Guia SSD no Linux: tudo que você precisa saber e o que precisa esquecer!

Após quebrar um pouco a cabeça buscando dados sobre a instalação do meu primeiro "disco de estado sólido", ou simplesmente SSD, resolvi escrever este artigo, compilando e atualizando todas as informações sobre SSD no Linux, visto que grande parte do material que é encontrado na internet é desatualizado e não condiz mais com os pacotes existentes e/ou funcionamento do GNU/Linux em relação a estes dispositivos.

[ Hits: 5.793 ]

Por: Esli Silva em 08/07/2017 | Blog: http://www.esli-nux.com


Mito e suporte do SSD



Com o subtitulo de "Mitos e verdades do SSD no Linux - Instalando, configurando e otimizando SSD no Linux", resolvi escrever este artigo para trazer luz ao mar de informações antigas, desatualizadas e que deixam qualquer um perdido ao tentar usar um SSD no Linux.

SSD são suportados no Linux desde o kernel 2.6.29!

Schedulers e File Systems também suportam os "discos sólidos" ou "não-rotacionais" (SSDs) há um bom tempo.

A maioria dos artigos que existem na internet são bem antigos e não refletem os ambientes atuais dos sistemas Linux. Este artigo trás alguns macetes para otimizar o SSD num ambiente onde o sistema operacional estará instalado nele.

Tiro alguns mitos de que seria necessário mudanças bruscas no sistema para que o SSD seja bem aproveitado. Hoje, basicamente no uso do dia-a-dia, nada é preciso após instalá-lo, apenas alguns pontos a serem observados.

Eles são identificados automaticamente e funcionam perfeitamente sem nenhum problema caso seu S.O. esteja em bom estado e atualizado (bem como os demais hardwares do computador).

Ao rodar o seguinte comando, o retorno '1' é para HD e 0 para SSD:

# cat /sys/block/sda/queue/rotational

(neste caso, estou verificando o dispositivo 'sda')

Havia um antigo receio de que o GNU/Linux poderia diminuir a vida útil dos SSDs, visto alguns percalços no desenvolvimento e implantação do suporte a eles nos diferentes programas que estão ao entorno do kernel e o próprio kernel em si.

Vale lembrar que o Linux já foi acusado de estar destruindo os HDs (sobrecarregando-os) 10 anos atrás, num problema que apareceu nos fóruns do Ubuntu 7 e que acabou com os fabricantes de disco assumindo a culpa, porém a imagem errada pegou no Linux e ficou.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Mito e suporte do SSD
   2. MBR ou GPT e o File System
   3. Suporte ao TRIM e opções de montagem no fstab
   4. Schedulers e o Journaling
   5. Update, firmware, RAM e tmpfs
Outros artigos deste autor

Rootsh - Auditando/monitorando o root e demais usuários do GNU/Linux

DHCP no GNU/Linux - Guia para ISC-DHCP Server

Leitura recomendada

Ubuntu 10.04 - Wallpapers Animados Utilizando Vídeos

GIMP - Colocando um desenho de traços sobre outra superfície

O reflexo a partir de um plexo

Conhecendo o Metisse

Cinelerra no Ubuntu - Instalando e configurando para melhor desempenho

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 08/07/2017 - 11:47h

Excelente!

Favoritado.


*******************************************************
* https://www.linuxcounter.net/cert/620448.png *
*******************************************************

[2] Comentário enviado por clodoaldops em 08/07/2017 - 13:13h

Very good.
Favoritado.

[3] Comentário enviado por removido em 09/07/2017 - 22:38h


Gostei do comando.

cat /sys/block/sda/queue/rotational

Falta conteúdo sobre SSD aqui no VOL.

[4] Comentário enviado por rogeriofox em 14/07/2017 - 08:39h

Meu Debian 9 com SSD já fez uma configuração bem redondinha. Fiz minha instalação com o BRTFS e sempre tem algum ajuste fino. Seu artigo foi direto ao ponto. Parabéns!!!

[5] Comentário enviado por lexemail em 14/07/2017 - 09:46h

Ótimo artigo!
Só pra reforçar, instalei recentemente o Ubuntu em um ssd de 120gb como teste. Instalação normal e até agora nenhum problema. A única "coisa" que notei foi a velocidade, ficou muito rápido.

A honestidade, igualdade, responsabilidade, autruidade, perseverança e desejo de um mundo melhor, começa pelas nossas atitudes!

[6] Comentário enviado por sergeimartao em 14/07/2017 - 15:24h

Excelente artigo, muito esclarecedor!

[7] Comentário enviado por CheshireCat em 19/07/2017 - 16:17h

Muito bom, parabéns, me foi super útil!
Favoritado. <3

[8] Comentário enviado por nicolo em 25/07/2017 - 15:21h

Interessante, mas para quem não é expert uns exemplos dos comandos recomendados seriam muito úteis. Mais sensível no ítem do journaling que não é comum
dar essa opção nos comandos. Evidente que para quem já sabe tudo os exemplos são desnecessários.

[9] Comentário enviado por Eslih em 26/07/2017 - 10:25h


[8] Comentário enviado por nicolo em 25/07/2017 - 15:21h

Interessante, mas para quem não é expert uns exemplos dos comandos recomendados seriam muito úteis. Mais sensível no ítem do journaling que não é comum
dar essa opção nos comandos. Evidente que para quem já sabe tudo os exemplos são desnecessários.


Obrigado pelo feedback @nicolo pretendo atualizar o artigo futuramente e incluirei mais comandos e detalhes sobre as tecnologias e recursos que mencionei (com maior didática também).
Mesmo assim, espero ter conseguido ajudar ;-)

[10] Comentário enviado por wandersonbc em 31/07/2017 - 15:36h

Gostei demais do artigo, em especial da parte que abrange o TMPFS.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts