Samba + Clamav no Slackware 10.1

Publicado por Luiz Carlos Redes Filho em 09/10/2005

[ Hits: 13.216 ]

 


Samba + Clamav no Slackware 10.1



Olá pessoal, eu sei que já existem trocentos tutoriais de como colocar Samba e Clamav funcionando juntos, mas até agora eu não vi nenhum aqui no VOL específico para Slackware...

No meu trabalho eu tive que montar um servidor Samba com o Clamav e usei Slackware para isso, então resolvi compartilhar o conhecimento adquirido. Separei todo o procedimento em passos fáceis de seguir, vamos começar!

1. Baixar os fontes e pacotes, os links seguem abaixo:

Samba:
ftp://ftp.slackware.at/.../samba-3.0.10.tar.bz2

ClamAV:
http://linuxpackages.slackwaresupport.com/.../clamav-0.85-i486-2jim.tgz

Samba-vscan:
http://ufpr.dl.sourceforge.net/.../samba-vscan-0.3.6.tar.bz2

Salve todos os arquivos dentro de um diretório qualquer (/tmp).

2. Descompactando e instalando tudo:

Samba:

# tar -jxvf samba-3.0.10.tar.bz2

Estou levando em conta que você já possui o Samba instalado.

ClamAV:

# installpkg clamav-0.85-i486-2jim.tgz

O ClamAV é moleza, esse pacote já traz tudo, inclusive o script de inicialização para o daemon, rc.clamav.

Samba-vscan:

# tar -jxvf samba-vscan-0.3.6.tar.bz2
# mv samba-vscan-0.3.6 samba-3.0.10/examples/VFS/


No caso do samba-vscan, ele precisa dos fontes do Samba instalados para criar um módulo que será carregado pelo Samba, por isso temos que copiá-lo dentro do diretório de fontes do Samba.

Compilando o módulo do samba-vscan:

# cd samba-3.0.10
# ./configure
# make
# cd samba-3.0.10/examples/VFS/samba-vscan-0.3.6
# ./configure
# make
# cp clamav/vscan-clamav.conf /etc/samba/
# cp vscan-clamav.so /usr/lib/samba/vfs/


3. Configurando os softwares.

ClamAV:

Arquivo de configuração: /etc/clamd.conf

Não vou detalhar de maneira doentia as opções deste arquivo, mesmo por que ele é bem auto-explicativo, basta ler e acredite, leia os comentários dele, eles podem te ajudar e poupar tempo e deixar o ClamAV melhor ainda para suas necessidades.

Basicamente certifique-se de descomentar as seguintes linhas:

LogSyslog
LogVerbose
LocalSocket /var/run/clamav-milter/clamd.sock
ScanPE
DetectBrokenExecutables
ScanOLE2
ScanHTML
ScanArchive
ScanRAR
# CERTIFIQUE-SE DE QUE ESTA LINHA ESTEJA COMENTADA:
# TCPSocket 3310

A opção acima deve ser comentada por que o ClamAV pode ser configurado para ficar "escutando" uma porta TCP ao invés de um arquivo de socket (comunicação entre aplicativos) em disco, essa técnica não é muito segura, uma vez que a porta fica aberta... quanto mais portas puder fechar, é melhor fechar ;)

Samba-vscan:

Arquivo de configuração: /etc/samba/vscan-clamav.conf

Este arquivo também é babinha, as seguintes linhas devem ser alteradas:

infected file action = nothing

Ficará assim:

infected file action = delete

clamd socket name = /var/run/clamd

Ficará assim:

clamd socket name = /var/run/clamav-milter/clamd.sock

Protegendo os compartilhamentos:

Arquivo de configuração: /etc/samba/smb.conf

Coloque as seguintes linhas em seus compartilhamentos que devem ser protegidos:

vfs object = vscan-clamav
vscan-clamav:config-file = /etc/samba/vscan-clamav.conf

Caso já tenha outros módulos sendo carregados, ficaria assim:

vfs object = extd_audit recycle vscan-clamav
vscan-clamav:config-file = /etc/samba/vscan-clamav.conf

Configurando o Slack para carregar o ClamAV na inicialização do sistema:

No arquivo /etc/rc.d/rc.M, procure onde estão as linhas que iniciam o serviço Samba e cole _ACIMA_ delas as seguintes linhas:

# Start Clamav to scan Samba Shares
if [ -x /etc/rc.d/rc.clamav ]; then
  . /etc/rc.d/rc.clamav start
fi

Lembre-se de dar permissão de execução para o arquivo rc.clamav:

# chmod +x /etc/rc.d/rc.clamav

4. Finalmente colocando TUDO para funcionar:

É necessário SEMPRE iniciar o ClamAV antes do Samba, afinal, ele vai criar o socket que o Samba vai usar para "falar" onde ele deve scanear. Seguindo os comandos:

# cd /etc/rc.d/
# ./rc.clamav start
# ./rc.samba start


TESTANDO: Pegue uma máquina Windows que está na mesma rede que o seu Servidor Samba e tente copiar um arquivo de texto com o seguinte conteúdo para o compartilhamento Samba do Servidor:

X5O!P%@AP[4\PZX54(P^)7CC)7}$EICAR-STANDARD-ANTIVIRUS-TEST-FILE!$H+H*

Observe o arquivo de Log:

# tail -f /var/log/messages

Deve aparecer algumas mensagens como essas:

Jun 4 10:05:53 servidor smbd_vscan-clamav[3387]: INFO: Scanning file : '/mnt/Servidor/eicar'
Jun 4 10:05:53 servidor clamd[5673]: /mnt/Servidor/eicar: Eicar-Test-Signature FOUND
Jun 4 10:05:53 servidor smbd_vscan-clamav[3387]: File '/mnt/Servidor/eicar' has already been scanned and marked as infected. Not scanned any more. Access denied

Bom, acho que é só...

Essa dica foi feita baseada no artigo de Keny Hayakawa Schmeling (mrspy):
Outras dicas deste autor

Configurando MRTG sem usar SNMP no Slackware 10.1

Leitura recomendada

Solucionando problema de resolução máxima de 640x480 no Ubuntu e similares

Menus do LibreOffice sumiram? Resolva!

LPRNG no Debian 7 - Erro:LPD doesn't listen on port 515 [Resolvido]

WvDial e KPPP - Configuração para celular e/ou modem 3G no Slackware 14.0

Alterar papel de parede do Salix Openbox

  

Comentários
[1] Comentário enviado por ndalinux em 22/10/2005 - 09:38h

O link do samba-vscam esta quebrado achei esse
http://prdownloads.sourceforge.net/openantivirus/samba-vscan-0.3.6.tar.bz2?use_mirror=ovh



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts