Clementine: um moderno tocador de música com organizador de biblioteca

Publicado por Marcelo Alves Cardoso dos Santos em 31/08/2011

[ Hits: 11.584 ]

Blog: http://www.linuxmint.com.br/

 


Clementine: um moderno tocador de música com organizador de biblioteca



Esta dica irá apresentar o Clementine e mostrar como instalá-lo no Linux Mint, Ubuntu e distros derivadas.

Sobre o Clementine

Clementine é um moderno tocador de música com organizador de biblioteca. É um tocador de músicas multiplataforma (funciona em Linux, Windows e Mac OS X), inspirado no Amarok 1.4, com foco em uma interface rápida e fácil de usar para pesquisar e tocar sua música.

Clementine é um Software Livre desenvolvido por David Sansome e John Maguire, sob os termos da GPL v3.

Características

  • Busca e reprodução de sua biblioteca local de música;
  • Equalizador integrado;
  • Criação de atalhos de teclado;
  • Recurso para ouvir rádio pela internet a partir de Last.fm (http://last.fm), SomaFM (http://somafm.com), Magnatune (http://magnatune.com), Jamendo (http://www.jamendo.com) e Icecast (http://dir.xiph.org);
  • Listas de reprodução inteligentes e dinâmicas;
  • Listas com guias de importação e exportação em M3U, XSPF, PLS e ASX;
  • Suporte a faixas CUE (as faixas são automaticamente detetadas ao analisar a coleção e cada uma será exibida separadamente);
  • Visualizações de ProjectM (http://projectm.sourceforge.net);
  • Suporte a proxies de rede;
  • Fotos e biografias dos artistas, bem como a letra das músicas;
  • Transcodificação de música em MP3, Ogg Vorbis, Speex Ogg, FLAC ou AAC;
  • Edição de tags em arquivos MP3 e OGG, para melhor organizar a sua biblioteca de músicas;
  • Obtenção de detalhes das músicas na MusicBrainz (http://musicbrainz.org);
  • Exibição das capas de álbum na coleção e download da capa que está faltando) via Last.fm;
  • Recurso para copiar músicas para iPod, iPhone, MTP ou qualquer armazenador em massa por USB;
  • Opção para "reanalisar a coleção";
  • Notificações nativas no desktop do Linux (libnotify) e Mac OS X (Growl);
  • Controle remoto através do Wii Remotes (http://code.google.com/p/clementine-player/wiki/WiiRemotes), MPRIS ou linha de comando;
  • Nova ajuda na barra deslizante que possibilita mais precisão na escolha da posição da música;
  • Gerencia filas de reprodução.

Instalação

O Clementine pode ser instalado no Linux Mint e Ubuntu através de dois métodos.

Método 1: A partir do PPA oficial.

Abra um terminal e digite os comandos abaixo, um a um, seguidos de "enter":

$ sudo add-apt-repository ppa:me-davidsansome/clementine
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install clementine


Nota: Se tiver o Apt-Fast (http://www.linuxmint.com.br/modules/dokuwiki/apt-fast instalado, substitua o comando "apt-get" por "apt-fast".

Método 2: A partir do binário.

Baixe o binário e instale, clicando sobre o executável DEB (.deb) e, no Instalador de Pacotes, clicando em "Instalar pacote".

Para Linux Mint 11/Ubuntu 11.04: Para Linux Mint 10/Ubuntu 10.10: Para Linux Mint 9/Ubuntu 10.04: Para instalar em outras distros ou sistemas e para ver outras formas de instalação, acesse a página oficial de downloads do Clementine em: http://www.clementine- player.org/pt_BR/downloads

Screenshots

Linux: Clementine: um moderno tocador de música com organizador de 
biblioteca
Linux: Clementine: um moderno tocador de música com 
organizador de biblioteca
Linux: Clementine: um moderno tocador de música com 
organizador de biblioteca

Referências

Fiquem com Deus.

Outras dicas deste autor

Não rolou nenhuma das docks famosas? Improvise uma!

Leitura recomendada

Instalando Microsoft Office no Ubuntu

Convertendo vídeo OGV (vídeo/OGG) para AVI/MPEG/MP4

SMPlayer - Criando pacote DEB da versão atual

Usando o slackpkg

Debian: modificando a forma como o APT instala pacotes

  

Comentários
[1] Comentário enviado por VonNaturAustreVe em 31/08/2011 - 16:16h

Só sinto falta do suporte a podcasts =/


[]'s

[2] Comentário enviado por Fellype em 31/08/2011 - 19:35h

Pô, eu era fã do Amarok 1.4, principalmente pela integração com o Shoutcast.com, que era feita sem a necessidade de usar scripts ou plugins.
Aí eu "tive" que fazer um upgrade no meu Slack (12.2 -> 13.0), e o Amarok 2.0 veio junto. No princípio, não gostei do Amarok 2.0, só que voltar pro 1.4 daria muito trabalho, devido à incompatibilidade com o qt3.
Algum tempo depois, surgiu o Clementine e eu fui testá-lo e vi, para minha decepção, que o shoutcast já não estava mais integrado como era no Amarok 1.4.
Hoje, depois de ver esta dica, resolvi testar o Clementine de novo. O que percebi é que ele está bem leve e organizado, até melhor do que era o Amarok 1.4.
Gostei! Porém, não dá mais pra eu abandonar o Amarok 2.4. É que eu acostumei com os recursos atuais: letras, wikipédia, scripts para rádios de vários lugares. Vou tentar usar o Clementine para abrir algumas streams que não ficam legais no Amarok.
Vlw!

[3] Comentário enviado por rapharocket em 01/09/2011 - 19:04h

Muito bom o player. É padrão no Mandriva Hydrogen. Também sinto a falta do suporte a podcasts... :P

[4] Comentário enviado por removido em 06/02/2014 - 20:17h

Para quem gosta do Shoutcast o melhor player na atualidade é o Guayadeque. Funciona perfeitamente.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts