Fundamentos do sistema Linux - Permissões

Sistemas operacionais multi-usuário têm de zelar pela segurança e privacidade dos dados individuais de cada usuário, bem como prezar pela integridade do sistema. Para isso existem as chamadas permissões de acesso, que atuam em dois aspectos fundamentais. O primeiro é a privacidade e o segundo, a segurança.

[ Hits: 74.212 ]

Por: Davidson Rodrigues Paulo em 20/11/2005 | Blog: http://davidsonpaulo.com/


Introdução



Sistemas operacionais multi-usuário têm de zelar pela segurança e privacidade dos dados individuais de cada usuário, bem como prezar pela integridade do sistema. Para isso existem as chamadas permissões de acesso, que atuam em dois aspectos fundamentais. O primeiro é a privacidade e o segundo, a segurança.

Quanto à privacidade, as permissões permitem que os usuários restrinjam o acesso a seus arquivos, caso esses possuam algum conteúdo confidencial ou algo parecido. Você, como dono de um arquivo, pode especificar quem pode ler o seu arquivo, quem pode modificá-lo, apagá-lo ou executá-lo, tratando-se de um executável.

Quanto à segurança, um sistema nem sempre será utilizado somente por pessoas que possuem um bom conhecimento operacional. Sendo assim, estarão sujeitas a cometer erros diversos, desde os mais banais até erros graves, como excluir arquivos essenciais para o funcionamento de alguns programas ou do sistema todo. Assim, as permissões podem agir impedindo que determinados usuários possam excluir arquivos importantes ou mesmo executar programas que possam causar problemas ao sistema.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Permissões no GNU/Linux
   3. Permissões especiais
Outros artigos deste autor

Fundamentos do sistema Linux - hardware

Zenwalk Core: Para quem só quer o essencial

Fundamentos do sistema Linux: discos e partições

Instalando um sistema Debian GNU/Linux completo em 20 minutos

Instalando e atualizando pacotes no Fedora em computadores sem internet

Leitura recomendada

Ubuntu: desvendando o "fantasma" das instalações de programas

Lucaschess: software para base de dados, jogar e treinar xadrez

Jack, Rosegarden, midi e áudio no Debian/Ubuntu

O maravilhoso Xandros Linux Desktop

23 distribuições Linux brasileiras

  
Comentários
[1] Comentário enviado por newba em 20/11/2005 - 21:58h

Muito Bom ..so uma coisinha..: o comando ta em ordem errada, ai você esta adicionando o usuario shutdown ao grupo davidson.

# addgroup shutdown davidson

o comando certo é :
# comando usuario grupo
#addgroup davidson shutdown

Não sei se isso muda de distro para distro mais no meu Debian é assim. vlw

[2] Comentário enviado por professordavid em 21/11/2005 - 09:31h

Cara.. eu estava com um artigo de permissões quase que engatilhado para publicar, mas depois do seu devo admitir que nada substitui o seu talento e capacidade... Parabéns pelo artigo!! Está genial... !!! Fico muito feliz por vc ter publicado primeiro!!!

[3] Comentário enviado por fzuchna em 21/11/2005 - 14:23h

Teste o comando do bit STICY e aconteceu o seguinte apareceu um T ao invés do t, o comando foi chmod 1770 diretorio, somente 0 para outros que acontece isso vc sabe por que??

[4] Comentário enviado por loammy em 21/11/2005 - 16:43h

Eu estava!!!!!!!!!!entende!!!!!!!Com duvidas sobre alguns tipos de permissoes especiais........e foi aqui que achei a minha luz!!!!!!

[5] Comentário enviado por cr1st1an0 em 22/11/2005 - 16:10h

No item "Definindo Permissões dos Arquivos" no qual existe um exemplo que pede para definir as permissões no formato octal com as seguintes características:
*O dono do arquivo terá permissão total, ou seja, leitura, escrita e execução;
*O grupo do arquivo terá permissão de escrita e execução;
*Outros usuários terão permissão de escrita.

O comando utilizado foi este: $ chmod 754 script.sh, mas não deveria ter sido este $ chmod 732 script.sh ???

Analisando a saída encontrada: "-rwxr-xr-- 1 davidson users 0 2005-03-09 11:45 script.sh" parece ter ocorrido uma troca de "escrita" para "leitura", ou seja, a saída equivale ao comando digitado, mas não ao enunciado do exemplo.


[6] Comentário enviado por davidsonpaulo em 22/11/2005 - 17:52h

É verdade, tá errado mesmo. Eu vivo confundindo "leitura" e "escrita", quando quero dizer um digo outro. Vou corrigir imediatamente. Obrigado pela observação, cr1st1ano.

Abraços

[7] Comentário enviado por cr1st1an0 em 24/11/2005 - 19:08h

Parabéns pelo seu artigo.Está muito bem escrito e didático. Erros sempre acontecem, mas o importante é que a mensagem seja passada de forma clara e eficiente e isso você conseguiu. Continue assim!!!

Um abraço

[8] Comentário enviado por vilmarbr em 09/04/2007 - 17:23h

Bom artigo.
Bem didático.

[]´s

Vilmar

[9] Comentário enviado por kabalido em 17/01/2008 - 15:05h

O melhor artigo que eu li até hj sobre permissões de arquivos.
Tirou todas as minhas dúvidas.
Show de bola
Parabéns cara!!!

[10] Comentário enviado por doradu em 04/02/2010 - 15:41h

tá nos favoritos

[11] Comentário enviado por NewWave em 23/10/2011 - 14:03h

Cara, meus parabéns pelo artigo. Muito bom, mesmo! Digno dos textos dos melhores livros. É realmente muito esclarecedor e não dá margens a quaisquer dúvidas. Sem falar do português que está impecável e isso é muito importante, ao meu ver, em um texto técnico. Parabéns!

[12] Comentário enviado por removido em 25/01/2013 - 23:26h

Obrigado por compartilhar o conhecimento!

[13] Comentário enviado por thais.soares@ em 13/07/2015 - 10:43h

Super me ajudou!

[14] Comentário enviado por thais.soares@ em 11/08/2015 - 13:57h

Amei esse artigo!
Super me ajudou


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts