Manjaro Linux - Treze motivos para desfrutar da simplicidade

Neste texto vou destacar algumas particularidades do Manjaro Linux, para mostrar a simplicidade no manuseio dessa distribuição GNU/Linux.

[ Hits: 22.349 ]

Por: Holmes em 14/01/2013 | Blog: http://holmeslinux.blogspot.com.br/


Os 13 motivos



1. Por que se chama Manjaro?

Linux: Manjaro Linux - Treze motivos para desfrutar da simplicidade A distribuição tem este nome porque Philip Müller, um dos líderes do projeto, e amigos, fizeram uma viagem nas proximidades do Monte Kilimanjaro, que fica situada ao nordeste da Tanzânia (África), e eles, em especial Philip Müller, ficaram encantados com a beleza que o local proporciona aos visitantes.

Devido a isto, a distribuição chama-se Manjaro, para homenagear a montanha Kilimanjaro que, por sua vez, é um nome simpático e simples. Neste sentido, o Manjaro Linux é uma distribuição do sistema operacional GNU/Linux, desenvolvida para computadores (desktops, laptops e netbooks) de 32 ou 64 bits.

Ele vem em Live-CD com ambientes personalizados, podendo ser instalado em seu computador facilmente. Ademais, os usuários podem ajustar e personalizar as configurações do Manjaro Linux de acordo com as suas próprias preferências e gostos pessoais.

2. Desfrute da simplicidade!

Esta é a filosofia da equipe do Manjaro Linux, que procura oferecer uma alternativa simples aos usuários que gostam das características do Arch Linux, como a sua velocidade, os seus pacotes sempre atualizados, a sua leveza e o seu princípio K.I.S.S./rolling release.

3. Manjaro Linux não é um Arch Linux!

A grande diferença com relação ao Arch Linux é a sua facilidade no processo de manuseio da distribuição. Isso vai muito além de apenas fornecer um instalador fácil e ambientes pré-configurados de desktop.

Manjaro Linux também oferece uma série de ferramentas poderosas desenvolvidas exclusivamente pela equipe, que são:
  • Manjaro HardWare Detection (mhwd);
  • Manjaro HardWare Detection Kernel (mhwd-kernel);
  • Pacman Graphical User Interface;
  • Suporte automático para o uso de múltiplos kernels, etc.

Ademais, a equipe vem trabalhando em sintonia com os usuários em um instalador gráfico e na melhoria do Pacman Graphical User Interface.

4. É uma distribuição Rolling Realese

Permite uma única instalação, ou seja, o usuário não necessita de sempre reinstalar do "zero" quando sair uma nova versão. Isto significa que, não é - e nunca será - necessário reinstalar uma versão posterior do Manjaro Linux a fim de desfrutar do mais recente sistema.

Se a distribuição é atualizada frequentemente (sudo pacman -Syyu), isto significa que o Manjaro Linux já está com a sua última versão.

5. É uma distribuição K.I.S.S. (Keep It Simple, Stupid)

Possibilita uma alta flexível na usabilidade, isto é, tenta manter as coisas o mais simples possível. Desfrute da simplicidade!

6. Tem uma excelente interface Xfce

O Xfce é o ambiente padrão do Manjaro Linux, que é leve e otimizado para o uso em nosso dia a dia. Todavia, essa distribuição vem com outros sabores ambientais com, por exemplo, o KDE, GNOME/Cinnamon (edições oficiais), E17, LXDE e MATE (edições comunitárias e apoiadas pela equipe).

7. A equipe do Manjaro Linux mantém a distribuição sempre atualizada

Isto proporciona aos usuários uma maior eficiência, estabilidade, confiabilidade, inovação e acessibilidade.

8. Tem um instalador do Manjaro Linux (CLI Installer)

Super amigável, que procura conduzir os usuários em todo o processo de instalação da distribuição.

9. Eficiência, estabilidade, confiabilidade, inovação e acessibilidade

Para garantir tudo isso, a distribuição utiliza seus próprios repositórios de softwares. O Manjaro Linux não acessa diretamente os repositórios fornecidos pelo Arch Linux.

Antes de serem liberados para os próprios repositórios estáveis para uso comum, os softwares, inicialmente fornecidos pelos repositórios do Arch Linux, são completamente testados e se necessário, são modificados para adequar aos objetivos da distribuição.

Embora o Manjaro Linux tenha seus próprios repositórios, ele é 100% compatível com os repositórios do Arch Linux, sobretudo com o AUR (Arch User Repository).

10. A equipe da distribuição incentiva fortemente a criação de comunidades manjarianas

Nesse sentido, o Manjaro Linux, embora seja uma distribuição jovem (2011), já conta com três comunidades mundo afora e elas são, por ordem de nascimento: turca, brasileira e francesa.

Estas comunidades já foram reconhecidas oficialmente pela equipe e também já estão indexadas no site do DistroWatch.

11. O Manjaro Brasil é uma comunidade participativa

A comunidade proporciona uma alta qualidade técnica e um respeito mútuo entre os seus membros. A distribuição também possui um servidor brasileiro (localizado no Instituto de Física da Universidade de Brasília), oferecendo uma maior agilidade na manutenção do Manjaro Linux, seja no Brasil ou nos países sul-americanos.

Além disso, os membros do Manjaro Brasil vem contribuindo, sobretudo, com o trabalho de tradução de aplicativos, com o desenvolvimento da distribuição.

Manjaro Brasil é 100% GNU/Linux! Nesse sentido, quem quiser experimentar essa distribuição, poderá contar com o suporte do Manjaro Brasil, e para isto poderá acessar o link abaixo para se registrar e participar das discussões do Manjaro Linux:
12. A política de comunicação da equipe do Manjaro Linux é transparente e aberta

Com um site, blog, fóruns, listas de discussão, IRC, Wiki etc. A equipe sempre está atenta às opiniões dos usuários, o que, por sua vez, promove uma grande interação com os usuários. Noutras palavras, esse duo equipe-usuários, faz com que a distribuição seja produzida comunitariamente!

13. O Manjaro Linux é simples de se obter, instalar, configurar e, consequentemente, usar!

Após a instalação, temos uma distribuição em nosso idioma (português do Brasil), que vai oferecer todos os benefícios de um sistema Arch Linux, mas com uma ênfase especial na eficiência, estabilidade, confiabilidade, inovação e acessibilidade para os usuários novatos ou experientes, no mundo GNU/Linux.

   

Páginas do artigo
   1. Os 13 motivos
Outros artigos deste autor

Chakra Linux - Apresentação, instalação e configuração

Leitura recomendada

Trabalhando com a extensão .tar

Ubuntu Linux - Visão Geral

Os usuários do Linux

Entendendo os tipos de permissões

Fazendo backup e recuperando a MBR e tabela de partições do HD

  
Comentários
[1] Comentário enviado por rahremix em 14/01/2013 - 16:12h

Faltou o link pro site da distro!

[2] Comentário enviado por Holmes em 14/01/2013 - 16:35h

oi pessoal do VOL, gostaria de saber se é possível fazer duas intervenções:

1= mudar a imagem, que está no ponto 3, para antes do "Os 13 motivos", assim:

IMAGEM

Os 13 motivos

2= adicionar o link do site oficial (http://manjaro.org/) no ponto 11, colocar abaixo do link do Manjaro Brasil, assim:

http://www.manjaro-linux.com.br (Manjaro Brasil)
http://manjaro.org/ (Manjaro Linux)

é possível fazer estas correções?

muito obrigado pela oportunidade de estar publicando com vocês. Holmes

[3] Comentário enviado por Holmes em 14/01/2013 - 16:36h

oi rahremix, obrigado pelo aviso e foi um descuido meu, mas já fiz o pedido para incluir o link da distro, que é http://manjaro.org/. Holmes

[4] Comentário enviado por Holmes em 14/01/2013 - 17:16h

oi pessoal do VOL, muito obrigado pela correção. Holmes

[5] Comentário enviado por erisrjr em 15/01/2013 - 00:31h

Pontos 7 e 9:
http://allanmcrae.com/2013/01/manjaro-linux-ignoring-security-for-stability/

http://allanmcrae.com/2013/01/manjaro-linux-a-follow-up/

Pontos 2 e 13:
EU acredito que não, o aparentemente fácil, automatizado, "user friendly". Nem sempre é o mais simples(Direto, fácil de entender e ajustar/modificar):

-----------------------------------------------------------
http://www.vivaolinux.com.br/topico/Distros-a-escolha-certa/Manjaro-linux-para-um-iniciante
Post:
icksv
(usa Ubuntu)

aqui o manjaro não iniciou não, nem com KDE nem com o Matte, parou em uma tela preta tipo um terminal ,quando chega nesse ponto não sei o que fazer.
meu pc tbm é 32 bits, nem vou tentar o chakra.
-------------------------------------------------------------

Para MIM, Isso é ser simples:
https://wiki.archlinux.org/index.php/The_Arch_Way


*Obviamente, cada distribuição tem um objetivo e publico alvo(Vide (X)buntu, Fedora, Debian, Gentoo, Slackware, Arch e tantos outros projetos ) Não existe mal algum nisso(Obviamente²), esta inclusive é uma das características que mais fascina as pessoas quando falamos de Linux e software livre.
Mas neste caso especifico, acredito que esta distribuição não é exatamente o que a "propaganda"(No sentido de divulgação) diz.

[6] Comentário enviado por jwolff em 15/01/2013 - 08:42h

Estudei pouco sobre o Manjaro,mas deu pra perceber Nitidamente, a revolta e preconceito que gerou nos Archeanos. Mas porquê??? O objetivo de todos deve ser o do projeto GNU/Linux,a Liberdade! E isto inclui novas distros baseadas em antigas distros poderosas ;)

O Manjaro pode se tornar o substituto do Ubuntu e do Linux Mint (que são voltados TAMBÉM ao publico iniciante). E o pesadelo de muitos seguidores do Arch Linux pode se tornar realidade. Pensem nisto.

[7] Comentário enviado por Holmes em 15/01/2013 - 11:38h

@ erisrjr

Sim, a equipe sempre dá um sistema atualizado! Eficiência, estabilidade, confiabilidade, inovação e acessibilidade é o grande objetivo da equipe e isto para quem acompanha a distro observa todos os dias! Pelo que entendo e li, o Allan não é favorável a criação de distros baseadas no Arch. No passado, ele já se posicionou contra ao Chakra e Bridge. Então, já era de se esperar essa posição dele sobre o Manjaro.

Desfrute da simplicidade! Essa é a frase condutora da distro, pois ela oferece facilidade no manuseio.

Você conferiu a integridade da ISO?

Será? Então, convido-o a conhecer e participar do Manjaro Brasil e das discussões que rolam lá no fórum oficial e aí você conhecerá mais o Manjaro e perceberá qual é o objeto da distro.

======================

@ jwolf

O Manjaro é uma distro que vem evoluindo a cada dia. Com uma equipe pequena e com uma comunidade ativa, já temos projetos em andamento que foquem em um instalador gráfico e em um GUI para o pacman. Diante disto e de outras coisa (é só acompanhar as discussões do fórum oficial), a distro vem incomodando muita gente, pois percebem o seu potencial!

Holmes

[8] Comentário enviado por erisrjr em 15/01/2013 - 23:50h

@Holmes
Embora o autor dos posts que indiquei tenha uma posição mais ortodoxa e não poupe criticas. Acredito que ele não esta errado(O chakra mudou a base e afastou-se do arch, seguindo um caminho diferente o que provavelmente foi útil para os planos do projeto, mas quem acreditou no conto do Arch melhor que o Arch....
O Bridge não parece ter alcançado um numero significativo de usuários e por algum tempo inclusive, cheguei a pensar que o projeto tinha "morrido", junto ao mar de "distribuições" de um verão só).

Tradução livre e modificada de um dos relatos dele:

Fulano diz-se satisfeito com sua instalação da distribuição X, pois o mesmo usava Arch a DOIS ANOS sem problemas, até que um belo dia seu sistema quebrou. Esta usando a UM MÊS a fantástica distribuição X e não teve problema algum com ela, por isso Fulano esta muito satisfeito com a estabilidade e segurança do seu novo sistema.

-----------

As pessoas não gostam de ouvir (E ler criticas), mas o problema em questão é que todos os dias surge:

Um (X)buntu mais estável, simples, seguro, inovador e personalizável que o próprio Ubuntu.
Um (X)Debian mais estável, simples, seguro, inovador e personalizável que o próprio Debian.
Um (X)Fedora mais estável, simples, seguro, inovador e personalizável que o próprio Fedora.
Um (X)Slackware mais estável, simples, seguro, inovador e personalizável que o próprio Slackware.
Um (X)Arch mais estável, simples, seguro, inovador e personalizável que o próprio Arch.
Um (X)CentOS mais estável, simples, seguro, inovador e personalizável que o próprio CentOS.
Um (X)-bacon mais estável, simples, seguro, inovador, personalizável e gostoso que o próprio (X)-bacon.

E quando se utiliza e analisa criticamente, a imensa maioria destas "maravilhosas distribuições".Nota-se que algumas apenas sugam outras(lembra-se do KahelOS? Dos vários sistemas "baseados em Linux e software livre", que não divulgam os fontes dos seus softwares e scripts(Espero que seja apenas por vergonha), que não tem documentação alguma para seus "softwares especialmente desenvolvidos para facilitar a vida do usuário" e quando algo de errado acontece com eles, o mesmo usuário que não precisaria "sofrer digitando longos e complicados comandos no terminal", acaba como o usuário do tópico que postei:

"... em uma tela preta tipo um terminal ,quando chega nesse ponto não sei o que fazer"


Quase sempre estas distribuições são anunciadas como "versões" melhoradas de suas distros de origem. Mas logo nota-se que as "maravilhas" contadas nos sites, não são reais. Aí surgem desculpas como:

Ha, foi lançada a pouco e ainda podem existir erros.
Ha, temos poucos usuários, por isso os muitos problemas(Depois de um tempo, fica obvio que na verdade o efeito, era a causa) .
Ha, temos poucos desenvolvedores, por isso ainda temos alguns "pequenos"(Muitas vezes nem tão pequenos assim) problemas. (O Slackware se mantem, com alto nivel de qualidade a quanto tempo mesmo? Sera que é devido ao ja famoso "grande numero de desenvolvedores" ou a seriedade do projeto? ).


Eu gosto quando vejo um projeto com propósito baseado em Linux surgir, mas não quando se alardea (Não pretendo ofender, acredito que não é sua intenção), algo como o (X)Coisa, melhor ou tão bom quanto a Coisa.(Quem usa Linux por dois anos ou mais, sabe bem como isto termina na imensa maioria das vezes. Ja quem esta iniciando...)

@jwolff
Por que será que estas tais criticas não são dirigidas com a mesma intensidade a projetos como o Archbang?
E depois que estruturam a distribuição, não lê-se tantas coisas negativas relacionadas ao Chakra?

Para mim, seria o paraíso se um sistema como o Arch, fosse o mais utilizado pelos usuários.

@Todos, a ideia dos meus dois posts é simples:

Se interessaram-se pela distribuição, testem, usem. Mas não esperem que uma distribuição recente, seja tão ou mais estável, simples, segura, inovadora, personalizável (e etc) que sua distribuição de origem(Seja ela qual for).

Embora possa ser o que VOCÊ procura, então...

Para quem ainda não conhece, para uma distribuição ser "como o Arch", ela deve seguir algo como:
https://wiki.archlinux.org/index.php/The_Arch_Way






[9] Comentário enviado por muniz95 em 05/02/2013 - 13:06h

Acho que a grande questão com as distros baseadas no Arch é o processo de instalação. Quando surge uma com CLI, é de longe a mais visada pelos iniciantes, já que manter o sistema é até que tranquilo (exceto quando acontece alguma m*** rs). Eu mesmo já usei algumas remasters (Bridge, ArchBang e o próprio Manjaro, que detestei de início) para a instalação e também o Arch puro, e realmente nem se compara o produto original com um que é quase original, principalmente em termos de configuração.
Resumindo: se tem a vantagem da instalação fácil, mas em contrapartida surgem problemas com configurações (tentem deixar o ArchBang redondinho, não dá rs), aí nesse caso eu concordo com o que foi dito acima sobre o Arch Way, de longe é o mais proveitoso; mas pra quem quer aprender a mexer de verdade, essas Arch-based são uma boa. Aí vai simplesmente da vontade do sujeito, se quer as coisas mais fáceis de início ou não ter dores de cabeça.

[10] Comentário enviado por erasmo em 10/11/2013 - 15:29h

Estou chateado com o Manjaro, tive que tira-lo para colocar o LinuxMint, pois não funcionou o modem 3G Huawei da vivo. Mesmo instalando um driver que vem no modem, para Linux. Fiz um gambiarra funcionou para quem iria usar uma pessoa leiga, tive que instalar o LinuxMint, funcionou de primeira.

[11] Comentário enviado por juniorxfce em 06/01/2014 - 11:31h

Estou usando o Arch em um desktop e o manjaro no note a um tempo. Uma das melhores distros que já usei.

[12] Comentário enviado por Lazy7Tech em 15/12/2016 - 16:04h

Favoritado!


#1) Respeite a privacidade dos outros.
#2) Pense antes de digitar.
#3) Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades.

Linux User: #601587


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts