Instalação de Programas no Ubuntu (atualização)

Este artigo é um tópico fixo no Fórum do Ubuntu em português que achei por bem atualizar e trazer para o VOL. Não preciso dizer que sou o
autor do tópico original, com o qual alguns usuários daquele espaço colaboraram.

[ Hits: 30.923 ]

Por: Andre (pinduvoz) em 23/08/2011 | Blog: http://casadopinduvoz.wordpress.com/


Introdução e "recomendação"



Usuários do Ubuntu que migraram do Windows sentem dificuldade em instalar programas e esta é a razão pela qual este texto foi escrito há quase quatro anos.

E parece que a ideia de escrevê-lo foi boa, pois na versão original ele conta com mais de 169.000 acessos, como dá conta a imagem abaixo:
Linux: Instalação de Programas no Ubuntu (atualização)
Feita esta breve introdução, passemos à recomendação que o título da página menciona.

A primeira coisa a lembrar quando se trata de instalar programas no Ubuntu é que os seus desenvolvedores pretendem que o usuário utilize a "Central de Programas do Ubuntu", um aplicativo encontrado na última posição do "Menu Aplicativos" e também no "Lançador" (o conjunto de ícones à esquerda) do novo ambiente (ou "interface") Unity 3D.

Vejam a Central de Programas aberta:
Linux: Instalação de Programas no Ubuntu (atualização)
Como puderam notar, estão organizados em categorias ou "departamentos" inúmeros programas disponíveis para a plataforma GNU/Linux em geral. Há também "recomendações" de programas para diversas tarefas, que são "classificados" (sistema de "estrelas") conforme número de instalações e "comentários" dos usuários. Há também uma caixa de busca, que permite encontrar rapidamente o que se quer quando o nome do programa é previamente conhecido.

Além da facilidade em encontrar o programa desejado, a instalação dependerá apenas de um clique no botão instalar, sendo outra das vantagens advindas da utilização dessa opção a garantia de obtenção de programas confiáveis e funcionais (previamente testados).

A Central de Programas segue o conceito inaugurado com a App Store da Apple, onde o usuário "conectado" busca o que quer, compra (sim, também há programas pagos, mas ainda são poucos) ou simplesmente "pega", baixa e instala, tudo num lugar só, como bem explica detalhado um artigo encontrado no link abaixo:

http://www.hardware.com.br/artigos/instalando-aplicativos-linux

O mesmo conceito foi recentemente aplicado ao MAC OS X 10.7, codinome "Lion", que ganhou uma Web Store onde usuários podem comprar (os gratuitos aqui são minoria) os programas que querem usar.

Vale também lembrar que atualmente, e não na época em que escrito o artigo original, o Ubuntu conta também com os PPAs, ou "Personal Packaging Archives", que são repositórios mantidos por usuários do Ubuntu que compilaram e empacotaram programas que eles mesmos usam ou mesmo criaram.

Hoje em dia é muito difícil não se encontrar o pacote desejado em algum dos muitos PPAs disponíveis, cujo uso é muito bem explicado em artigo publicado aqui mesmo:

Artigo: O-incrivel-universo-das-PPAs-do-Ubuntu

Anoto que o autor do artigo, nosso colega "edps", conhece o Debian a fundo e atualmente é um dos que mais contribuem com conteúdo para o VOL.

Destaque-se que os PPAs adicionados ao Ubuntu podem ser "usados" através da Central de Programas, à qual se integram.
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução e "recomendação"
   2. Instalando por compilação e por scripts (utilize apenas se não houver outra opção)
   3. Instalação de pacotes (programas) em formato DEB
   4. Algumas dicas e a "conclusão"
Outros artigos deste autor

As Principais Distribuições GNU/Linux - Versão 2012

As Principais Distribuições GNU/Linux - Versão 2019

Suporte multimídia e dicas de uso comum para o Ubuntu 11.04

Cadê minha área de trabalho?

Truques e dicas para o Acer Aspire One e o Linpus Linux Lite

Leitura recomendada

Usando cron e crontab para agendar tarefas

Instalação do Zenwalk Linux

Asterisk - O sistema de telefonia open source

Arredondando o Ubuntu em seu desktop

Desknotes e Walkpcs

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 23/08/2011 - 15:58h

Dos 169.000 acessos, pelo menos 3 ou 5 são meus, a uns 2 anos atrás. Foi de grande valia e muito esclarecedor
E concordo que precisava mesmo de uma atualização, afinal pesquisar pelo nome do artigo, deve ser muito comum no Google e nestes Fóruns.
Outra coisa, fez justiça quando mencionou outros colaboradores.

Ótima idéia.

[2] Comentário enviado por julio_hoffimann em 23/08/2011 - 19:11h

Oi André, parabéns!

Este é o tipo de artigo que ajuda literalmente milhares.

Gostaria de enfatizar ainda mais para os novos usuários o que você já enfatizou: Tentem ao máximo usar a Central de Software, seja diretamente através do menu, ou indiretamente com cliques duplos em arquivos *.deb. É possível usar o Ubuntu durante anos sem utilizar uma linha de comando sequer.

Abraço!

[3] Comentário enviado por pinduvoz em 23/08/2011 - 23:11h

O artigo original já tem 179.000 acessos, 10.000 a mais do que quando mandei a atualização para o VOL.

Espero mesmo que ajude um monte de gente.

No mais, agradeço os comentários dos amigos acima, gentis como sempre.

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 04/04/2019 - 20:11h

Mais de meio milhão de acessos a este artigo no Fórum do Ubuntu. Nunca pensei que chegaria a cem mil, quanto mais meio milhão. Fico feliz de ajudar tanta gente.


__________________________________
Linux Registered User nº 439378
Ubuntu Forum Member Since Nov/07/2006
VOL Member SInce Jul/01/2008


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts