Utilizando o Urpmi

Aprenda a utilizar o eficiente e poderoso sistema de instalação e atualização do Mandrake.

[ Hits: 62.218 ]

Por: Marco em 25/06/2003


Instalação e utilização do urpmi



Assim como o apt-get do Debian, o Mandrake também possui seu sistema de instalação de pacotes. Veja aqui como usá-lo para manter e adicionar programas sem maiores dores de cabeça. O artigo não é de minha autoria, mas achei muito interessante para enriquecer o conteúdo aqui do site.

[ ]'s

Fonte:
As mensagens da lista Dicas-L são veiculadas diariamente para 21445 assinantes.

Todas as mensagens da Dicas-L ficam armazenadas em http://www.Dicas-L.unicamp.br.

A redistribuição desta e outras mensagens da lista Dicas-L pode ser feita livremente, deste que o conteúdo, inclusive esta nota, não sejam modificados.

Como utilizar o urpmi


Por Gustavo Sverzut Barbieri <gustavo@linuxdicas.com.br>

Neste texto abordarei o que é o urpmi, como configurá-lo e como utilizá-lo. Os exemplos serão baseados no Mandrake 9.1, mas o conceito é o mesmo para outras versões, como a 9.0 e outras.

O que é o urpmi


As distribuições trabalham com pacotes de software, sendo os mais comuns deles o deb e o rpm. Um pacote nada mais é do que alguns arquivos, regras para que eles sejam instalados corretamente e uma relação de quais outros pacotes este pacote depende.

Para que seja possível instalar um pacote, é necessário um software que conheça o tipo de pacote, confira as dependências e aplique as regras de instalação. Estes software são o rpm para pacotes rpm e o dpkg para pacotes deb. Só que estes software dispõe somente de recursos básicos, não fazendo coisas como fazer automaticamente o download de pacotes que faltam para resolver as dependências. É ai que entram softwares de gerenciamento de pacote, o qual tem como representante mais conhecido o apt-get da Debian.

O urpmi é algo ao apt-get correspondente para o Mandrake, não é um clone ou uma adaptação (como rodar o apt-get no Conectiva ou RedHat), e por isso tem funções parecidas, mas não idênticas.

Como instalar o urpmi


O urpmi é automaticamente instalado no Mandrake, ao menos que você retirou-o da instalação. Mas caso você não o tenha e precise instalá-lo, faça-o a partir do CD-ROM de Instalação, diretório Mandrake/RPMS/, ou a partir de provedores de pacotes, como o site http://www.rpmfind.net.

Como utilizar o urpmi


Neste texto vou ensinar a utilizar as ferramentas de linha de comando ou modo texto, mas existem ferramentas gráficas para facilitar o uso, são elas:
  • rpmdrake é a interface gráfica para o instalador de pacotes. Ele já vem instalado por padrão no Mandrake e pode ser acessado de dentro do Mandrake Control Center.
  • rpmdrake-remove é a interface gráfica para o desinstalador de pacotes. Ele também já vem instalado por padrão e pode ser acessado de dentro do Mandrake Control Center.
  • urpmi.setup é uma interface gráfica que auxilia na manutenção dos provedores de pacotes.
O urpmi é na verdade um dos comandos que você usará, segue uma listagem dos softwares e uma breve descrição, juntamente com um exemplo de uso. Lembre-se que mais informações podem ser obtidas usando a opção --help ou lendo a página manual do programa (man urpmi, por exemplo).

urpmi


Este é o principal programa a ser utilizado, ele se encarrega de instalar os pacotes, conseguir os pacotes necessários e outras funcionalidades mais.

# Instalando o pacote emacs:
urpmi emacs

# Instalando o pacote emacs e resolvendo as dependências sem
# lhe perguntar:
urpmi --auto emacs

# Instalando o pacote emacs e escolhendo de qual provedor
# de pacotes você deseja pegar (mais informações sobre
# provedores de pacote a seguir). Neste exemplo, pegaremos
# somente pacotes do "plf" e do "updates":
urpmi --media "plf,updates" emacs

urpme

Este é o removedor de pacotes, ele basicamente faz o processo reverso ao urpmi, perguntando se você quer que pacotes que dependam deste sejam removidos também.

# Removendo o pacote emacs:
urpme emacs

# Removendo o pacote emacs e apagando os arquivos que
# dependem dele sem lhe perguntar:
urpme --auto emacs

urpmq
Esta ferramenta faz procuras por pacotes.

# Procurando por emacs:
urpmq emacs

# Procurando por emacs somente no provedor de pacotes
# de atualizações:
urpmq --update emacs

# Listando os pacotes existentes:
urpmq --list

# Listando os provedores de pacotes existentes:
urpmq --list-media

# Listando os pacotes de um provedor de pacotes existente:
urpmq --list --media plf

# Fazendo uma busca aproximada (--fuzzy ou -y) e também extende
# a procura para as dependências do pacote (-d):
urpmq -d -y wine

urpmf
Esta ferramenta faz procuras por arquivos fornecidos pelos pacotes, tanto os instalados quanto os disponíveis.

# Procurando pelo arquivo wine.png:
urpmf wine.png

urpmi.addmedia
Este software configura um novo provedor de pacotes. Vide o texto mais abaixo sobre Como configurar os provedores de pacotes.

# Instalando o provedor de pacote "plf" que reside no servidor
# de FTP ftp.easynet.fr:
urpmi.addmedia plf ftp://ftp.easynet.fr/plf/9.1 with hdlist.cz

urpmi.removemedia
Este software remove provedores de pacotes previamente instalados.

# Removendo o provedor de pacotes "plf":
urpmi.removemedia plf

# Removendo todas os provedores instalados:
urpmi.removemedia -a

urpmi.update
Este software atualiza as listas de pacotes.

# Atualizar a lista do provedor de pacotes "plf":
urpmi.update plf

# Atualizar todos os provedores instalados, exceto os discos
# de CD-ROM:
urpmi.update -a

Dos comandos citados acima, todos exceto o urpmq e urpmf precisam de permissões de super-usuário (root) para serem executados.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalação e utilização do urpmi
   2. Como configurar os provedores de pacotes
   3. Mais informações sobre o Urpmi
Outros artigos deste autor

SoulSeek para Linux

Problemas com hdparm no Red Hat 8

eDonkey para Linux

Leitura recomendada

Controlando o computador pelo celular com conexão VNC

Calculadoras maravilhosas - HP 42S

Deixando o Debian redondo após instalação

Tutorial: Jabber com OpenFIRE

Convocação da Seleção Brasileira do Software Livre

  
Comentários
[1] Comentário enviado por lordello em 26/03/2004 - 13:03h

Seu artigo ficou ótimo, estou usando ele agora como o Mandrake 10.0
Gostaria de acrescentar uma coisa:

É possível eliminar os CDs caso você tenha um bom espaço em disco, criando um repositório local no seu HD, o procedimento é esse:
# mkdir /mdkcds
# mkdir /mdkcds/cd1
# mkdir /mdkcds/cd2
# mkdir /mdkcds/cd3
!!Caso tenha outros repositórios, remova somente as entradas do CD usando o urpmi.setup. Se esse for o caso não execute o comando seguinte.
# urpmi.removemedia -a
!!Insira os CD na ordem correta para cada comando, 1 2 3...
# cp -r /mnt/cdrom/* /mdkcds/cd1/ #Aqui é o CD1
# cp -r /mnt/cdrom/* /mdkcds/cd2/ #Aqui é o CD2
# cp -r /mnt/cdrom/* /mdkcds/cd1/ #Aqui é o CD3
# urpmi.addmedia mdk10.0-cd1 file:///mdkcds/cd1/Mandrake/RPMS with ../base/hdlist1.cz
# urpmi.addmedia mdk10.0-cd2 file:///mdkcds/cd2/Mandrake/RPMS with ../../../base/Mandrake/hdlist2.cz
# urpmi.addmedia mdk10.0-cd3 file:///mdkcds/cd3/Mandrake/RPMS with ../../../base/Mandrake/hdlist3.cz
Pronto, agora é sempre que ele for pedir o CD, na verdade ele vai acessar o HD, da mesma forma que ele acessa o CD.

Obs.: Caso você possua o CD4, execute o processo da mesma forma substituindo no local adequado por cd4 e hdlist4.cz....

[2] Comentário enviado por lordello em 26/03/2004 - 13:10h

Seu artigo ficou ótimo, estou usando ele agora como o Mandrake 10.0
Gostaria de acrescentar uma coisa:

É possível eliminar os CDs caso você tenha um bom espaço em disco, criando um repositório local no seu HD, o procedimento é esse:
# mkdir /mdkcds
# mkdir /mdkcds/cd1
# mkdir /mdkcds/cd2
# mkdir /mdkcds/cd3
!!Caso tenha outros repositórios, remova somente as entradas do CD usando o urpmi.setup. Se esse for o caso não execute o comando seguinte.
# urpmi.removemedia -a
!!Insira os CD na ordem correta para cada comando, 1 2 3...
# cp -r /mnt/cdrom/* /mdkcds/cd1/ #Aqui é o CD1
# cp -r /mnt/cdrom/* /mdkcds/cd2/ #Aqui é o CD2
# cp -r /mnt/cdrom/* /mdkcds/cd1/ #Aqui é o CD3
# urpmi.addmedia mdk10.0-cd1 file:///mdkcds/cd1/Mandrake/RPMS with ../base/hdlist1.cz
# urpmi.addmedia mdk10.0-cd2 file:///mdkcds/cd2/Mandrake/RPMS with ../../../base/Mandrake/hdlist2.cz
# urpmi.addmedia mdk10.0-cd3 file:///mdkcds/cd3/Mandrake/RPMS with ../../../base/Mandrake/hdlist3.cz
Pronto, agora é sempre que ele for pedir o CD, na verdade ele vai acessar o HD, da mesma forma que ele acessa o CD.

Obs.: Caso você possua o CD4, execute o processo da mesma forma substituindo no local adequado por cd4 e hdlist4.cz....

[3] Comentário enviado por psychokill3r em 06/12/2007 - 20:15h

?comentario=
n tem nada como apt-get upgrade ai
prq urpmi.update -a equivale ao apt-get update dai o upgrade ,p atualizar os pacotes instalados como q faz ,so com iterface grafica ? n tem linha de comando para isso?

[4] Comentário enviado por adalbertonuno em 13/07/2009 - 11:35h

Utilizo o urpmi da seguinte forma:

urpmi.removemedia -a

Logo após esse comando acesso ao site EasyUrpmi e adiciono as medias, após isso utilizo essa sequência de comandos:

urpmi.update main
urpmi.update main_updates
urpmi.update contrib
urpmi.update contrib_updates

Após essa atulização utilizo esse comando urpmi --auto --auto-select.

Gostaria de saber se isso é correto, pois são instalados vários pacotes.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts