Instalar o Slackware 14.1 em drive USB

Olá pessoal, este é meu primeiro artigo e espero estar contribuindo com a comunidade. Recentemente precisei fazer a instalação do sistema (Slackware 14.1 Current) em um HD externo que rodasse tanto em meu notebook como meu desktop, então pesquisando um pouco resolvi montar este artigo. Espero que o pessoal aproveite.

[ Hits: 6.826 ]

Por: Claudio Liandro Budal em 24/07/2015


Preparação do ambiente



Configurações dos computadores utilizados:

Notebook:
  • Chip gráfico switchable Radeon 6770M
  • Disco /dev/sda com Windows 7 de fábrica

Computador desktop:
  • Chip gráfico NVIDIA GTX980
  • Disco /dev/sda com Windows 8.1

Iniciei a instalação pelo notebook, então foi plugado um HD externo de 320 GB utilizando um case na USB 3.0 (fica lento na USB 2.0! Mas nem tanto!!!).

Inicie o boot na imagem de instalação do Slackware Current.

O objetivo do artigo não é ensinar como instalar o Slackware, então deverás procurar como fazê-lo caso sinta alguma dificuldade (se é que tem dificuldade no Slackware).

O disco externo foi localizado como /dev/sdb, então eu particionei em 3, um swap, uma raiz e uma home, sendo assim realiza-se a instalação completa (full instalation).

Ao final da instalação, faça a instalação manual do LILO, gravando o boot exclusivamente na MBR do disco externo (no meu caso /dev/sdb), assim já teremos o /etc/lilo.conf ajustado.

Instalação concluída, mas se você iniciar o sistema por meio do HD externo (não esqueça de configurar o boot na inicialização do PC!!!), terás um KERNEL PANIC!!!

Então o que fazer???

Ambiente chroot

Como exitem zilhões de posts sobre o que é chroot vamos resumir...

chroot é a possibilidade de "enjaular" uma raiz de arquivos (pasta ou afins), quem está dentro do chroot não pode acessar o conteúdo do sistema de arquivos fora do nível especificado, sendo possível mesmo rodar outro sistema dentro do mesmo (sem virtualização).

Voltando...
Como o sistema não vai inicializar, então utilizamos o sistema em modo chroot.

Dar-se boot na mídia de instalação do Slackware, criamos uma pasta para montar o sistema...

Para identificar em qual dispositivo está seu sistema utilizamos o fdisk para localizar:

# fdisk -l

No meu caso tenho:

Dispositivo Inicializar   Início       Fim   Setores Tamanho Id Tipo
/dev/sdb1                    2048  16779263  16777216      8G 82 Linux swap
/dev/sdb2   *            16779264 268437503 251658240    120G 83 Linux
/dev/sdb3               268437504 625142447 356704944  170,1G 83 Linux
Então monto o /dev/sdb2 como raiz:

# mkdir /hd
# mount /dev/sdb2 /hd
# chroot /hd
# mount -t proc proc proc
# mount -t sysfs sys sys
# mount /home

Identificando os discos via UUID

Durante o boot, seu disco pode ser alocado em um nome de dispositivo diferente do qual ele foi instalado, então se utilizamos por exemplo o /dev/sdb2 como raiz, ele pode não ser localizado, e aí temos um problema.

Para isto temos o UUID que significa: Universally Unique IDentifier, que é um identificador único gerado de acordo com o hardware.
Neste caso então o disco poderá ser identificado independente de onde estiver.

Para tal, criamos um arquivo de textos onde conterá os UUIDs de todas as partições do HD USB para servir como referência nas configurações seguintes.

Neste momento meu HD externo é /dev/sdb e este deverá ser adaptado de acordo com o seu hardware!

# blkid /dev/sdb1 >> /root/discos.txt (swap)
# blkid /dev/sdb2 >> /root/discos.txt (/)
# blkid /dev/sdb3 >> /root/discos.txt (/home)

Dentro do /root/discos.txt teremos as UUID para copiar e colar nas configs a seguir...

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Preparação do ambiente
   2. Configurando fstab, initrd e LILO
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Regras de ouro ao instalar o Linux em empresas

Gerador de sources.list para o Debian

Asterisk - Instalação e configuração no Debian Lenny

Balanceamento de links + redundância + acesso remoto + sites de bancos

Tema com cores vivas para Xfce no Xubuntu 12.04

  
Comentários
[1] Comentário enviado por xerxeslins em 27/07/2015 - 21:14h


Opa! Favoritado! Obrigado pela contribuição!

[2] Comentário enviado por Lisandro em 29/07/2015 - 13:43h

Bela contribuição. Parabéns!

[3] Comentário enviado por ricardoperera em 30/07/2015 - 22:34h


Olá Cláudio! Parabéns pelo artigo! Figou bem legal!

Fiquei pensando sobre a parte final, das placas de vídeo... estava pensando... será que não daria para fazer um script para que ele chamasse o driver correto ... talvez apenas por meio de um xorg.conf modificado para cada placa... ou então passar algum parâmetro no boot, aí seria o caso de ter 2 entradas no boot, uma para cada placa de vídeo... Será que alguém aqui do V.O.L. se habilita? Rsrsrs!

Achei bem legal o teu artigo pois ele aborda um ponto importante: a plasticidade do Linux (E dentro do Slackware!!), fazendo com que o sistema consiga se adaptar a diferentes ambientes (claro que dentro do seu limite de arquitetura, hardware, etc). Para isso basta que explique para ele o que foi modificado. Essas características fazem com que seja bem prático "transplantar" uma instalação Linux para outra máquina, seja para replicar em máquinas semelhantes, seja devido a upgrades de hardware, ou então, para utilizar em um hd externo sem alterar/modificar outro sistema que já esteja instalado.

Tem um breve artigo do Morimoto, onde ele "brinca" com a ideia de transplantar o Kurumin para outra máquina.. Aliás, os posts mais divertidos do Morimoto eram justamente aqueles onde ele ficava "brincando" com as inúmeras possibilidades do sistema operacional, o que em termos práticos, evidenciava toda a força que o Linux possui :) !






[4] Comentário enviado por liandro em 31/07/2015 - 00:22h

Respondendo ao Ricardo...

Tinha pensando em fazer um shell script para identificar o hardware, mas tem toda a parte dos módulos e afins, com um pouco de estudo creio que pode ser possível...

[5] Comentário enviado por Lwkas em 08/08/2015 - 00:48h


Muito bom mesmo.....


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts