Nepomuk - Desabilitando no KDE

Publicado por Lisandro Guerra em 06/05/2010

[ Hits: 18.833 ]

 


Nepomuk - Desabilitando no KDE



Meus caros, percebi que o tal de Nepomuk é um devorador de processamento.

Ao olhar os processos, o campeão de consumo de recursos constava como o "nepomukservicestub nepomukstorage", que é processo filho do "nepomukserver". Os processadores ficam com carga de 70% e temperatura de trabalho em torno de 52°C quando o dito cujo está rodando e cai para 10%, ou menos, de carga e 33°C de temperatura quando desativado.

Resolvi então pesquisar pra ver que negócio era esse e se eu precisava mesmo dele. Quer saber o que é? Leiam meu artigo: Nepomuk - O que é isso?

Qual foi minha conclusão?

Eu não preciso do Nepomuk (por enquanto) e vou ensinar aqui como é fácil desabilitá-lo.

Vamos aos passos:

1) No menu K - Computador abra "Configurações do sistema"
Linux: Nepomuk - Desabilitando no KDE
2) Com a janela aberta selecione a aba "Avançado"
Linux: Nepomuk - Desabilitando no KDE
3) Nas configurações avançadas clique no ícone "Pesquisa na área de trabalho"
Linux: Nepomuk - Desabilitando no KDE
4) Agora desmarque a primeira caixa de seleção onde diz: "Habilitar o Ambiente de Trabalho Semântico do Nepomuk"
Linux: Nepomuk - Desabilitando no KDE
5) Finalmente pressione o botão "Aplicar" e é isso.
Linux: Nepomuk - Desabilitando no KDE
Prontinho, agora o processamento ficou um pouco mais leve. Olha como estava antes:
Linux: Nepomuk - Desabilitando no KDE
Agora, logo depois de desabilitar:
Linux: Nepomuk - Desabilitando no KDE
É isso aí amigos, espero ter ajudado e até uma próxima oportunidade.

Outras dicas deste autor

Linux Mint 11 e wifi Ralink

Linux Mint e Ubuntu - Instalação do OpenSCAD 2015.3

Como listar os maiores arquivos pelo terminal

andLinux no XP

Python com parâmetros na linha de comando

Leitura recomendada

Gnome-RDP no Ubuntu Edgy

Clonar HD, recuperar arquivos deletados e buscas avançadas em arquivos e diretórios

Criar pacotes deb com o Debreate 0.7alpha6

Baixando e compilando a última versão do Inkscape

Wiithon - WBFS Manager para Linux

  

Comentários
[1] Comentário enviado por andre.vmatos em 06/05/2010 - 12:49h

O Nepomuk só fica ocupando o processador e a memória dessa forma enquanto indexa seus arquivos. Se lhe for interessante te-los indexados, assim como eh pra mim, a melhor opção é selecionar com mais acuracidade o que vc qr indexado (por exemplo, selecionando pastas de música e deselecionando pasta de programas, código fonte, backup, etc), e esperar um pouco, até ele terminar. Após isso, o consumo de CPU ficará praticamente nulo. T+

[2] Comentário enviado por Lisandro em 06/05/2010 - 16:47h

Tem razão, o problema é que no meu caso o fluxo de dados mudando é grande e por consequencia está sempre indexando os novos dados chegando e removendo os dados indexados dos excluidos ou movidos.
Pra mim e pra outros é um transtorno, mas acredito que pra um Desktop normal deve ser tranquilo. Isso é claro se estiver funcionando adequadamente, o que não acontece em todas as distribuições.
Abraço

[3] Comentário enviado por albfneto em 06/05/2010 - 20:48h

eu uso, pq o instalador de pacotes do sabayon usa nepomuk, mas no opensuse estava dando problemas, desativei.
no meu comp não fica pesado não.

[4] Comentário enviado por douglas.giorgio em 26/08/2010 - 00:20h

salvou meu dia, acabei de desativar no FreeBSD, assim que bootar no Slackão eu desativo tbm



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts