OpenBSD em Dual Boot com Linux (Partição Única)

Publicado por Marcos Oliveira em 17/06/2019

[ Hits: 579 ]

Blog: http://terminalroot.com.br/

 


OpenBSD em Dual Boot com Linux (Partição Única)





Linux: OpenBSD em Dual Boot com Linux (Partição Única)

Passos

1. É interessante criar as partições anteriormente.

Ou seja, possuir uma partição já criada e formatada, de preferência em um sistema de arquivos que identifique a partição. No entanto, pode consegui distingui-la pelos CHS.

2. Boot normalmente pelo disco USB ou CD do OpenBSD.

3. Efetue a instalação normalmente, até chegar na parte de selecionar que informa o conteúdo:

Use (W)hole disk MBR, whole disk (G)PT or (E)dit? [whole]

Não pressione Enter, pois o sistema vai apagar o disco rígido e usar a label OpenBSD para o tamanho completo. Digite a letra e para Editar.

Antes, perceba na descrição das partições que ele mostra as partições que já estão criadas, você pode identificar qual partição você deseja usar, analisando dados como: size; start e entre outros.

4. Agora, selecione a partição que deseja (veja o número da mesma, observando a primeira coluna).

Vamos supôr que escolhemos instalar o OpenBSD que tem o maior tamanho de partição, então o comando seria: e 0

Se tiver dúvida, digite "help" para mais informações. Lembrando que a letra e é o mesmo do comando "edit", ou seja, é uma abreviação: edit 0. Assim como: h (help), w (write), q (quit).

5. Agora é necessário informar o ID da partição.

O ID para a label do OpenBSD é o "a6" ou "A6". Para saber todos os identificadores, você pode teclar o simbolo de interrogação: ?

Se o seu teclado estiver desconfigurado, o símbolo da interrogação geralmente é o "Shift + ;" (segure o Shift e pressione a tecla do ponto e vírgula).

6. Agora ele irá perguntar se você deseja editar o CHS (Cylindres, Heads, Sectors):

Do you wish to edit in CHS mode ? [n]

Nesse caso, basta aceitar o padrão que ele propôs: [n]. Ou seja, só pressionar Enter e aceitar os tamanhos já definidos da partição, a menos que você deseje alterar tamanho (size) e o CHS.

Pronto. Agora basta pressionar a letra w (write) e, se quiser, ver como as alterações ficaram pressionando p (print) e depois q (quit) para sair .

7. É chegado o momento de criar o layout da partição.

Lembre-se que, por padrão, o OpenBSD irá criar múltiplas partições, podendo dividi-la em até 16 partições dependendo do tamanho do seu HD . Mas se você desejar, você pode criar um layout semelhante ao do Linux:
  • Partiçao SWAP
  • Partição ROOT (os os arquivos do sistema serão instalados)

Para isso, pressione c (Custom Layout). Se você somente pressionar Enter sem digitar a letra c, ele irá aceitar o padrão definido entre colchetes que é o [a] (Auto layout).

8. Agora pressione p para mostrar como está atualmente a divisão .

Lembrando que a letra c representa o HD e não uma partição. Se já houver outra letra, provavelmente a letra i, é que já é o tamanho disponível para particionar.

Logo, vamos criar a partição "root", basta digitar a letra a (add) e o OpenBSD automaticamente irá lhe perguntar se deseja criar a partição de letra "a" (não confundir com o a de add, entre os colchetes ele informa o nome/letra da partição), geralmente o root é a letra "a", basta pressionar Enter.

O offset será padrão mesmo, só pressione Enter. Já no size, informe um tamanho de forma que sobre para a SWAP. Exemplo, se o tamanho for 42000000 42GB, e você deseja reservar 2G para SWAP, digite: 40000000, dessa forma sobrará 2GB para a SWAP.

O FS TYPE deve ser 4.2BSD mesmo, se estiver entre colchetes, basta pressionar Enter. E o "mount point" precisa ser o root /, se o seu teclado estiver desconfigurado, o barra (/) geralmente é o ; (ponto e vírgula, sem o Shift =) ) .

Pronto, definimos a partição "root".

9. Próximo passo agora, é criar a partição de SWAP:
  • Tecle a novamente;
  • Aceite a letra b que está entre colchetes, para isso basta pressionar Enter;
  • O offset será padrão, pressione Enter;
  • O size mostrará todo restante do tamanho que sobrou, o tamanho aparecerá entre colchetes, basta pressionar Enter;
  • E, finalmente, o FS Type será swap mesmo, que aparecerá entre colchetes, ou seja, novamente basta pressionar Enter.

10. Pronto. Agora pressione a letra w (write) para gravar as alterações.

Se quiser ver como ficou o layout após as alterações, pressione a letra p e para sair e continuar a instalação, pressione a letra q e depois Enter. lógico! =)
Continue a instalação como nesse vídeo.



Valeu!

Outras dicas deste autor

Pós-Instalação do Arch + i3 + Polybar + Pywal via Shell

Como Instalar o Gentoo Linux em Dual Boot com o Ubuntu [Vídeo]

Como Acessar o Windows pelo Linux com Metasploit

Jogo da Forca em Shell Script

O que fazer após instalação do RHEL/CentOS 7

Leitura recomendada

Instalando o Webmin no FreeBSD

tmux: Utilizando no pfSense 2.2.2

vnStat - Monitorando suas conexões no FreeBSD

Como Compilar Programas no FreeBSD via Ports

Atualização crítica do OpenSSL no FreeBSD

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts