Editando trilhas de GPS no formato de arquivo GPX no Linux

Este artigo apresenta uma análise rápida e prática sobre softwares disponíveis para Linux para edição de trilhas de GPS, assim como se realizar o procedimento de edição do arquivo GPX referente à trilha.

[ Hits: 4.139 ]

Por: andre uebe em 26/07/2018 | Blog: http://resa.net.br


Finalidades Wikiloc e Strava



O Wikiloc e o Strava são ambos aplicativos cuja a finalidade é o de registrar percursos, por meio do sistema de geoposicionamento global por satélite também conhecido como GPS.

Existem diversos aplicativos concorrentes do Strava, como o Garmim, por exemplo. Mas tomarei como referência o Strava, que é o que utilizo. Quanto ao Wikiloc, a finalidade deste é a de ser uma biblioteca colaborativa de percursos, como a Wikipedia o é para textos. Daí o nome Wikiloc, Wikipedia de Localizações. O Wikiloc não tem tantos concorrentes quanto Strava por se tratar de um projeto open source e colaborativo, como o é a Wikipédia, de modo que as pessoas preferem colaborar para com o projeto, em vez de ficar buscando soluções alternativas.

O Strava e similares são focados no indivíduo, buscando registrar seu desempenho pessoal em atividades físicas e possibilitando, com isto, o registro de gastos calóricos, entre outros dados de desempenho pessoal, assim como permite a participação em rankings, clubes e premiações. Já o Wikiloc tem o foco nas trilhas e percursos em si, se limitando a mostrar características das mesmas, como altitude, nível de dificuldade de execução, modalidade, geolocalização de pontos, entre outros.

O Strava e concorrentes já têm uma proposta mais voltada para o conceito de rede social, de modo que o procedimento de localizar e seguir uma trilha feita por alguém não é tão simples quanto no Wikiloc. Por esta razão o Wikiloc se torna o preferido dos utilizadores, quando se trata deste objetivo. Selecionar uma trilha em um local a qual você está recém-chegado é muito fácil no Wikiloc. Basta buscar o local no mecanismo de busca e selecionar uma das diversas trilhas feitas por colaboradores que já a percorreram. Já no Strava, este procedimento é mais difícil, uma vez que se faz necessário localizar pessoas que tenham registrado a trilha no local desejado, e a partir daí importar aquela trilha da pessoa para os seus percursos pessoais, para só daí conseguir seguir esta trilha. Então é como se diz: "cada macaco no seu galho, ou "cada aplicativo com sua funcionalidade".

No Wikiloc, o processo de importar e exportar percursos externos ao aplicativo é mais simples, ao contrário do Strava e similares, pois basta importar e exporta o arquivo com os metadados da trilha, no formato aberto GPX.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Finalidades Wikiloc e Strava
   2. Por qual razão editar uma trilha?
   3. Análise e Escolha
   4. Procedimentos para Edição da Trilha
Outros artigos deste autor

Configurando impressoras no programa do SERPRO / Emulador 3270

BrisCAD: Manipulando arquivos do Autocad (.dwg) no Linux

Extraindo na "marra" textos de um PDF bloqueado

Convertendo arquivo de vídeo em áudio via ffmpeg (incluindo metadados)

Avidemux - Corrigindo arquivos com "crash"

Leitura recomendada

Jabberd2 - Completo e sem mistérios

Instalar o AWN no Ubuntu Hardy Heron

Emulando o Internet Explorer no Slackware

Atualize rapidamente os PC's da sua LAN com Debian

Instalando e utilizando o LimeWire no Debian

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário