Como desabilitar o Plymouth

Publicado por Sidnei Serra em 05/07/2024

[ Hits: 516 ]

Blog: https://www.youtube.com/channel/UCRgokKtNlttdmg2RJEa2VYw

 


Como desabilitar o Plymouth



O Plymouth é um cosmético que, através de uma animação ou simplesmente uma imagem, esconde as linhas de boot conforme o sistema é carregado. O problema é que quando o sistema "engasga" essa mesma tela pode impedir que se veja com rapidez qual é o rolo que está ocorrendo com a máquina pois o sistema pode demorar a entender que o Plymouth tem que ser fechado para permitir que o usuário veja o que está acontecendo. Programas e serviços que levam tempo para inicializarem e iniciam uma contagem ou tentativas seguidas de inicialização costumam ser as maiores causas dessa demora extra.

Sem Plymouth:

Linux: Como desabilitar o Plymouth

Com Plymouth:

Linux: Como desabilitar o Plymouth

O uso ou não do Plymouth depende mais de gosto do que de necessidade e há muitos temas para serem usados no Plymouth por aqueles que adoram uma firulinha no desktop. Aqui vamos ver como desabilitá-lo ou mesmo desinstalá-lo do sistema.

O modo mais simples é simplesmente desinstalar tudo que é referente ao Plymouth, basta abrir o gerenciador do pacotes e mandar desinstalar tudo que é referente ao pacote. Na linha de comando, no Debian seria algo como:

sudo apt remove --purge plymouth*
e
sudo apt remove --purge *plymouth


Os dois comandos acima devem ser adaptados à distribuição em uso mas acredito que é mais fácil e prático usar mesmo o gerenciador de pacotes, como o Synaptic (Debian).

Linux: Como desabilitar o Plymouth

A desinstalação dos pacotes dispensa o usuário de desabilitar e mascarar os serviços referentes ao Plymouth, como por exemplo:

  • systemctl disable plymouth-wait-service
  • systemctl masked plymouth-wait-service

O Plymouth insere uns 4 serviços que podem impactar no boot da máquina, se você o usa pode ver se ele está atrasando a inicialização do sistema com o comando:

systemd-analyze critical-chain


Se o Plymouth estiver ativo, você poderá ver se o mesmo está "segurando" algum serviço, como:

plymouth-wait-service@3.520s +18s


A linha acima mostra que o Plymouth levou 18 segundos para se tornar ativo e, como falado, isso influi na velocidade de boot da máquina. Abaixo está a saída de texto do comando system-analyze em uma máquina com SSD e sem o Plymouth:

Linux: Como desabilitar o Plymouth


Outras dicas deste autor

Tire fotos da tela do navegador com a extensão Fireshot

Como fazer um pendrive butável dar boot no VirtualBox

Habilitando a importação de senhas no Firefox

Como instalar o navegador TOR no seu Linux

Conheça o Octopi, outro frontend para o Pacman com acesso ao AUR (Arch Linux e derivados)

Leitura recomendada

GRUB do Fedora 16/17 - Recuperação após instalação do Windows

Use o Google Hangouts diretamente no terminal

Cairo Dock no Fedora 16

Network Probe

Erro: msgfmt [Resolvido]

  

Comentários
[1] Comentário enviado por maurixnovatrento em 20/07/2024 - 16:58h

Eu tinha lido que esse serviço não seria pra atrapalhar a inicialização. Creio que a desativação deva ser opcional.
______________________________________________________________________
Inscreva-se no meu Canal: https://www.youtube.com/@LinuxDicasPro
Repositório GitHub do Canal: https://github.com/LinuxDicasPro
Grupo do Telegram: https://t.me/LinuxDicasPro
Meu GitHub Pessoal: https://github.com/mxnt10



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts