

 


Samba - modo simples



Uso Fedora.

Olá pessoal estou aqui para facilitar a vida de muita gente com o meu estilo de Samba.

1º Passo

Verificar se o Samba está instalado:

$ rpm -q samba

2º Passo

Adicionar o grupo:

# addgroup samba

3º Passo

Adicionar os usuários e já adicionar no grupo.

Obs.: "teste" é o nome do usuário, "samba" o nome do grupo.

# adduser -g samba -c teste -s /bin/false teste

Lembrando se for fazer samba no domínio devemos adicionar o nome das máquinas. Toda adição de máquina tem que ter no final do nome da máquina o símbolo $.

# adduser maquina$

4º Passo

Adicionar os usuários no samba:

# smbpasswd -a teste

Lembrando que se for domínio, temos que adicionar as máquinas, então:

# smbpasswd -am maquina$

5º Passo

Vamos criar agora as pastas para serem compartilhadas.

# mkdir /home/dados
# mkdir /home/netlogon


Caso você queira inserir uma impressora no samba, também deverá criar os devidos diretórios para que ele funcione.

# mkdir /tmp/spool
# mkdir /tmp/spool/<nome_do_compartilhamento_da_impressora>


Agora temos que dar as permissões para as pastas:

# chmod 770 /home/dados
# chgrp samba /home/dados
# chmod 750 /home/netlogon
# chgrp samba /home/netlogon
# chmod 750 /tmp/spool
# chgrp samba /tmp/spool


6º Passo

Agora vamos criar o arquivo logon.bat que irá fazer o mapeamento das letras da unidade. Dentro da pasta netlogon iremos dar o comando:

# vi logon.bat

Logo dentro do logon.bat as seguintes linhas:

net use f : /delete
net use f: \\nome_da_sua_maquina.seu_dominio.com.br\dados

7º Passo

Agora a configuração do smb.conf. Que fica dentro da pasta /etc/samba e é só copiar este artigo para dentro do smb.conf:

smb.conf

#
#
# CONFIGURAÇÃO DO SERVIDOR SAMBA
#
#
#######################################
#
# CONFIGURAÇÕES DO DOMÍNIO
#
#######################################


[global]

# Nome do domínio ou grupo de trabalho
workgroup = Grupo_ou_Domínio

# Descrição do servidor
server string = Nome_do_seu_Servidor

# Redes liberadas para acessar o servidor
hosts allow = 192.168.4. 192.168.2. 127.

# configuração do serviço de impressão
printcap name = /etc/printcap

# Habilita o carregamento de impressoras no servidor
load printers = yes

# Driver de impressão, podemos usar outros como o CUPS
printing = lprng

# Arquivo de log       --> %m - nome da máquina
log file = /var/log/samba/%m.log

# Tamanho do arquivo de Log
max log size = 50

# Nível de depuração do log ( De 0 a 5 )
debug level = 3

# Tipo de segurança usada. Existem outros tipos de segurança
# como por compartilhamento (share) e por domínio (domain)
# as permissões são dadas de acordo com o login do usuário, ou através dos grupos

security = user

# As senhas serão criptografadas (Não usado para Windows 95)
encrypt passwords = yes

# Arquivo de senhas do samba
smb passwd file = /etc/samba/smbpasswd

# Parâmetros para o funcionamento da alteração de senha através
# do Windows

unix password sync = yes
passwd program = /usr/bin/passwd %u
passwd chat = *New*password* %nn *Retype*new*password* %nn *passwd:*all*authentication*tokens*updated*successfully*

# opções para melhorar o desempenho do servidor na rede (default)
socket options = IPTOS_LOWDELAY TCP_NODELAY SO_RCVBUF=8192 SO_SNDBUF=8192

# Parâmetros que determinam se o servidor sera um PDC
# ou usara a organização simples de Grupo
#
# Os parâmetros setados com 'YES' juntamente com o 'os level=99' fazem
# com que o servidor trabalhe como PDC, caso queira que ele trabalhe
# com o compartilhamento simples de arquivo (Grupo) altere os parâmetros
# para 'NO' e coloque o parâmetro 'os level=22'

os level = 99
local master = yes
domain master = true
preferred master = true
domain logons = yes

# Seqüência de resolução de nome
name resolve order = wins lmhosts

# Script de Logon
logon script = logon.bat

# Letra de unidade a ser mapeada para cada usuário
logon drive = g:

# Habilita o SAMBA a suportar o serviço de WINS
wins support = yes

# Faz os diretórios herdarem as permissões da pasta mãe
inherit permissions = yes

#Adicionando estacoes automaticamente
add machine script = adduser %m$; smbpasswd -am %m


#############################################
#
#CONFIGURAÇÕES DOS COMPARTILHAMENTOS
#
#############################################

# Compartilhamento pessoal dos usuários
[homes]
    comment = Diretório pessoal dos users
    browseable = no
    writable = yes

# Compartilhamento responsável pelos scripts de logon
[netlogon]
    comment = Network Logon Service
    path = /home/netlogon
    guest ok = yes
    writable = no
    share modes = no

# Compartilhamento geral
[dados]
    comment = Pasta de trabalho do grupo
    path = /home/dados
    write list = @samba,@admin
    read list = @root,
    public = no
    writable = yes
    browseable = yes

#############################################
#
# CONFIGURAÇÕES DAS IMPRESSORAS
#
#############################################


[printers]
    comment = Impressoras Linux
    path = /var/spool/samba
    public = yes
    browseable = yes
    printable = yes
    read only = yes

[hp692c]
    comment = HP Deskjet 692C
    print command = /usr/bin/lpr -r %s
    public = yes
    path = /tmp/spool/hp692c
    printer = hp692c
    printable = yes

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Corrigindo o problema das teclas CTRL+F2 e ALT+F2 no Gentoo

Resumo da História do Sistema Operacional Solaris

Insigne Linux 2.0

Iniciantes em Linux

Como fazer um alias para uma placa de rede

  

Comentários
[1] Comentário enviado por edirlf em 24/05/2008 - 18:30h

gostei do artigo. assim que puder vou tentar.
Parabéns.



Contribuir com comentário