Acesso Negado: Gaim e o tunelamento da porta 1863

Publicado por Denis em 28/03/2007

[ Hits: 9.572 ]

 


Acesso Negado: Gaim e o tunelamento da porta 1863



Depois de muito bater a cabeça recebendo o aviso "Acesso negado: o servidor proxy não permite o tunelamento da porta 1863.", descobri como configurar o Gaim corretamente para logar numa conta do MSN.

Se você já criou uma conta, clique em "Contas", escolha a sua conta e clique em "Modificar". Caso ainda não tenha a conta MSN criada no Gaim, clique em "Adicionar".

Após escolher o protocolo MSN e inserir os seus dados, observe que no final da janela aparece escrito "Mostrar mais opções". Clique para expandir a janela. Em "Opções do MSN", altere o número 1863 para o número da porta que você usa para conectar-se ao servidor. No meu caso, está sendo usada a porta 3128, mas pode ser outra. Se precisar de ajuda para descobrir qual é a porta correta, estou disposto a ajudar. Marque a opção "Usar método HTTP".

Muito bem, agora, em "Opções de proxy", escolha HTTP, preencha o campo Host com o IP do seu servidor local e especifique novamente a porta (é a mesma que você utilizou no campo porta em "Opções do MSN").

Isso deveria ser o suficiente. Agora você pode conectar-se ao MSN passando pelo proxy do seu servidor local. ;)

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Postar no Twiter com o Pidgin - é possível!

Instalando VMware Workstation 8.0 no openSUSE 12.1

Rodando o Quanta em uma única instância

Google Earth 6.0 no Ubuntu 13.10 64bits

Modelos (templates) de gráficos para o CACTI - parte II (cliente Windows XP)

  

Comentários
[1] Comentário enviado por evaldoavelar em 08/07/2009 - 11:03h

Tive o mesmo problema que você, mas foi com gtalk.
Eu não consegui configurar dessa forma ai não. Sempre dava pau no proxy.

Mas depois de muita luta achei uma solução

Force old (port 5223) SSL: Checked
Allow plaintext auth over unencrypted streams: Un-Checked
Connect Port: 443
Connect Server: talk.google.com
Proxy type: Use Global Proxy Settings



Contribuir com comentário