Warsaw no Fedora 28 funcionando - Internet Banking

Bom dia! O artigo, minha primeira contribuição aqui, é uma dica sobre o uso do Internet Banking no Itaú, Caixa, e Banco do Brasil, no Fedora 28. O Warsaw é desenvolvido pela GAS Tecnologia, e utilizado por vários bancos brasileiros para oferecer segurança no acesso às suas contas.

[ Hits: 3.821 ]

Por: Ubiratã dos Santos Bezerra em 06/07/2018


Sobre o Warsaw



Começo esse artigo com um problema que tive com acesso ao internet banking da Caixa, Itaú e Banco do Brasil, nos quais tenho conta.

Com a atualização do Firefox, em não permitir execução de Java, o acesso à alguns bancos ficou prejudicado no Linux, em especial após a criação dos agentes bancários, Guardião Itaú, Diagnóstico BB e o da Caixa Econômica Federal.

Antigamente, mesmo sem esses agentes para Linux, era possível fazer a importação do certificado de acesso ao internet banking através do Java habilitado no navegador.

Com a proibição da execução do Java nas estações, ficou a cargo do sistema operacional identificar quando houver acesso a esses bancos, identificar a "saúde" da estação e permitir o acesso.

É aí que Warsaw entra em ação, e seus componentes:
  • Core: serviço que é executado durante o acesso a validação do banco
  • WScrtmgr: gerador de certificados e gerenciador de certificados dos bancos
  • wsatspi: não é o whatsapp, é o serviço que fica rodando no sistema, como root, escutando os processos, e identificando se há acesso aos bancos para iniciar o core.

O Warsaw gera um certificado local, que é importado no Firefox, exclusivo a cada banco. Ele não tem domínio global e só atende ao endereço localhost, de sua estação.

Sempre que atualizar os pacotes, o acesso ao Banco, é necessário verificar o acesso aos bancos. Felizmente isso é fácil, e vou mostrá-lo.

Instalação do Warsaw - Acesso ao primeiro Banco

O Warsaw precisa que a pasta do Mozilla no home do usuário, em /home/usuario/.mozilla, esteja criada. Se você usa o Firefox, essa pasta existe.

Acesse a página https://diagnostico.gasantifraud.com/ e selecione inicialmente o banco que deseja acessar. Esse passo deve ser repetido, como será explicado mais adiante, para cada banco que acessar.

Será informado que não há o Warsaw instalado, e o local para fazer o download.

Selecione o Fedora como sistema operacional e baixe o pacote. Aqui no exemplo uso Fedora 28 64 bits.

Após o download, execute:

sudo dnf localinstall warsaw-setup-fedora_64.rpm -y

Se estiver com o navegador aberto, ele solicitará que o feche. Ao final, reinicie o PC. Ao acessar novamente o endereço https://diagnostico.gasantifraud.com/, selecione o seu banco, e clique em continuar, e será apresentada a mensagem abaixo:

Warsaw instalado, sem configurações, do Banco do Brasil

"Clique aqui" para concluir as configurações da sua instituição.
Ao clicar, ele vai criar o certificado para aquela sessão, e ao final, estará tudo certo, com a mensagem " Configurações realizadas com sucesso."

Outros Bancos

Uma vez instalado, o serviço "core", o coração do Warsaw, apresenta-se como "exited", ao digitar o comando:

# systemctl status warsaw.service

É normal.

Volte a página https://diagnostico.gasantifraud.com/ e selecione o seu banco que deseja efetuar o acesso. Você receberá a mensagem abaixo:

Verificando o módulo de segurança Warsaw.

Warsaw instalado, sem configurações da CAIXA

"Clique aqui" para concluir as configurações da sua instituição.
Ao clicar, ele vai criar o certificado para aquela sessão, e ao final, estará tudo certo, com a mensagem " Configurações realizadas com sucesso."

Basta fechar o navegador e reabri-lo, na página do banco e estará tudo certo.

Espero ter contribuído com todos.

   

Páginas do artigo
   1. Sobre o Warsaw
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Chrome Remote Desktop - O serviço de acesso remoto do Google

Conceito de NAT detalhadamente

BOINC - Computação distribuída e aplicações científicas

Conexão modem Motorola USB G24 no Ubuntu

Canal #Vivaolinux com bot interativo

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Sandro-kcoal em 18/07/2018 - 21:12h

Mas no site do banco do Brasil e da Caixa diz que Não existe "Warsaw" empacotado em RPM (formato de arquivo do fedora). Pesquisei e li que alguém (não sei qual instituição ou pessoa) pegou o Warsaw.DEB e transformou em Warsaw.RPM, mas fiquei com receio de instalar por Não ser o Warsaw oficial disponibilizado pelo próprio banco.
Quem é responsável pelo "https://diagnostico.gasantifraud.com/"? Por que o BB não indica esse método?

[2] Comentário enviado por al0ne_battousai em 31/07/2018 - 10:18h


[1] Comentário enviado por Sandro-kcoal em 18/07/2018 - 21:12h

Mas no site do banco do Brasil e da Caixa diz que Não existe "Warsaw" empacotado em RPM (formato de arquivo do fedora). Pesquisei e li que alguém (não sei qual instituição ou pessoa) pegou o Warsaw.DEB e transformou em Warsaw.RPM, mas fiquei com receio de instalar por Não ser o Warsaw oficial disponibilizado pelo próprio banco.
Quem é responsável pelo "https://diagnostico.gasantifraud.com/"? Por que o BB não indica esse método?


Amigo, essa página é da GAS Tecnologia, empresa que desenvolve os módulos para diversos bancos, além de serviços de transações bancárias para praticamente todo banco em atuação no Brasil. Os módulos disponibilizados na página oficial do Banco do Brasil segue a normativa de tempo de suporte dos sistemas operacionais, no caso do linux, a última versão suportada é a 25. Entretanto, não é possível instalar num fedora 26, por exemplo, por conta dos repositórios já terem sido desligados.

Enfim, instalei o serviço e sou feliz com o uso do meu banco sem problemas.

Por fim, obrigado pelo comentário

[3] Comentário enviado por WallacySebastian em 13/12/2018 - 15:41h


[2] Comentário enviado por al0ne_battousai em 31/07/2018 - 10:18h


[1] Comentário enviado por Sandro-kcoal em 18/07/2018 - 21:12h

Mas no site do banco do Brasil e da Caixa diz que Não existe "Warsaw" empacotado em RPM (formato de arquivo do fedora). Pesquisei e li que alguém (não sei qual instituição ou pessoa) pegou o Warsaw.DEB e transformou em Warsaw.RPM, mas fiquei com receio de instalar por Não ser o Warsaw oficial disponibilizado pelo próprio banco.
Quem é responsável pelo "https://diagnostico.gasantifraud.com/"? Por que o BB não indica esse método?


Amigo, essa página é da GAS Tecnologia, empresa que desenvolve os módulos para diversos bancos, além de serviços de transações bancárias para praticamente todo banco em atuação no Brasil. Os módulos disponibilizados na página oficial do Banco do Brasil segue a normativa de tempo de suporte dos sistemas operacionais, no caso do linux, a última versão suportada é a 25. Entretanto, não é possível instalar num fedora 26, por exemplo, por conta dos repositórios já terem sido desligados.

Enfim, instalei o serviço e sou feliz com o uso do meu banco sem problemas.

Por fim, obrigado pelo comentário



O pacote está com o nome warsaw_setup_64.rpm, não com o nome "fedora" incluído, pelo menos estava assim desde a última vez que baixei, há uns 2~3 meses.

Mas enfim, vim pra reportar um erro que encontrei no warsaw e como resolvi, para caso alguém encontre o mesmo erro.

Há até pouco tempo, eu estava com um erro na inicialização do warsaw. Quando eu checava no site https://diagnostico.gasantifraud.com/ ou no banco, dizia que eu não possuía tal pacote instalado. Verifiquei através do comando "# systemctl status warsaw" e aparentemente este pacote agora está solicitando os módulos "six" e "idna" do Python 2.7.

Para resolver isso é simples, apenas rode os comandos (como root mesmo, para ser instalado na pasta em que o warsaw busca, senão será instalado na pasta local do usuário):
# pip install six
# pip install idna

Caso você não tenha algum ou os dois módulos, a partir disso será instalado e resolverá o problema.

Agora, use o seguinte comando para reiniciar o warsaw:
# systemctl restart warsaw

Ou apenas reinicie o computador.


Contribuir com comentário